Condicionador Anticaspa – Uma ajuda a mais no combate às caspas

14/01/2021 0 Por cliquefarma

Já falamos aqui no blog sobre shampoos anticaspa e como eles ajudam a prevenir e combater esse problema que gera tanto desconforto. Agora vamos falar de mais um grande aliado que vem para potencializar a ação dos shampoos e ainda dar um toque de suavidade e maciez nos cabelos, o condicionador anticaspa.

Confira agora mesmo este artigo que preparamos para você sobre eles e acompanhe até o final para não perder nenhum detalhe e ainda saiba como usá-los corretamente e onde comprar. Mas primeiro, vamos entender um pouco melhor sobre essa pequena, porém incômoda inimiga, a caspa.

O que é caspa?

A caspa, nada mais é, do que o nome popular que damos ao quadro da dermatite seborreica no couro cabeludo – uma inflamação acompanhada por descamação branca e, por vezes, um pouco amarelada que pode causar muita coceira, manchas vermelhas, irritação e feridas. De acordo com o Hospital Israelita Albert Einstein, mais de 2 milhões de casos são diagnosticados por ano só no Brasil.

 

Dermatite seborreica é a mesma coisa que caspa?

Na verdade, um problema se desenvolve com a ajuda do outro: a caspa é o nome dado à descamação que surge nos quadros de dermatite seborreica. O quadro se desenvolve a partir da predisposição familiar e pessoal, do aumento na produção de sebo e através de fungos, que colaboram para a inflamação da região.

Onde a dermatite seborreica pode aparecer?

Esse tipo de dermatite pode surgir em várias regiões do corpo, principalmente onde a pele tem mais tendência à oleosidade: 

 

  • Couro cabeludo; 
  • Sobrancelhas; 
  • Pálpebras; 
  • Vincos do nariz; 
  • Lábios; 
  • Atrás e dentro da orelhas; 
  • Tórax.

O que causa a caspa?

 

Conheça os sintomas

– Descamações brancas na região;

– Escamas amarelas oleosas;

– Coceira, que pode piorar com a manipulação;

– Vermelhidão;

– Perda de cabelo.

 

Fatores que motivam a caspa

– Oleosidade excessiva no couro cabeludo;

– Genética;

– Estresse;

– Lavar a cabeça com água quente;

– Uso frequente de chapéus, gorros ou bonés;

– Acúmulo de cremes e produtos no couro cabeludo;

– Higienização incorreta da região ;

– Proliferação do fungo Pityrosporum ovale.

Como podemos prevenir a caspa?

Maneiras de prevenir a caspa:

– Evite usar água muito quente para lavar o couro cabeludo;

– Use shampoos com ativos seborreguladores, como a piroctona olamina e ácido salicílico;

– Aplique o condicionador e máscaras de hidratação apenas no comprimento do cabelo, evitando o couro cabeludo;

– Evite o uso frequente de chapéus e bonés;

– Lave o cabelo, pelo menos, em dias alternados;

– Enxágue os fios com água morna ou fria;

– Evite situações de estresse e ansiedade.

A caspa tem cura?

É importante ressaltar que esta é uma doença crônica, ou seja, não tem cura. A notícia boa é que tem tratamento com o uso de dermocosméticos e outros medicamentos.

Como tratar a caspa?

– Shampoo e condicionador anticaspa;

– Lave o cabelo, pelo menos, em dias alternados;

– Uso tópico de corticoides;

– Casos mais intensos podem ser tratados com remédios orais, como os probióticos.

Mitos e verdades sobre a caspa

 

A dermatite seborreica pode causar a queda de cabelo?

Verdade! A dermatite seborreica pode causar a queda dos fios e isso se deve ao quadro inflamatório do couro cabeludo. Esse quadro também pode piorar com a falta de higiene do cabelo, que vem acompanhada com o receio da perda dos fios.

O estresse pode causar caspa?

Verdade! O estresse proporciona um desequilíbrio hormonal em todo o organismo, e isso acaba agravando ou gerando o aumento de oleosidade da pele e, em sua extensão, o couro cabeludo.

A caspa surge quando não lavamos o cabelo?

Mito! A caspa costuma aparecer em áreas do corpo ricas em glândulas sebáceas, fazendo com que a oleosidade produzida na região crie um ambiente propício para o desenvolvimento da doença. Isso significa que a falta de higiene agrava o quadro, mas não é causadora do problema.

A caspa só pode surgir no cabelo

Mito! É possível ter dermatite seborreica em todas as regiões onde temos grande distribuição e atividade das glândulas sebáceas: couro cabeludo, face, região do tórax, axilas e virilha.

7 hábitos comuns que pioram a caspa

Alguns hábitos comuns como lavar o cabelo com água quente ou passar condicionador na raiz do cabelo contribuem para piorar o quadro de caspa porque estimulam a produção de oleosidade e sebo no couro cabeludo. 

