Cera Depilatória

08/03/2021 0 Por cliquefarma

Já falamos nos últimos dias sobre dois meios bastante seguros e práticos para a depilação – o creme depilatório e as folhas depilatórias. O assunto de hoje talvez aborde o mais conhecido deles, a cera depilatória. Vamos falar sobre os tipos de cera, como utilizar corretamente, informações gerais e onde comprar. Por isso que insistimos para você acompanhar este artigo até o final!

Cera Depilatória

Benefícios de se usar a cera depilatória

Há anos que a depilação à cera é utilizada por homens e mulheres e se tornou um dos meios mais populares e reconhecidos para se livrar dos pelos indesejáveis. Ela tem muitos benefícios e neste tópico vamos falar sobre eles, veja só:

  • Deixa a pele bem lisinha e macia, pois elimina os pelos pela raiz,
  • Resultados prolongados e pelos demorando a crescer;
  • Agilidade, pois retira uma grande quantidade de pelos de uma só vez;
  • Cera quente proporciona diminuição da dor

Algumas precauções a se tomar com a cera

Mesmo depois de muitos anos presente na realidade das pessoas, ainda rondam diversos mitos a respeito da depilação com a cera como ela causar flacidez ou o fato de usá-la muito quente é o responsável pelo rompimento de vasinhos nas pernas. 

Apesar de informações sem comprovação científica, é necessário sim que se siga algumas recomendações quando se utiliza esse método de depilação, pois certos comportamentos podem ser perigosos e trazer prejuízos à sua saúde.

Por exemplo, não deve-se depilar novamente nenhuma parte do corpo com cera antes de pelo menos 28 dias após a última depilação, pois esse é o tempo aproximado que o pelo demora para crescer novamente e tomar sol sem nenhum tipo de proteção solar após a depilação pode até mesmo manchar a pele. Portanto, é melhor termos cuidado e analisar algumas verdades e mentiras. Confira só:

Verdades e mentiras sobre cera depilatória

Vamos esclarecer agora algumas inverdades sobre a cera depilatória para você compreender melhor a respeito dessa alternativa:

É possível desenvolver flacidez se utilizar muita cera quente em regiões com a pele fina, como a pálpebra (para depilar sobrancelha) ou o buço, por exemplo.

MITO. Apesar de ser uma crença bastante difundida, o calor e o movimento de puxar a cera não têm o poder de alterar a elasticidade da pele. Tudo acontece apenas de forma superficial, e o verdadeiro causador da flacidez é o enfraquecimento da produção de colágeno e elastina que não tem relação alguma com a depilação.  

O que previne a flacidez, principalmente das pálpebras, é evitar as lâmpadas infravermelhas e a luz do sol sem proteção solar porque a exposição excessiva à radiação é nociva ao colágeno e à elastina que sustentam a pele.

Usar calcinha de algodão ou dormir sem calcinha é aconselhável após a depilação com cera.

VERDADE. Isso evita que a região fique abafada e a pele abafada, bem como proliferação de bactérias e desenvolvimento de foliculites.

Depilar-se com cera pode causar manchas ou escurecer a pele.

VERDADE. É preciso cuidado para não fazer a depilação com produtos ou técnicas de maneira errada para que isso não aconteça.

Quando a cera aplicada na perna é muito quente, pode romper vasinhos e até causar varizes.

MITO. Por mais quente que o produto esteja, sua ação é apenas superficial, na camada da pele chamada hipoderme. Os microvasos são localizados muito abaixo onde a cera não teria nenhum tipo de alcance para interferir no seu rompimento. 

Deve ser usado protetor solar nas áreas depiladas para prevenir manchas.

VERDADE. Se for se expor ao sol, especialmente é isso mesmo. Senão, é preciso usar produtos e técnicas adequadas.

A depilação encrava os pelos.

VERDADE. Por conta da extração dos pelos pela raiz, algumas vezes eles não alcançam a barreira epidérmica, às vezes por causa da falta de manutenção da pele como hidratação e esfoliação, que devem ser feitas periodicamente, de três a cinco dias depois da depilação, aproximadamente com produtos adequados.

Se depilar com lâmina acaba engrossando os pelos.

