Alecrim – Benefícios

02/12/2020 0 Por cliquefarma

Vamos falar hoje no blog do Cliquefarma a respeito de uma erva muito saborosa e que possui diversos benefícios. O alecrim. Acompanhe agora mesmo seus nutrientes, para que ele serve, os benefícios e como consumi-lo de maneira correta para tirar todo o seu proveito! Confira já!

O que é o alecrim?

O alecrim é uma erva aromática comum na região do Mediterrâneo. É um grande aliado do emagrecimento, tem ação expectorante, melhora inflamações e gripe, e tem forte ação antioxidante, prevenindo derrames e doenças cerebrais degenerativas. O alecrim também ajuda na digestão e diminui os gases.

 

O alecrim (Rosmarinus officinalis L.) chegou ao Brasil na época da colonização e recebeu diversos nomes populares como: rosmarinho, rosmaninho, alecrim comum, alecrim de cheiro, alecrim de jardim e alecrim de horta.  É uma erva rica em compostos flavonoides, terpenos e ácidos fenólicos que lhe proporcionam propriedades antioxidantes. Além disso, o alecrim é antisséptico, depurativo, antiespasmódico, antibiótico e diurético.

Principais nutrientes do alecrim

Um dos principais nutrientes do alecrim é a vitamina A, que é essencial para os olhos e a pele, previne infecções e tem forte ação antioxidante.

 

O tempero também conta com a vitamina C que melhora a imunidade, evita o envelhecimento da pele, previne derrames, tem ação antioxidante e proporciona resistência aos ossos.

 

A vitamina K também está presente, sendo relevante para a coagulação sanguínea e fixação do cálcio nos ossos. O alecrim ainda conta com as vitaminas B1 e B2, em que ambas agem no metabolismo da glicose, dos ácidos graxos e aminoácidos, ou seja, ajudam o organismo a utilizar essas substâncias com eficiência.

 

Além disso, elas também desempenham um papel importante na formação da bainha de mielina, que fica em torno das fibras nervosas e permite mensagens entre os nervos.

 

O alecrim conta com compostos fenólicos que têm atividades biológicas importantes, como antioxidantes, anti-inflamatórias, anticarcinogênicas, entre outras.

Tabela nutricional do alecrim

Nutrientes Alecrim fresco picado (1 xícara de chá 40 g) Alecrim desidratado (2 col. sopa 6,6 g)
Calorias 52 kcal 22 kcal
Carboidratos 8,3 g 4,2 g
Proteínas 1,3 g 0,3 g
Lipídios 2,3 g 1 g
Fibras 5,6 g 2,8 g
Vitamina A (retinol equivalente) 58 mcg 10 mcg
Vitamina A (SI) 1170 UI 206 UI
Vitamina C 8,7 mg 4 mg
Cálcio 127 mg 84 mg
Potássio 267 mg 63 mg
Sódio 10 mg 3 mg

 

Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO. Escola Paulista de Medicina. Departamento de Informática em Saúde. Tabela de composição Química dos Alimentos (TABNUT).

Para que serve o alecrim?

Ajuda no emagrecimento: O chá de alecrim serve para emagrecer, porque tem ação diurética, contribuindo para menor retenção de líquidos. Além disso, a bebida ajuda no trânsito intestinal.

 

Reduz os gases: O alecrim diminui o desconforto causado pelos gases intestinais, pois auxilia a expeli-los e diminui as cólicas.

 

Ação antioxidante e anti-inflamatória: Essa erva é rica em compostos fenólicos que possuem forte ação antioxidante, por isso, agem combatendo os radicais livres e previnem problemas como o câncer, derrames e doenças cerebrais degenerativas, de conter ação anti-inflamatória.

Principais benefícios

  • Combate a gripe
  • Bom para quem tem diabetes
  • Bom para as articulações
  • Diminui o estresse
  • Melhora a memória.

 

Combate à gripe: A Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP) concluiu que o alecrim ajuda a combater o vírus da gripe. Ainda, este alimento conta com ação expectorante e, então, também é interessante em casos de tosse.

 

Bom para quem tem diabetes: Uma pesquisa inicial realizada pela USP concluiu que o alecrim conta com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que podem apresentar benefícios para quem tem doenças crônicas não-transmissíveis nas quais o estresse oxidativo e a inflamação atuam de forma significativa, como diabetes.

 

Bom para as articulações: O alecrim aplicado na pele por meio de compressas pode ajudar a reduzir as inflamações nas articulações, afinal, ele possui ação anti-inflamatória. Contudo, ainda são necessárias mais pesquisas para comprovar este benefício.

 

Diminui o estresse e melhora a memória: Alguns estudos sugerem que o óleo de alecrim, combinado com outros óleos, pode abaixar os níveis de cortisol e, assim, abaixar o estresse.

Alecrim do campo

Pode-se dizer que existem dois tipos de alecrim: o comum e o alecrim do campo, sendo esse último aquele ao qual a música “alecrim, alecrim dourado” faz referência. Isso porque, enquanto no alecrim (Rosmarinus officinalis L.) brotam flores de pétalas roxas, no alecrim do campo (Baccharis dracunculifolia) surgem pétalas amarelas.

