Chás e Ervas Medicinais – Tudo sobre eles.

15/09/2021 0 Por cliquefarma

Você já sentiu uma dor de barriga e sua avó ou sua mãe te deu um chazinho para aliviar seus sintomas? Isso com certeza já deve ter acontecido com a maioria das pessoas! O uso de chás e ervas medicinais tem sido passado de geração em geração há muito tempo.

Na verdade, há milhares de anos, não existia a medicina convencional que conhecemos hoje, com remédios para cada tipo de sintoma que temos. No passado, o que ajudava a curar as pessoas eram os chás e ervas medicinais.

Hoje em dia, o uso de chás e ervas medicinais é muito popular. No entanto, é um assunto controverso entre os médicos. Alguns médicos afirmam que o uso de ervas e chás pode causar efeitos indesejados em tratamentos com medicamentos convencionais.

Já outros médicos e especialistas, recomendam o uso de chás e ervas para ajudar no tratamento de muitos sintomas. Mas a verdade é que ainda faltam muitas pesquisas para os médicos chegarem a um acordo.

Embora as ervas e outros recursos naturais para a medicina sejam amplamente estudados, esses recursos são pesquisados em ambientes controlados com a quantidade certa de cada substância. Sendo assim, a eficácia de cada erva é comprovada e seu uso é aprovado para a fabricação e medicamentos fitoterápicos.

No entanto, os chás que usamos em casa podem variar em quantidade de princípios ativos e eficácia. É por isso que existe uma controvérsia muito grande entre os especialistas no assunto.

Mas ainda assim, quando os chás e ervas medicinais são usados com cautela, eles podem proporcionar muitos benefícios. Esses benefícios são comprovados principalmente pelos populares que usam a medicina alternativa para promover a cura de sintomas.

Neste artigo vamos te ajudar a conhecer mais sobre os chás e ervas medicinais. Você vai conhecer as ervas mais populares que são usadas no mundo todo para fazer chás. Além disso, vamos te mostrar os benefícios de cada uma dessas ervas e chás medicinais. Mas antes disso, vamos ver um pouco mais sobre a história dos chás e ervas medicinais.

Chás e Ervas Medicinais

Ervas e chás medicinais – da pré-história até a era moderna 

Os remédios feitos com ervas e produtos naturais datam de tempos pré-históricos, quando eram usados ​​para tratar problemas físicos, bem como para se alimentar e se abrigar.

Sem dúvida, as pessoas aprenderam por instinto e por gerações de tentativa e erro, descobrindo quais plantas eram úteis no tratamento de doenças e quais eram venenosas.

O estudo das ervas remonta a mais de 5.000 anos aos sumérios, que descreveram usos medicinais bem estabelecidos para plantas como cominho e tomilho.

O primeiro livro de ervas chinesas conhecido, datado de cerca de 2700 AC, lista 365 plantas medicinais e seus usos – incluindo ma-huang, o arbusto que introduziu a droga efedrina na medicina moderna.

Em 1000 aC, os egípcios costumavam usar alho, ópio, coentro, hortelã e outras ervas como remédios, alimentos e corantes.

Até mesmo o Antigo Testamento menciona o uso de ervas e seu cultivo, incluindo trigo, cevada e centeio. Os antigos gregos e romanos também escreveram sobre os vários usos das plantas como remédios.

É importante ressaltar que as práticas médicas gregas e romanas são preservadas nos escritos de Hipócrates, que é considerado o pai da medicina. Hipócrates defendia o uso de algumas drogas simples à base de ervas, junto com ar fresco, descanso e dieta adequada.

O primeiro escrito definitivo europeu sobre ervas foi compilado pelo médico grego Dioscórides no primeiro século DC e seu compêndio de mais de 500 plantas permaneceu uma referência oficial no século XVII.

O uso das plantas na medicina mudou pouco durante a Idade Média. No entanto, a igreja cristã primitiva desencorajou a prática formal da medicina, preferindo a cura pela fé, mas muitos escritos gregos e romanos sobre medicina foram preservados por monges que diligentemente copiaram à mão os antigos manuscritos médicos.