MITO. Lâminas não têm esse poder, elas apenas cortam os pelos, sua espessura depende de outros fatores e vão variar de pessoa para pessoa de acordo com a genética, bem como alterações hormonais.

Áreas mais sensíveis do corpo, como buço e sobrancelhas não devem ser depiladas com cera, pois podem ficar flácidas.

MITO. Conforme já pontuado, a causa principal da flacidez é a baixa produção de colágeno, como no processo de envelhecimento natural, por exemplo. Se puder evitar o procedimento na sobrancelha é melhor por outro motivo: as pálpebras ficam na região orbicular, onde é muito sensível e o movimento abrupto de puxar a cera pode prejudicar a saúde dos olhos.

Não é recomendado usar desodorante após utilizar cera depilatória.

VERDADE. Qualquer produto que contenha álcool pode ser irritativo para a pele recém-depilada pela cera.

Depois de depilar com cera, recomenda-se passar a lâmina para que os pelos não encravem.

MITO. Isso não tem eficácia comprovada e também não é indicado. O correto é manter a manutenção da pele por meio de hidratação e esfoliação.

A depilação com cera fria encrava os pelos.

MITO. Não há mudança nos processos, a única coisa que muda é a temperatura, a ação é a mesma.

Se utilizar hidratante à base de álcool após a depilação vai irritar a pele.

VERDADE. Qualquer solução à base de álcool deve ser evitada após a depilação, pois trata-se de uma substância irritante e com potencial de ressecamento para a pele.

Depilar as pernas com cera pode causar varizes.

MITO. O que de fato costuma causar varizes são complicações na circulação.

O melhor método para depilar o buço é a cera quente.

VERDADE. Opte pela cera depilatória quente de baixa fusão. Elas são ótimas para áreas mais delicadas como as do rosto.

Causa problemas de saúde reutilizar a mesma cera.

VERDADE. Inclusive infecções e proliferação de inúmeras bactérias, germes e micro-organismos.

Os pelos crescem mais rapidamente quando depilados com cera quente do que com cera fria.

MITO. Como já mencionado, a única diferença é a temperatura, porém a ação é a mesma.

Depilar completamente os pelos da região da virilha (incluindo genitais e ânus) pode ser prejudicial à saúde.

VERDADE. Os pelos são um meio de proteção contra germes e agressores externos e dependendo da área externa depilada, a virilha cavada interfere nessa proteção, podendo ser porta de entrada para infecções ginecológicas.

O período menstrual interfere no nível de dor sentido durante a depilação.

VERDADE. Isso se deve às flutuações hormonais, o que deixa as mulheres mais sensíveis à dor em alguns períodos do que outros.

O cuidado ao depilar o buço com cera deve ser redobrado se a pessoa fizer uso de ácidos como o retinoico e o glicólico.

VERDADE. Durante a aplicação dos ácidos, a depilação está contraindicada. Porém, durante o tratamento, se a pessoa já for acostumada com esse tipo de procedimento, pode continuar com o mesmo profissional que já conheça sua pele para que não haja intercorrências.

Cera Depilatória

Algumas dicas para se seguir ao fazer uso da cera depilatória

Certas pessoas descrevem a depilação com cera como algo extremamente doloroso e ela acabou sendo julgada por isso. Mas será que é assim mesmo até hoje? E será que há diferença entre depilar com cera quente e cera fria?

O que podemos atribuir aos avanços tecnológicos é que as técnicas de depilação estão cada vez mais modernas e já existem até certos tipos de cera que grudam no pelo e não na sua pele, fazendo com que a depilação com cera quente se torne menos incômoda.

Claro que é suposto sentirmos algum tipo de dor, pelo fato do pelo ser arrancado desde a raiz, mas nada comparado às décadas passadas em que todas as ceras eram aderidas à nossa pele! O usual é a cera quente doer menos que a fria por conta da temperatura amenizar e favorecer a dilatação dos folículos pilosos (os poros onde os pelos ficam armazenados). Mas confira nossas dicas para uma depilação com o mínimo de dor possível:

Mais tempo de pele lisa

A partir do momento que vai se depilando com a cera depilatória, cada vez mais vai se espaçando o tempo de repetir o procedimento. Isso acontece porque o produto destrói as raízes dos pelos, e então ele vai perdendo cada vez mais força até não nascer mais. Mas para que isso aconteça, é preciso paciência. Use esse único método de depilação para sempre, sem utilizar a lâmina de vez em quando e você verá a diferença.