 

Quando existe excesso dessa oleosidade, o couro cabeludo fica inflamado e favorece o desenvolvimento de fungos, provocando uma descamação branca, que é chamada de caspa.

 

A caspa é caracterizada por um excesso de descamação que ocorre principalmente no couro cabeludo, geralmente devido ao excesso de oleosidade, mas que também pode atingir a barba e as sobrancelhas, causando sintomas como coceira, vermelhidão e inflamação.

 

A seguir indicamos 7 hábitos bastante comuns que deve evitar se sofre com caspa:

1. Lavar os cabelos com água muito quente

A água quente resseca o couro cabeludo, fazendo com que o corpo produza mais oleosidade para proteger a pele, o que piora a caspa.

 

Para evitar este problema, deve-se usar água morna ou fria durante a lavagem do cabelo, e finalizar o banho com uma ducha de água fria na cabeça, pois isso irá diminuir a produção de sebo.

2. Usar qualquer shampoo anticaspa

Muitos shampoos anticaspa deixam o couro cabeludo muito ressecado e acabam estimulando a produção de oleosidade, piorando o problema.

 

Para fazer uma boa escolha, deve-se procurar produtos que contenham piritionato de zinco, alcatrão, sulfato de selênio ou ácido salicílico, e para os casos mais graves, produtos que contenham antifúngicos, como ciclopirox ou cetoconazol.

3. Passar condicionador no couro cabeludo

Deixar o condicionador tocar no couro cabeludo estimula a produção de sebo e oleosidade, piorando a caspa. Por isso, é preciso ter o cuidado de passar o condicionador apenas das pontas até a metade do cabelo, podendo subir um pouco mais no caso de cabelos cacheados, mas sempre evitando chegar na raiz dos fios.

4. Usar constantemente boné ou gorro

Usar boné, gorro, tiaras e outros objetos na cabeça deixam o couro cabeludo abafado, principalmente se o cabelo estiver molhado ou suado, estimulando a proliferação do fungo que piora a caspa.

 

Assim, deve-se evitar usar o tempo todo esses acessórios que não deixam o couro cabeludo respirar, além de evitar prender o cabelo ainda molhado, pois quanto mais rapidamente o cabelo secar, menos irá estimular o crescimento de caspa.

5. Usar muitos produtos químicos

Colocar produtos químicos no cabelo, como tinturas, alisamentos e permanentes, irrita e inflama o couro cabeludo, podendo também causar alergias e descamação da pele, e tudo isto piora a caspa.

 

Assim, quem sofre com este problema deve evitar fazer tratamentos de beleza que atinjam o couro cabeludo e causem irritação.

6. Excesso de gordura na alimentação

O consumo excessivo de alimentos ricos em gordura e açúcar, como carnes vermelhas, alimentos processados, doces e biscoitos recheados podem estimular a produção de oleosidade.

 

Para ajudar no controle, é necessário aumentar o consumo de água, bebendo pelo menos 2 litros de líquidos por dia, consumir mais alimentos integrais, legumes e pelo menos 3 unidades de frutas por dia. 

7. Lavar pouco o cabelo

Lavar o cabelo só 1 ou 2 vezes por semana faz com que o couro cabeludo fique muito tempo em contato com a oleosidade acumulada, o que favorece a proliferação do fungo da caspa.

 

Por isso, é importante lavar o cabelo sempre que ele estiver oleoso, mesmo que sejam necessárias lavagens diárias para manter os fios limpos.

 

Importância de se usar shampoo e condicionador anticaspa

 

Não tem jeito, as caspas podem tirar o sono de homens e mulheres já que é extremamente aparente. Uma cabeça com caspas é o desespero de quem precisa utilizar uma camiseta ou blazer preto, por isso quem tem caspa não poupa esforços para combatê-las. Utilizar o shampoo anticaspa é fundamental, mas só ele pode não ser suficiente já que o foco dele é a limpeza e hidratação do couro cabeludo. 

 

O condicionador anticaspa vai agir diretamente nos fios proporcionando mais brilho e leveza e com isso você tem um tratamento completo.

 

A composição dos shampoos anticaspa pode acabar danificando os fios fazendo com que eles fiquem armados (frizz) e ressecados. Para evitar esse efeito colateral os condicionadores anticaspa acabam ficando com a importante missão de devolver a vida e o brilho dos cabelos. Em sua composição são utilizados diversos agentes que irão proporcionar essa vivacidade aos cabelos e não irão atrapalhar a ação do shampoo, fazendo assim com que você tenha um tratamento completo e eficaz.

Posso usar um condicionador comum com o shampoo anticaspa?

