Bula

Composição - LANITOP

cada comprimido contém: 0,1 mg demetildigoxina; excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Posologia e Administração - LANITOP

as doses de Lanitop devem ser baseadas nas necessidades individuais de cada paciente. O esquema posológico a seguir poderá ser observado segundo o critério do médico- assistente. Comprimidos: dose de saturação: 2 comprimidos, 2 vezes ao dia, durante 3 a 5 dias; dose de manutenção: 1 comprimido, 2 a 3 vezes ao dia.

Contra-Indicações - LANITOP

todos os glicosídeos cardíacos são contra- indicados em casos de intoxicação digitálica, hipercalcemia e cardioversão. A terapêutica glicosídica também pode ser contra-indicada ou necessitar de medidas terapêuticas adicionais, em casos de hipopotassemia manifesta, transtornos da condução atrioventricular e bradicardias patológicas. A administração parenteral de cálcio concomitante com terapia glicosídica não é aconselhável.

Indicações - LANITOP

todas as formas de graus de insuficiência cardíaca e nos casos onde seja indicado o uso de digitálicos, mesmo na insuficência latente.

Apresentação - LANITOP

comprimidos: caixas com 30.


- Laboratório

EVOLABIS SIF
Rua Urussui, 92 cj 101 an 10
São Paulo/SP
Tel: (11)3168 0718
Fax: (11) 3168 4940