Benefício esfoliante

A cera depilatória também é um poderoso esfoliante, ela na temperatura quente ao ser retirada da pele junto com os pelos, remove também as células mortas, algo que não é muito conhecido pelas pessoas.

Pele macia, lisa e suave.

O aspecto da pele depilada com cera depilatória fica suave e macio. Ao contrário da lâmina, que costuma deixar a pele áspera, pois os pelos crescem aceleradamente e conseguimos sentir eles despontando no máximo 2 dias depois da depilação.

Diminuição da dor

Infelizmente, o estigma sobre a dor da depilação com cera ainda permanece até hoje! O maior receio das pessoas ainda é esse e é por isso que recomenda-se fazer uso da cera quente, pois a temperatura ajuda a dilatar os poros, causando menos dor.

Outro fator que ajuda bastante no processo é a procura por profissionais capacitados, que serão capazes de utilizar técnicas e produtos corretos para fornecer o melhor atendimento com o máximo de conforto possível!

Sempre fica a dúvida sobre a utilização da cera fria também. Recomendamos você procurar se informar para saber técnicas que possam ajudar a utilizá-la de uma maneira que seja prática e menos dolorosa para você também. Assim conseguirá decidir de uma maneira mais assertiva se somar os pontos positivos e negativos de cada uma. Vamos ver agora as principais diferenças entre elas.

Existem diferenças entre cera fria e cera quente?

Se você ainda tem dúvidas sobre as ceras depilatórias como um todo ou se quer saber qual das duas é a ideal para você, talvez elucidar essas questões pode ajudar a decidir definitivamente o que pode se adequar mais às necessidades da sua pele. Confira agora nesse tópico um apanhado de diferenças que separamos entre elas para você comparar:

Cera depilatória quente

Se o seu principal desafio em aderir de uma vez por todas à depilação com cera é o medo da dor, justamente por ser muito sensível à ela, escolha a cera depilatória quente.

Como dito, os poros são dilatados e isso ameniza bastante a dor na hora de arrancar os pelos pela raiz e outra vantagem e a ação anti-inflamatória que o calor exerce na pele, acalmando-a. Se ela for aplicada de maneira correta, de acordo com as instruções do fabricante, não tem perigo de manchar ou escurecer sua pele e é ideal para peles jovens que vão testar a primeira depilação da vida!

Regiões menores, como virilha e axila, comportam muito bem a cera quente e sua única ressalva é para quem tem muitas varizes nas pernas, porque como ela dilata demais os vasos sanguíneos, é perigoso a situação se agravar.

Cera depilatória fria

A cera fria é mais dolorosa, não tem ação anti-inflamatória porque não tem a vantagem da temperatura da outra. Essa versão costuma ser usada mais em casa, por mulheres que já estão acostumadas a se depilar. Encontram-se kits ótimos delas em alguns lugares estratégicos que a gente te conta daqui a pouco para você poder usar a sua em casa já já!

Normalmente, ela é indicada para quem é muito sensível ao calor ou sofre de varizes e não pode fazer uso da cera quente. Para viagens ela também é uma boa pedida, pois é fácil de ser transportada e aplicada, porém causa um pouco mais de dor, como foi dito anteriormente.

O ponto mais importante para se considerar da cera depilatória fria é que as instruções do fabricante devem ser levadas a sério, pois seus pelos precisam estar compridos e a aplicação deve ser feita de maneira correta, senão ela pode deixá-los quebrados e sem conseguir arrancar.