 

Apesar de serem plantas “diferentes”, tanto o alecrim quanto o alecrim do campo possuem as mesmas propriedades medicinais para a saúde. Além disso, o alecrim do campo também é utilizado na fabricação de alguns produtos específicos, como óleos essenciais à base de nerolidol e a própolis verde.

Como usar o alecrim

O alecrim pode ser ingerido nas formas in natura, como tempero, em pó ou ser passado na forma de óleo. De sabor pungente e aroma particular, combina com carnes suínas, peixes e frango, assim como em sopas, molhos à base de tomate ou para aromatizar o azeite de oliva.

 

Benefícios do chá de alecrim para a saúde

O chá de alecrim é conhecido pelo seu sabor, aroma e pelos seus benefícios para a saúde como melhora da digestão, alívio da dor de cabeça e combate ao cansaço frequente, além de também favorecer o crescimento do cabelo.

 

Os principais benefícios do chá de alecrim são:

1. Melhora a digestão

O chá de alecrim pode ser tomado logo a seguir o almoço ou o jantar, sendo útil para melhorar o processo digestivo, ajudando a combater a acidez e o excesso de gases. Dessa forma, diminui a distensão abdominal e a falta de apetite.

2. É um ótimo antibiótico natural 

Devido às suas propriedades medicinais, vimos que o alecrim possui ação antibiótica, sendo mais eficaz contra as bactérias Escherichia coli, Salmonella typhi, Salmonella enterica e Shigella sonnei, que são normalmente relacionadas com infecção urinária, vômito e diarreia.

 

Apesar disso, é importante não excluir o uso de medicamentos indicados pelo médico, mesmo sendo uma ótima forma de se recuperar mais rápido.

3. É um excelente diurético

O chá de alecrim é um excelente diurético natural, podendo ser utilizado em dietas para baixar de peso e combater a retenção de líquidos no corpo. Esse chá aumenta a produção de urina estimulando o organismo a eliminar os líquidos e as toxinas acumuladas, melhorando a saúde.

4. Combate o cansaço mental

Vários estudos comprovaram os benefícios do alecrim para o funcionamento cerebral e, por isso, é uma excelente opção para períodos de estresse como antes de provas ou antes ou depois de reuniões de trabalho, por exemplo.

 

Além disso, as propriedades do alecrim também podem ter efeito no que diz respeito ao combate do Alzheimer, evitando a perda de memória, no entanto são necessários mais estudos para que se possa utilizar o alecrim na produção de medicamentos contra o Alzheimer.

5. Protege a saúde do fígado

O alecrim pode atuar melhorando o funcionamento do fígado e diminuindo a dor de cabeça que surge depois de ingerido bebidas alcoólicas ou ter comido em excesso, principalmente comidas com grande teor de gordura.

 

Vale salientar que, o chá de alecrim não deve ser consumido em caso de doenças do fígado sem que seja indicado pelo médico, isso porque apesar de ter efeito protetor do fígado ainda não se sabe qual a eficácia desse chá contra essas doenças.

6. Ajuda no controle da diabetes

O chá de alecrim também ajuda a manter a diabetes sob controle, já que diminui a glicose e aumenta a insulina. O consumo desse chá não substitui o uso de medicamentos indicados pelo médico e a realização de uma alimentação adequada, devendo ser ingerido como complemento do tratamento médico e nutricional.

7. Combate a inflamação 

O consumo de chá de alecrim também é excelente para combater a inflamação e aliviar a dor, o inchaço e o mal estar. Por isso, pode ajudar a combater a inflamação no joelho, a tendinite e, inclusive, a gastrite, que é a inflamação no estômago.

8. Melhora a circulação

O alecrim possui efeito antiplaquetário, sendo, por isso, de grande utilidade para quem tem problemas circulatórios ou que necessitam manter repouso durante alguns dias, já que melhora a circulação e evita a formação de trombos, que poderiam obstruir a circulação. Por isso, uma das recomendações é consumir o chá depois de uma cirurgia, por exemplo.

9. Ajuda a combater o câncer 

Alguns estudos realizados com animais indicam que o alecrim é capaz de diminuir o desenvolvimento de células tumorais devido a sua ação antioxidante, no entanto são necessários ainda outros estudos para identificar exatamente como essa planta pode ser utilizada na produção de medicamentos contra o câncer.

10. Pode ajudar no crescimento do cabelo

Além de tudo isso, o chá de alecrim sem açúcar pode ser usado para lavar o cabelo, porque ele fortalece os fios, combate a oleosidade excessiva, combatendo a caspa. Além disso, facilita o crescimento do cabelo, porque melhora a circulação do couro cabeludo.

Como fazer o chá de alecrim

Ingredientes

  • 5 g de folhas secas de alecrim;
  • 150 ml de água em ponto de fervura.