Os mosteiros se tornaram o centro local do conhecimento médico, e seus jardins de ervas forneciam grande parte da matéria-prima para tratamentos simples. A medicina popular em casa e nas aldeias continuou e entre os praticantes estavam as “mulheres sábias” que prescreviam remédios de ervas ancestrais. Eles se tornaram o alvo de muitas das caças às bruxas no final da Idade Média.

O século 17, no entanto, viu o início de uma lenta erosão dos remédios feitos com ervas e do tratamento com a introdução de drogas químicas ativas como arsênio, sulfato de cobre, ferro, mercúrio e enxofre.

Os chás usados nesses lugares com o tempo foram se espalhando para outras regiões do mundo inteiro. Até que chegaram na Europa e nas Américas onde se tornaram muito populares.

Os ingleses, por exemplo, desenvolveram o hábito de tomar chá de ervas e frutas e, hoje, são muito conhecidos por esse hábito. Já aqui no Brasil, o hábito de usar chás e ervas medicinais também foi desenvolvido pelos índios e passado de geração em geração.

Os índios ensinaram até mesmo aos portugueses muitas curas à base de plantas e ervas que existiam na flora brasileira.

Hoje em dia, principalmente os idosos têm o hábito de usar chás e ervas medicinais para promover alívio de muitos sintomas. Além disso, esses idosos tentam passar para os seus ascendentes o conhecimento sobre ervas e chás medicinais.

Além disso, muitas ervas que foram usadas desde os tempos pré-históricos e outras que foram encontradas registradas em livros antigos, são usadas até hoje para fazer chás e aliviar sintomas.

Embora o uso de chás e ervas medicinais não substitua a medicina convencional com seus remédios sintéticos poderosos, a medicina alternativa com chás e ervas tem o seu valor e pode ser uma grande aliada para a medicina convencional.

Quais são as plantas medicinais e para que servem

Os chás de ervas têm uma longa história em todo o mundo. O chá de ervas é simplesmente uma infusão de qualquer planta comestível. Ele está disponível em grandes variedades e pode ser feito com muitos ingredientes diferentes, incluindo casca de árvore, flores, folhas, raízes, especiarias, sementes e frutas.

Quando se trata de plantas medicinais, elas podem ser usadas para fazer chás e também emplastros e infusões com álcool para uso tópico.

O emplastro é um tipo de curativo que muitas vezes é utilizado tendo como base plantas medicinais para promover a cura de feridas e furúnculos na região da pele.

Já as infusões com álcool são usadas para realizar massagens em regiões do corpo que sofrem com dores musculares e reumáticas.

Os chás de plantas podem ser usados para uma infinidade de coisas. Eles têm o seu uso medicinal, mas também podem ser usados como uma simples bebida.

Quais são as ervas medicinais – conheça seus benefícios

Os chás e ervas medicinais tem tantos benefícios, que muitos deles são mesmo esquecidos. O chá de camomila, por exemplo, antes de ir para a cama, pode ajudar no relaxamento e no adormecimento.

Chá de limão com mel é uma ótima solução para dores de garganta e hortelã-pimenta para dores de estômago. Portanto, o chá tem múltiplas propriedades curativas, que muitos assumem na forma de comprimidos sintéticos, mas são esquecidos quando informados de que os chás de ervas podem fornecer as mesmas soluções, mas de uma forma natural, saudável e revitalizante.

Existem três maneiras de preparar chás de ervas. O primeiro método é a infusão; colocando o chá de ervas em uma xícara ou bule de chá, adicionando água fervente e permitindo que a mistura infundir por um determinado período de tempo até que seja infundida com os sabores.

O segundo método é coar, também um processo fácil, colocando uma quantidade apropriada de ervas e adicionando água quente por cima, o chá é deixado para estufar e está pronto para ser apreciado. O método final é a decocção, que leva um pouco mais de tempo que os outros dois métodos e o tempo de cozimento depende do tipo e da quantidade de plantas utilizadas.

Se estiver usando suas próprias ervas para fazer uma mistura de chá, podem ser usadas ervas frescas, em pó ou secas. Mesmo ervas comuns podem ser excelentes como base, como sálvia, hortelã, rosa-maria e tomilho, do armário. Adicione especiarias como gengibre, noz-moscada e canela e você terá a combinação perfeita para um chá de ervas fantástico e saudável.

