Percebemos que você está pesquisando vários produtos.

Deixa o Cliquefarma te ajudar usando o recurso de comparação de vários produtos de uma única vez.

Clique no botão que se encontra em cada oferta para comparar seus produtos.

 Onde Comprar

Divelol - Bula do remédio

Divelol com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Divelol têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Divelol devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Laboratório

Baldacci

Referência

Carvedilol

Apresentação de Divelol

compr. 12,5 mg cx. c/ 14 un. compr. 25 mg cx. c/ 28 un. compr. 3,125 mg cx. c/ 14 ou 28 un. compr. 6,25 mg cx. c/ 14 un.

Divelol - Posologia

Divelol deve ser tomado c/ alimentos, a fim de reduzir a incidência de efeitos ortostáticos. Insuficiência Cardíaca Congestiva Sintomática A DOSE DEVE SER INDIVIDUALIZADA E MONITORIZADA DURANTE SEU INCREMENTO OU AJUSTE. Antes de iniciar o tratamento c/ Divelol, estabilize a dosagem de digital, diuréticos e inibidores da ECA (se utilizados). A dose inicial recomendada de Divelol é de 3,125 mg duas vezes ao dia por 2 semanas. Se esta dose for tolerada, deverá então ser dobrada a cada duas semanas até a concentração mais alta tolerada pelo paciente ou à critério médico. A dose máxima recomendada é de 25 mg duas vezes ao dia para pacientes c/ peso corporal menor que 85 kg e 50 mg duas vezes ao dia para aqueles que pesarem mais de 85 Kg, ou a critério médico. Antes do aumento de cada dose o paciente deve ser avaliado pelo médico c/ relação aos sintomas de piora da insuficiência cardíaca ou vasodilatação. Uma piora transitória da insuficiência cardíaca pode ser tratada c/ um aumento da dose de diurético, embora ocasionalmente seja necessária uma redução da dose de Divelol ou sua descontinuação temporária. Sintomas de vasodilatação muitas vezes respondem a uma redução na dose de diuréticos ou inibidores da ECA. Se essas alterações de dose não aliviarem os sintomas, a dose de Divelol poderá ser reduzida. A dose de Divelol não deve ser aumentada enquanto os sintomas de piora da insuficiência cardíaca ou vasodilatação não tiverem sido estabilizados. Esses episódios não impedem que a titulação de Divelol seja bem sucedida subseqüentemente. Se o tratamento c/ Divelol for descontinuado por mais de duas semanas, a terapia deve ser recomeçada c/ 3,125 mg duas vezes ao dia e a dose ajustada de acordo c/ a recomendação de dosagem descrita acima. Hipertensão essencial ou primária Adultos: A dose recomendada no início do tratamento é de 12,5 mg uma vez ao dia nos dois primeiros dias. Depois, a dose recomendada é de 25 mg uma vez ao dia. Se necessário a dosagem pode ser aumentada em intervalos de, pelo menos, 2 semanas até a dose máxima diária recomendada de 50 mg uma vez ao dia ou dividida em duas tomadas, ou a critério médico. Idosos: A dose recomendada no início do tratamento de 12,5 mg uma vez ao dia tem proporcionado controle satisfatório em alguns pacientes. Se a resposta não for adequada, a dose pode ser adaptada, em intervalos de, pelo menos, 2 semanas, até alcançar a dose máxima diária recomendada de 50 mg uma vez ao dia ou dividida em duas tomadas, ou a critério médico. Terapia a longo prazo da coronariopatia A dose recomendada no início do tratamento é de 12,5 mg uma vez ao dia nos dois primeiros dias. Depois, a dose recomendada é de 25 mg duas vezes ao dia. Se necessário a dosagem pode ser aumentada em intervalos de, pelo menos, 2 semanas até a dose máxima diária recomendada de 100 mg dividida em duas tomadas. Idosos: A dose máxima recomendada é de 50 mg duas vezes ao dia, ou a critério médico.