O antidepressivo é uma droga de origem psiquiátrica indicada no tratamento dos transtornos do estado do ânimo e do humor. Hoje em dia, o seu uso tem aumentado bastante, pois houve um conhecimento maior sobre a necessidade de tratamento de saúde mental, aumentaram-se campanhas para promover a saúde mental e os tratamentos de saúde mental tornaram-se mais aceitos pelo público.

Os antidepressivos funcionam de forma a balancear os químicos naturais do cérebro e normalmente levam algumas semanas para começarem a funcionar. Existem diversos tipos de antidepressivos e o seu médico irá encontrar o melhor tipo para você baseando-se nos seus sintomas, no seu histórico médico e nos remédios que você já toma. Ele poderá tentar alguns tipos diferentes antes de que um realmente funcione com você.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão, dos níveis mais leves aos mais severos, atinge cerca de 121 milhões de pessoas no mundo. Parte desse grupo é tratada com medicamentos genericamente conhecidos por antidepressivos. “Eles estimulam a produção de neurotransmissores que estão em falta e inibem a produção daqueles em excesso, gerando um equilíbrio que permite o bom funcionamento cerebral”, afirma o psiquiatra e psicoterapeuta Fernando Portela Câmara, da Associação Brasileira de Psiquiatria.

Quando se deve tomar antidepressivos?

O tratamento da depressão e de outras condições psicológicas geralmente é acompanhado por um médico psiquiatra, que trata dos sintomas e utiliza-se de remédios para corrigir certas disfunções, e também de um psicólogo, que trata de comportamentos, procurando entender os pensamentos, as crenças e as suas inseguranças.

É extremamente necessário buscar um médico para entender se você precisa mesmo ou não de antidepressivos e também para que ele lhe encaminhe para sessões de terapia psicológica (1, 2).

Os antidepressivos podem ajudar se você tiver depressão. Os sintomas da depressão incluem:

  • Tristeza profunda;
  • Crises de choro, muitas vezes em maior proporção do que deveria;
  • Perda de interesse em atividades que antes lhe causavam prazer;
  • Cansaço excessivo (desânimo, falta de energia, desinteresse);
  • Ansiedade e irritabilidade elevada;
  • Pessimismo em relação às coisas;
  • Dificuldade de concentração e na tomada de decisões;
  • Alterações no peso (emagrecer ou engordar muito sem razão), e desejo excessivo por comidas que não fazem bem, como doces;
  • Queda da libido – falta de vontade de ter relações sexuais;
  • Dores de cabeça e no corpo;
  • Vontade de acabar com a própria vida.

O seu médico irá ajudá-lo a decidir se os antidepressivos são o tratamento adequado para você, dependendo de suas circunstâncias pessoais e de quão grave é a sua depressão.

Além disso, se você tem alguma forma de ansiedade ou fobia, um antidepressivo pode ajudar a sentir-se mais calmo, mais capaz de lidar com outros problemas e facilitar o resultado de tratamentos alternativos.

A maioria dos antidepressivos leva 1 a 2 semanas para começar a funcionar, mas você pode sentir melhoras mais cedo do que isso. Se não sentir qualquer benefício do remédio depois de tomá-lo por 2 a 4 semanas, discuta isso com o seu médico.

Efeitos colaterais dos antidepressivos

Os medicamentos antidepressivos podem causar efeitos colaterais moderados e freqüentemente temporários em algumas pessoas, mas eles são incomuns a longo prazo. Porém, reações ou efeitos colaterais incomuns podem interferir com o funcionamento normal e devem ser relatados ao médico imediatamente.

Os efeitos colaterais mais comuns associados a antidepressivos incluem:

  • Dor de cabeça, geralmente temporária.
  • Náusea, geralmente temporária.
  • Insônia e nervosismo.
  • Agitação.
  • Problemas sexuais em homens e mulheres, como diminuição do libido, disfunção erétil, ejaculação demorada, ou incapacidade de obter o orgasmo.

Os antidepressivos tricíclicos também podem causar mais os seguintes efeitos colaterais:

  • Boca seca.
  • Constipação.
  • Problemas na bexiga.
  • Visão turva.
  • Sonolência durante o dia.

Como devem ser tomados os antidepressivos?

As pessoas que se encontram sob antidepressivos devem seguir as instruções dadas pelo médico. A medicação deve ser tomada na dose certa e durante o período de tempo certo. Pode levar três ou quatro semanas até o medicamento começar a fazer efeito. Algumas pessoas tomam este tipo de medicação durante um período de tempo curto, e outras durante períodos muito mais longos. As pessoas que sofrem de depressão profunda ou prolongada podem necessitar de um período de tratamento mais longo.

É importante que uma pessoa que esteja a tomar antidepressivos não interrompa o tratamento sem a ajuda do médico. Algumas pessoas sob o efeito dos antidepressivos podem começar a sentir melhorias e interromper o tratamento demasiado cedo, levando a uma recaída da depressão. Quando for altura de parar a medicação o médico ajuda a pessoa a diminuir a dose de forma faseada e segura. É importante que o corpo tenha tempo de se adaptar à mudança. As pessoas não desenvolvem dependência, ou “vício” em relação aos medicamentos, mas a sua interrupção brusca pode provocar sintomas de abstinência.

Fonte: Drjulianopimentel.com.br

Esse artigo pertence à categoria Cuidados com a Saúde, Geral, Hospitalar, Medicamentos.

Deixe uma resposta

Notice!

Favor ativar os widgets na barra inferior!