Os benefícios dos chás de ervas dependem muito da sua composição e propriedade de cada erva contida no chá. Existem chás que são feitos apenas com um tipo de erva, já outros chás contém diferentes tipos de ervas, e às vezes até mesmo flores, cascas de árvore e raízes.

Os polifenóis dos chás e ervas os carregam com propriedades antioxidantes que proporcionam muitos benefícios para o corpo de formas diferentes. Os antioxidantes são responsáveis por eliminar os radicais livres que o corpo produz. Sendo assim, ao consumir produtos com propriedades antioxidantes você reforça um estilo de vida saudável e fornece energia suficiente para o seu corpo trabalhar bem.

Embora nossos corpos produzam antioxidantes naturalmente para combater os radicais livres, muitas vezes o estresse oxidativo que produz os radicais livres é muito maior do que a produção natural de antioxidantes, por isso é necessário repor os níveis de antioxidantes.

Radicais livres muitas vezes são os principais responsáveis pela formação de células cancerígenas, por isso é fundamental neutralizá-los com antioxidantes. 

As diferentes ervas para fazer chás possuem também efeitos diferentes no nosso corpo. O ginseng, por exemplo, ajuda o corpo a ter mais energia, já a camomila, tem um efeito calmante no corpo.

Alguns chás, como o de hibisco, ajudam a equilibrar a pressão arterial. Como você pode ver, existem muitos chás e ervas medicinais, e geralmente um que pode ajudar a corrigir qualquer problema de saúde que o preocupe.

Beber chá de ervas regularmente sem açúcar ou mel ajuda a diminuir o peso corporal e a massa corporal. Também pode ajudar a reduzir o risco de ataque cardíaco e reduzir o açúcar no sangue. O teor de cafeína em certos chás de ervas pode dar um impulso de energia, enquanto outros o ajudarão a relaxar após um dia duro de trabalho.

Conheça a seguir alguns dos chás e ervas medicinais mais populares e veja os seus benefícios particulares.

Camomila

A camomila é originária da Europa Ocidental, Índia e Ásia Ocidental, mas é muito popular no Brasil. Muitas pessoas cultivam a camomila por causa das suas lindas flores e propriedades calmantes. No entanto, a camomila também pode ser encontrada de forma selvagem, em ambientes em que não houve cultivo.

Veja a seguir alguns dos benefícios dessa erva:

  • Possui efeito calmante no sistema nervoso
  • Alivia a tensão corporal e o estresse
  • Ajuda a tratar problemas digestivo por apoiar a função gastrointestinal
  • Combate bactérias e apoia a imunidade

O nosso sistema nervoso está em constante atividade. Essa parte do nosso corpo é responsável por realizar as atividades do organismo em repouso. Quando estamos estressados, o sistema nervoso se recusa a descansar e temos que intervir para que ele obtenha a pausa necessária de descanso, pois caso contrário, pode ocorrer um colapso nervoso.

Por exemplo, se você está sempre lidando com confrontos no trabalho, sua resposta de lutar ou fugir é constantemente acionada. Seu sistema nervoso parassimpático então se acostuma a receber esses sinais, então ele simplesmente permanece ativo. Quando isso acontece, você sente uma ansiedade geral.

Quando as propriedades calmantes da camomila chegam na parte nervosa do cérebro, elas reduzem o estresse e a tensão do corpo e consequentemente isso ajuda a prover o sono.

Os efeitos antiespasmódicos da camomila podem auxiliar também o sistema digestivo, aliviando sintomas como gases, cólicas intestinais e diarreia. Além disso, a camomila também ajuda a acalmar os músculos do intestino e do estômago ajudando a aliviar sintomas de problemas gastrointestinais.

Por causa do seu grande poder antioxidante, a camomila ajuda a promover o aumento da imunidade e a combater bactérias presentes no organismo.

Chá verde

O chá verde é derivado das folhas da Camellia sinensis que ainda não sofreram oxidação. Essas folhas são encontradas e cultivadas principalmente na China, daí o nome sinensis, que significa “da China” em latim.

Durante o início do século XVIII, um homem chamado Soen Nagatani desenvolveu um novo processo de secagem a vapor de folhas de chá no Japão. O processo, que agora é chamado de método uji, desenvolveu um chá fresco e saboroso. Esse processo prontamente substituiu o método tradicional de torrefação e secagem das folhas.