Por mais cuidados que se tenha com os cabelos, para que fiquem sempre limpos, bonitos e saudáveis, a caspa aparece quando menos se espera. O incômodo acaba com qualquer produção e por vezes, mesmo usando um shampoo adequado, ela insiste em deixar a raiz do cabelo cheias de floquinhos brancos. No entanto, você sabia que o seu condicionador pode ser o responsável pela persistência do problema? Entenda por quê!

Condicionadores comuns podem remover os agentes anticaspa do cabelo

Para realmente fazer efeito, além de higienizar em profundidade, o shampoo anticaspa cria uma “película” protetora sobre o couro cabeludo e a extensão dos fios, enriquecida com agentes específicos para combater o problema até a próxima lavagem. 

 

Ao hidratar os fios com um condicionador comum logo após o uso do produto, a sua fórmula fica comprometida, já que estes também têm ativos higienizantes que podem remover essa camada protetora, prejudicando o tratamento. Por isso, o ideal é escolher um condicionador da mesma linha que o seu shampoo anticaspa, para incrementar o seu efeito. 

Fórmulas específicas garantem potencializar o efeito do shampoo ao mesmo tempo que hidratam 

Mesmo para quem tem cabelos muito oleosos, o condicionador anticaspa é um cuidado essencial: ele hidrata a fibra e sela a cutícula depois da limpeza com o shampoo, auxiliando na higienização. 

 

Quem sofre com caspa sabe que, muitas vezes, os shampoos específicos para aplacar o problema deixam os fios ressecados, por isso é essencial seguir a lavagem com uma fórmula hidratante, com um condicionador que ajude a selar as propriedades antifúngicas e anticaspa, sem comprometer a saúde da fibra capilar. 

Shampoo anticaspa também deve ter propriedades hidratantes

Vale salientar que, mesmo usando um shampoo e condicionador anticaspa da mesma linha, os cabelos por vezes não recebem a hidratação necessária para se defenderem dos ativos de tratamento, que podem ser bastante agressivos. Para evitar o problema, a dica é investir em uma linha anticaspa com propriedades hidratantes, enriquecida com agentes como a essência de alga azul, que nutre e protege os fios ao mesmo tempo que higieniza as raízes em profundidade, além de deixar o cabelo livre de floquinhos brancos de modo eficaz e duradouro.

Shampoo natural para controlar a caspa

Existem shampoos naturais preparados com ervas específicas que ajudam a controlar a caspa de forma natural. Estes podem ser comprados pela internet ou em lojas de produtos naturais e algumas farmácias, mas geralmente são mais caros que os industrializados. No entanto, você pode comprar os ingredientes nestas lojas e preparar o seu shampoo em casa, o que é mais econômico.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de vinagre de sidra
  • 60 ml de shampoo natural suave
  • 60 ml de água
  • 15 gotas de óleo essencial de eucalipto
  • 15 gotas de óleo essencial de alfazema
  • 10 gotas de óleo essencial de melaleuca

Modo de preparo

Misture bem todos os ingredientes e agite bem antes de usar. Pode-se encontrar estes ingredientes em lojas de produtos naturais ou em algumas farmácias de manipulação. Para usar este shampoo deve-se colocar uma pequena quantidade na mão e misturar com um pouquinho de água e então aplicar na raiz dos cabelos, esfregando suavemente. Deixe o produto agir por 2 minutos e enxague a seguir com água fria.

Água de aipo para controlar a caspa

Uma outra possibilidade é lavar o cabelo 1 vez por semana com um chá preparado com aipo, porque ele também ajuda a controlar a oleosidade do couro cabeludo, combatendo a caspa naturalmente.

Como preparar: ferver 1 litro de água com 1 talo de aipo cortado em fatias e deixar no fogo por 5 a 10 minutos. A seguir deve coar esta misturando descartando o aipo picado, e guardar a parte líquida num recipiente de plástico ou de vidro para usar sempre que lavar a cabeça. Neste caso, deve-se lavar a cabeça normalmente e por último jogar um pouco desta água no couro cabeludo.

Como utilizar o condicionador anticaspa de maneira correta?

Depois de usar o shampoo, aplique o condicionador anticaspa no cabelo, da raiz até as pontas. Deixe o produto agir por alguns minutos e enxágue com água corrente em abundância.

 

Para resultados mais satisfatórios, use os outros produtos da linha ou marca que estiver utilizando.

Onde comprar?

Nosso buscador e comparador de preços ajuda você a encontrar as melhores condições de entrega de várias marcas de condicionador anticaspa. Acesse agora mesmo o Cliquefarma e decida em qual farmácia ou drogaria você irá adquirir o seu! 

 

Depois não deixe de comentar com a gente no box abaixo suas experiências fazendo uso do conjunto shampoo e condicionador anticaspa. Sua opinião é importante para nós!