Preparo

Adicionar o alecrim na água fervente e deixar repousar por 5 a 10 minutos, devidamente tapado. Coar, deixar amornar e tomar, sem adoçar, de 3 a 4 vezes por dia.

 

Além de ser utilizado na forma de chá, o alecrim pode ser utilizado como erva aromática para temperar os alimentos e está disponível na forma seca, em óleo ou fresco. O óleo essencial é especialmente utilizado para adicionar à água de banho ou para fazer massagens em locais doloridos.

Por quanto tempo tomar o chá?

Não há um tempo definido para o consumo do chá, no entanto os fitoterapeutas recomendam o consumo por cerca de 3 meses, devendo parar por 1 mês.

É melhor usar as folhas secas ou frescas?

De preferência é melhor utilizar as folhas frescas, já que o potencial terapêutico pode ser encontrado principalmente no óleo de essencial de alecrim, cuja concentração é maior nas folhas frescas que nas secas.

É possível preparar o chá de alecrim com canela?

Sim, não há contraindicação para utilizar a canela em conjunto com o alecrim para preparar o chá. Para fazer basta acrescentar 1 pau de canela na receita original do chá.

Possíveis efeitos secundários

O chá de alecrim é considerado bastante seguro, no entanto, quando consumido em excesso pode causar náuseas e vômitos.

 

No caso do óleo essencial, não deve ser aplicado diretamente sobre a pele, já que pode causar irritação, além de também não ser usado em feridas abertas.

 

No caso de pessoas com pressão alta e que tomam medicamentos, o chá de alecrim poderia causar hipotensão, enquanto que no caso das pessoas que tomam diuréticos, pode haver desequilíbrio nos eletrólitos.

Contraindicações e cuidados

O chá de alecrim não deve ser consumido durante a gravidez, a amamentação e por crianças com menos de 5 anos. As pessoas que possuem doença do fígado também não devem consumir esse chá, uma vez que promove a saída da bílis, o que poderia piorar os sintomas e a doença.

 

Além disso, poderia interagir com alguns medicamentos, como anticoagulantes, diuréticos, lítio e medicamentos para regular a pressão arterial, e, por isso, caso a pessoa esteja fazendo uso de algum desses medicamentos é importante consultar o seu médico antes de tomar o chá de alecrim.

Riscos do consumo em excesso

Consumir mais do que quatro xícaras de chá de alecrim ao dia pode causar nefrite, problemas gastrointestinais e intoxicação.

Receitas com alecrim para você aproveitar este saboroso tempero

Abóbora com alecrim

Ingredientes

  • 1 abóbora japonesa pequena
  • 1 cebola pequena cortada em cubos
  • azeite para regar
  • alecrim fresco
  • sal a gosto

Modo de Preparo

Lave bem a abóbora e pique em pedaços médios. Forre uma forma com papel alumínio. Coloque a abóbora. Salpique por cima a cebola, o alecrim e o sal. Regue com azeite. Leve ao forno médio por uma hora ou até que os pedaços de abóbora estejam macios e começando a dourar.

Chá e laranja e alecrim

Ingredientes

  • 2 sachês de chá preto
  • 1 ramo de alecrim
  • 1 fatia de laranja

Modo de preparo

Prepare o chá preto e deixe esfriar. Coloque gelo, o alecrim e a fatia de laranja e aproveite.

Chá e laranja e alecrim

Ingredientes

  • 2 sachês de chá preto
  • 1 ramo de alecrim
  • 1 fatia de laranja

Modo de preparo

Prepare o chá preto e deixe esfriar. Coloque gelo, o alecrim e a fatia de laranja e aproveite.

Tempero de ervas

Ingredientes

 

  • 2 ramos de alecrim
  • 10 folhas de manjericão
  • pimenta calabresa
  • sal grosso
  • azeite
  • 1 colher de cominho
  • 1 colher de vinagre de maçã

Modo de Preparo

Misture todos os ingredientes e use para temperar carnes e frangos.

Salmão ao molho de alecrim

Ingredientes

  • 2 filés de salmão
  • Azeite de oliva para grelhar
  • Sal a gosto
  • Sumo de 1 limão
  • Alecrim a gosto

Modo de Preparo

Tempere o salmão com sal e deixe reservado por 10 minutos. Aqueça uma frigideira com mais ou menos 3 colheres (sopa) de azeite e leve os filés para selar dos dois lados. Quando estiver um pouco dourado, acrescente o sumo do limão, virando os filés se necessário. Acrescente o alecrim, e deixe no fogo por mais 5 minutos e desligue o fogo. Tampe a panela e reserve.

Gin Tônica com alecrim

Ingredientes

  • Suco de 1 limão
  • 1 dose de gin
  • 1 latinha de água tônica
  • 1 ramo de alecrim
  • gelo

Modo de Preparo

Em uma taça de Gin Tônica, misture todos os ingredientes. Finalize com o ramo de alecrim.

E você costuma fazer uso do alecrim no seu dia a dia? Tem alguma receita diferente para compartilhar conosco? Deixe seu comentário no box abaixo que teremos o maior prazer em interagir com você!