Conheça alguns dos benefícios do chá verde a seguir:

  • Mantém os radicais livres sob controle
  • Reduz o risco de câncer
  • Ajuda a prevenir doenças cardíacas
  • Auxilia na perda de peso

O chá verde tem muitos benefícios que o mantêm popular hoje. Ele mantém os radicais livres sob controle, reduz o risco de câncer e ajuda a prevenir doenças cardíacas. Os flavonóides, os antioxidantes do chá verde, também podem prevenir danos cerebrais devido ao estresse oxidativo.

As pessoas também gostam de chá verde porque ele pode ajudar na perda de peso. Não só pode aumentar a resistência durante o exercício mas as catequinas que são encontradas no chá verde aumentam a capacidade do corpo de queimar gordura, permitindo aos consumidores perder peso com mais facilidade.

Canela

Estudos mostraram que a canela, uma das especiarias mais populares em todo o mundo, tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias e pode ajudar na redução da pressão arterial e na proteção do coração.

  • É um ótimo tempero culinário
  • Melhora a saúde digestiva
  • Apoia o sistema imunológico

A canela é muito utilizada na culinária mediterrânea, mas além de dar sabor aos alimentos, essa especiaria também é muito utilizada para fazer chás. O chá da canela é muito utilizado para aliviar problemas digestivos e também muito utilizado para aliviar sintomas de gripe e resfriado por causa das suas propriedades que auxiliam a imunidade do corpo.

Capim-cidreira

O capim-cidreira ou capim-limão pode ser cultivado facilmente em seu quintal ou dentro de vasos de flores. Pode trazer mais benefícios para a saúde do que uma pílula de vitaminas e também é frequentemente usado como condimento alimentar.

O chá de capim-cidreira pode te proporcionar os seguintes benefícios:

  • Ajuda o corpo a se livrar do colesterol, toxinas, gorduras e ácido úrico
  • Ajuda a baixar a pressão arterial
  • Ajuda a aliviar a retenção de líquidos
  • Ótimo para a saúde de sua pele e cabelo

O capim-cidreira, uma erva deliciosa usada tanto como tempero quanto como chá, pode ajudar a aliviar a dor e a ansiedade, diminuir a pressão arterial, agir como antioxidante e ajudar no controle de peso. Estudos mostraram que também tem propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias

As propriedades antioxidantes presentes no chá de capim-cidreira também auxilia na desintoxicação do corpo, que consequentemente retarda o processo de envelhecimento além de prevenir o câncer.

Eucalipto

Tradicionalmente, o eucalipto tem sido usado por suas propriedades antissépticas e antibacterianas e para diferentes problemas respiratórios e pulmonares, desde o tratamento de resfriado comum e gripe até a dor de garganta e pneumonia.

Veja a seguir os principais benefícios do chá de eucalipto:

  • Melhora a circulação respiratória e aumenta a imunidade do corpo
  • Ajuda a lutar contra infecções respiratórias
  • Acalma a rigidez e o inchaço causados ​​pela artrite e reumatismo
  • Ajuda a aumentar a energia, diminuir o estresse emocional e aliviar a fadiga mental

O eucalipto é uma planta muito popular por causa dos seus vários benefícios medicinais. O chá do eucalipto é muito utilizado para ajudar a tratar problemas respiratórios, por causa do seu apoio à imunidade do corpo.

Além disso, o eucalipto ajuda a tratar problemas respiratórios por causa das suas propriedades antibacterianas que auxiliam na redução do muco.

O eucalipto também é um antiinflamatório eficaz em acalmar a rigidez e o inchaço causados ​​pela artrite e reumatismo. Suas propriedades antioxidantes ajudam a reduzir o estresse oxidativo, ao mesmo tempo que diminuem o açúcar no sangue e dilatam as artérias. Sua natureza refrescante ajuda a aumentar a energia, diminuir o estresse emocional e aliviar a fadiga mental.

Erva-doce

A erva-doce tem sido usada para fins medicinais e culinários desde cerca de 800 AC. Na Grécia e na Roma antigas, era usado para uma variedade de propósitos, como um agente dietético, um intensificador de músculos e para tratar pedras nos rins.

Os médicos gregos até usaram as folhas e sementes de erva-doce para criar um chá que ajudasse as mães que amamentavam a aumentar seu suprimento de leite.

