Bula

Hidroclorotiazida - Bula do remédio

Hidroclorotiazida com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Hidroclorotiazida têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Hidroclorotiazida devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Laboratório

Genérico

Referência

Hidroclorotiazida

Apresentação de Hidroclorotiazida

compr.: cx. c/ 10, 20 e 500 comp. de 50 mg.

Contra-indicações de Hidroclorotiazida

Hidroclorotiazida é contra-indicado para pacientes c/ anúria e aqueles que apresentam hipersensibilidade à Hidroclorotiazida de outros fármacos derivados da sulfonamida.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Hidroclorotiazida

Hidroclorotiazida é geralmente muito bem tolerado, mas, eventualmente, podem ocorrer as seguintes Reações Adversas:Gastrintestinais: Anorexia, desconforto gástrico, náuseas, vômitos, constipação, icterícia colestática, pancreatite. Sistema nervoso central: Vertigens, parestesia, cefaléia. Hematológicas: Leucopenia, agranulocitose, trombocitopenia, anemia aplástica, anemia hemofílica. Cardiovasculares: Hipotensão ortostática (pode ser potencializada pelo álcool, barbitúricos ou narcóticos). Hipersensibilidade: Púrpura, fotossensibilidade, urticária, erupção cutânea, reações anafiláticas. Outras: Hiperglicemia, glicosúria, hiperuricemia, fraqueza, espasmo muscular.

Hidroclorotiazida - Posologia

A terapia deve ser individualizada de acordo c/ a resposta do paciente. A dose deve ser ajustada para se obter a resposta desejada, bem como para determinar a menor dose capaz de manter esta resposta. Adultos: Hipertensão: Dose inicial: 50 a 100 mg/dia, em uma só tomada pela manhã ou em doses fracionadas. Após 1 semana ajustar a posologia até se conseguir a resposta terapêutica desejada sobre a pressão sangüínea. Quando Hidroclorotiazida é usado c/ outro agente anti-hipertensivo, a dose deste último deve ser reduzida para prevenir a queda excessiva da pressão arterial. Edema: Dose inicial: 50 a 100 mg, uma ou duas vezes ao dia, até obter o peso seco do paciente. Dose de manutenção: a dose de manutenção varia de 25 a 200 mg por dia ou em dias alternados, de acordo c/ a resposta do paciente. Com a terapia intermitente é menor a probabilidade de ocorrência de distúrbios hidroeletrolíticos. Lactentes e crianças: Até 2 anos de idade: Dose diária total de 12,5 a 25 mg (1/4 a 1/2 comp.), administrada em duas tomadas. De 2 a 12 anos de idade: Dose de 25 a 100 mg (1/2 a 2 comp.), administrada em duas tomadas. A dose pediátrica diária usual deve ser baseada em 2 a 3 mg/kg de peso corporal ou a critério médico, dividida em duas tomadas.