Prós e contras da cera quente

Prós

  • O pelo é arrancado pela raiz, de modo fácil e rápido.
  • A duração da depilação pode demorar cerca de 15 a 20 dias.
  • O calor da cera, ajuda a pele a dilatar os poros dos folículos pilosos, e dessa forma os pelos saem mais facilmente e com menos dor.
  • Pelo fato da pele dilatar facilitando a saída dos pelos, isso dificulta o desenvolvimento de pelos encravados.
  • É uma modalidade de depilação bem mais barata em comparação com alguns outros métodos de depilação no mercado.
  • Simples e rápido de aplicar.
  • Deixa a pele lisa e macia num instante.
  • Por ser uma alternativa de depilação simples, pode ser feita em casa, sem a necessidade de recorrer a um serviço profissional.
  • Pode-se encontrar tipos de ceras específicas para cada região do corpo. O que deixa tudo mais prático e seguro ao mesmo tempo.
  • É relativamente rápido.
  • Os pelos não crescem pontiagudos e espetados como quando depilados com lâminas, fazendo assim com que a pele se mantenha sempre lisa, macia e suave.

Contras

  • Ainda acontecem alguns incômodos e dores na hora de arrancar os pelos
  • Precisa esperar pelo menos 48 horas para se expor diretamente ao sol após a depilação, tal como se bronzear na praia, ou piscinas, a fim de evitar manchas na pele.
  • Pode causar irritações e vermelhidão em peles sensíveis propensas a alergias.
  • Se não usada de maneira correta, pode causar queimaduras e manchas escuras na pele.
  • Para evitar irritações, é preciso tomar algumas precauções antes e depois de se depilar.
  • Não se pode esquecer de utilizar protetor solar em abundância nas partes depiladas que possam ficar expostas.
  • Pode não ter tanta eficácia em pelos muito curtinhos, portanto, talvez tenha que esperar os pelos crescerem em um tamanho maior até estarem no tamanho de se depilar novamente.

Prós e contras da cera fria

Observe agora o mesmo comparativo entre prós e contras da cera fria:

Prós

  • A cera depilatória fria é bastante econômica e fácil de encontrar para comprar em farmácias, lojas de cosméticos e lojas de departamento. Se for pagar para fazer o procedimento com um profissional, também não será caro o serviço prestado.
  • Quem tem pele sensível, é recomendado que se use ela para evitar irritações e vermelhidão.
  • Considerado um método super rápido.
  • Assim como a cera quente, elimina-se o pelo pela raiz, o que evita que cresça espetado, deixando a pele lisinha e suave.
  • É fácil de usar seguindo as instruções da embalagem e você pode adquirir para fazer em casa sem nenhum problema.
  • Demora para crescer os pelos, aproximadamente 20 dias e a pele permanece lisa neste período.
  • Após no máximo 24 horas, já se pode tomar sol normalmente.

Contras

  • A dor é muito maior do que a cera quente, pois a tendência é que os poros se fechem e fiquem mais resistentes a saírem se forem puxados.
  • Deve ser muito bem manipulada, senão os desconfortos podem ser ainda maiores.
  • Necessita de todo um preparo anterior.
  • Precisa de produtos para acalmar a pele antes de ser aplicada para que não deixe a pele sensível e avermelhada.
  • É importante refazer o processo diversas vezes e esperar pelo crescimento do pelo por pelo menos 5 mm.

Para o meu caso – Qual o melhor método de depilação?

Já vimos tudo o que precisávamos a respeito dos dois tipos de cera depilatória. Agora você só precisa decidir alguns pontinhos a mais como, por exemplo, quais valores está decidido a investir e quais as reais necessidades da minha pele nesse momento, etc.

Você pode também realizar alguns testes em pequenas áreas do corpo para ver como a sua pele reage a cada uma delas. Assim terá uma chance de ver efetivamente qual o método agrada mais e que é mais eficiente na sua opinião.

Cera Depilatória

Onde comprar?

O buscador e comparador de preços de medicamentos e cosméticos Cliquefarma aparece como uma ferramenta útil para você comprar cera depilatória de maneira rápida e simples. Com apenas um clique, você consegue pesquisar qualquer produto ou medicamento em farmácias e drogarias da sua região e verificar qual o melhor preço e condição de entrega que se encaixa em suas preferências. 

Faça uma busca agora mesmo! Comente conosco sua experiência fazendo uso desta modalidade de depilação no box de comentários. Sua opinião é importante para nós!