Conheça os benefícios do chá de erva-doce a seguir:

  • Ajuda a reduzir os efeitos da intoxicação alimentar
  • Ajuda a reduzir o refluxo ácido
  • Ajuda a aumentar o fluxo menstrual
  • É um ótimo tratamento para azia
  • É diurético

A erva-doce pode ser usada para tratar picadas de cobras e de insetos e reduzir os efeitos da intoxicação alimentar. Também pode eliminar icterícia e obstruções no fígado, baço e vesícula biliar.

As pessoas também usam erva-doce para tratar azia. Beber chá de erva-doce após as refeições pode ajudar a equilibrar o nível de pH do estômago, o que ajuda a reduzir o refluxo ácido. Ela também atua como um diurético, aumentando o fluxo de urina e tem qualidades suaves semelhantes ao estrogênio que ajudam a aumentar o fluxo menstrual.

Tomilho

O tomilho, que é botanicamente conhecido como Thymus vulgaris, é uma erva de jardim que tem sido usada desde os tempos antigos para fins medicinais e culinários. Também tem sido usado como remédio para uma ampla gama de problemas de saúde. O timol, o ingrediente ativo do tomilho, é um poderoso antioxidante ótimo para o corpo.

Conheça a seguir os benefícios do chá de tomilho:

  • Alivia as dores de garganta
  • Muito eficaz para desconforto gastrointestinal e diarreia
  • Ajuda a reduzir a dor de cabeça

O tomilho é um expectorante e desinfetante, o que o torna um remédio para dores de garganta. Também é eficaz na redução de febres e na diminuição da duração da tosse convulsa e dos ataques de asma.

O tomilho também é um remédio eficaz para desconforto gastrointestinal e diarreia e é seguro para uso em crianças. Também pode ajudar a reduzir a dor de cabeça.

Hortelã

A hortelã pertence à família das mentas e vem das folhas de Mentha spicata. Pode crescer até um metro de altura em muitos climas temperados diferentes. A planta tem caule grosso e folhas pontiagudas, características que dão nome à hortelã. É muito importante evitar que a hortelã ferva, pois isso altera sua composição química.

Veja a seguir os benefícios do chá de hortelã:

  • Útil no tratamento de cólicas e gases
  • Ajuda a melhorar digestão e absorção de nutrientes
  • Repele infecções quando usado topicamente

A hortelã é útil no tratamento de cólicas e gases. Por causa de seus efeitos antiinflamatórios, também é um remédio para dispepsia, espasmos estomacais, inchaço dos tecidos, náuseas e vômitos.

Como reduz a inflamação nos tecidos gastrointestinais, melhora a digestão e a absorção de nutrientes. Suas fortes propriedades antibacterianas ajudam a repelir infecções quando a erva de hortelã é usada topicamente.

Alecrim

Este arbusto perene vem do Mediterrâneo e é frequentemente usado como tempero em muitas cozinhas.

Veja a seguir os benefícios do chá de Alecrim:

  • Reduz dores de cabeça e pode prevenir doenças como Alzheimer
  • Ajuda a proteger o corpo do estresse oxidativo
  • Alivia os sintomas do resfriado

O alecrim favorece a circulação saudável do cérebro, o que reduz as dores de cabeça e pode prevenir doenças como o mal de Alzheimer. Ele também contém um forte antioxidante chamado carnósico, que ajuda a proteger o corpo do estresse oxidativo.

O chá de alecrim é usado para estimular o sistema imunológico e costuma ser consumido para aliviar os sintomas do resfriado. É um anti-inflamatório e tem se mostrado promissor como anticarcinogênico.

Chás e Ervas Medicinais

Gengibre

Botanicamente conhecido como Zingiber officinale, o gengibre é uma especiaria nativa do sudeste da Ásia. O gengibre pode ser consumido de várias maneiras, e ele é frequentemente usado na culinária indiana e asiática. As pessoas usam raiz de gengibre como marinada, para fazer chá e para suco, e também o consomem cru ou em conserva.

Conheça os benefícios do chá de gengibre a seguir:

  • Ajuda o intestino a realizar as suas funções
  • Previne a azia
  • Possui propriedades anti-inflamatórias

As pessoas costumam tomar gengibre por razões gastrointestinais. É um antiinflamatório que pode ajudar a relaxar os intestinos no caso da síndrome do intestino irritável e pode impedir que o esfíncter do esôfago se solte, o que impede a azia ao bloquear o retorno do ácido ao esôfago. O gengibre também pode reduzir a perda de células cerebrais associadas à doença de Alzheimer.

Hibisco

O hibisco tem uma história de cura e cresce em climas tropicais. O chá de hibisco é frequentemente apreciado refrigerado e às vezes é usado em conjunto com outras ervas para criar bebidas refrescantes.

Veja a seguir os principais do chá de hibisco:

  • Ajuda a reduzir a pressão arterial e a combater o câncer
  • Diminui a ansiedade e acalma o sistema nervoso
  • Promove a perda de peso, reduzindo a capacidade do corpo de absorver açúcar

O hibisco contém anti-inflamatórios e antioxidantes que apresentam vários benefícios à saúde. Ajuda a reduzir a pressão arterial, combater o câncer, diminuir a ansiedade e acalmar o sistema nervoso. O hibisco também promove a perda de peso, reduzindo a capacidade do corpo de absorver açúcar.

Orégano

O orégano não é apenas uma erva ótima para pratos italianos, mas também uma ótima erva para fazer chás medicinais. O orégano é uma erva perene que faz parte da família das mentas. É usado para fins culinários e medicinais e é conhecido por suas flores roxas e folhas verdes escuras em forma de pá.

Conheça alguns dos benefícios do chá orégano:

  • Ajuda a tratar problemas de saúde como osteoporose e arteriosclerose
  • Ajuda a prevenir manchas senis e rugas
  • Apoia a função digestiva

As propriedades anti-inflamatórias do orégano ajudam a tratar problemas de saúde como osteoporose, arteriosclerose e fungos nos pés e nas unhas. 

É rico em antioxidantes, que ajudam a reduzir os radicais livres e o aparecimento de manchas senis e rugas. O orégano também demonstrou propriedades anticancerígenas, especialmente em casos de câncer de mama.

Como acabamos de ver, existem vários benefícios do chá de ervas. Estes são apenas alguns dos nossos favoritos, mas existem muitos chás de ervas com inúmeros benefícios. Os benefícios do chá de ervas variam do bem-estar físico ao mental.

Além disso, os benefícios do chá de ervas podem incluir redução da inflamação, alívio do estresse, suporte do sistema imunológico e muito mais. Embora mais pesquisas sejam necessárias para identificar todos os seus benefícios, o chá é um ótimo complemento para um plano de alimentação saudável.

Pode misturar vários tipos de chás?

Misturar chás tornou-se uma prática comum para tornar interessantes os chás que você não bebe há algum tempo. A combinação de chás do mesmo tipo ou de tipos diferentes pode produzir um sabor mais complexo se os chás estiverem se complementando harmoniosamente.

A mistura de chás pode criar muitos novos sabores e aromas sutis. No entanto, nem todos os chás podem ser misturados porque seus sabores podem não se complementar bem. Além disso, certos chás devem ser preparados em temperaturas diferentes e macerados por um período de tempo diferente.

Além disso, algumas substâncias de um chá podem anular ou potencializar o efeito de alguma substância no outro chá, levando a efeitos colaterais.

Se você quiser misturar os sabores de chás, a melhor forma é optar por misturas vendidas já prontas, pois geralmente quando as ervas já são vendidas juntas, o efeito em conjunto não é prejudicial.

Caso você decida preparar sua própria mistura em casa, a forma mais segura de fazer isso é preparar as infusões separadamente. Faça os diferentes chás em preparações separadas e, depois de prontos, misture os chás.

Chás e Ervas Medicinais

Onde encontrar chás com preços acessíveis?

Sem dúvidas os chás e ervas medicinais possuem inúmeros benefícios. Mas vale lembrar que se você possui algum problema de saúde, estiver grávida ou amamentando, deve usar chás e ervas medicinais apenas com orientação de um médico.

Para facilitar o seu dia a dia existem muitos chás que podem ser comprados em pequenos sachês e preparados de forma bem simples. Para encontrar esses produtos e aproveitar os benefícios de cada um, experimente utilizar a ferramenta comparativa de preços da cliquefarma.

Gostou do nosso artigo? Então curta, comente e compartilhe com outras pessoas!