Higiene Pessoal: saiba mais sobre ela.

20/08/2021 0 Por cliquefarma

No Brasil a maioria das pessoas possui bons hábitos de higiene pessoal, mas em muitos países esses hábitos são negligenciados. 

Nas últimas semanas surgiu até uma polêmica com alguns artistas de Hollywood relacionada aos seus hábitos de higiene. Alguns atores bem famosos disseram que não tomam banho com frequência e não exigem isso dos filhos. Outros disseram que só dão banho nos filhos quando eles começam a cheirar mal.

Se você costuma manter uma rotina de higiene pessoal, pode achar isso bem estranho. Mas a verdade é que geralmente esses hábitos são culturais.

No Brasil, por exemplo, os índios possuíam bons hábitos de higiene e costumavam tomar banho todos os dias. Eles até usavam algumas folhas como sabonetes e cosméticos para usar no corpo.

Sendo assim, nós desenvolvemos uma cultura de bons hábitos de higiene. Mas não eram apenas os índios que tinham esse hábito, você verá isso logo mais!

A higiene pessoal vai muito além dos banhos. Tudo que está relacionado a nossa limpeza para o nosso bem-estar, podemos relacionar a higiene pessoal.

Sendo assim, é muito importante saber como fazer higiene pessoal da forma certa, diante dos vários aspectos que ela possui. Por isso, neste artigo vamos apresentar várias informações a respeito da higiene pessoal e vamos te dar algumas dicas para fazê-la da forma correta.

Mas antes disso, vamos conhecer um pouco mais a respeito da história dos hábitos de higiene ao redor do mundo.

Breve história sobre a higiene pessoal

A palavra higiene vem de Hygeia, a deusa grega da saúde, filha de Esculápio, o deus da medicina. Desde a chegada da Revolução Industrial e a descoberta da teoria dos germes das doenças na segunda metade do século XIX, a higiene e o saneamento têm estado na vanguarda da luta contra as doenças e enfermidades.

É um mito que as pessoas no passado nunca tomaram banho. A maioria das pessoas ricas usava uma grande construção em forma de barril para se banhar em água quente. A partir do século 13, também existiam banhos públicos.

A água era aquecida com fogueiras próximas e carregada pelos servos até a banheira. No entanto, o lado ruim foi que muitos desses prédios pegaram fogo e geralmente derrubaram várias outras estruturas bem antes de o fogo se extinguir.

Além disso, quando a lenha ficou mais escassa, devido à dizimação das matas, era caro tomar banho. Ou famílias inteiras e amigos compartilharam a água ou muitos tiveram que permanecer sujos.

Pessoas pobres tomavam banho em água fria, mas por razões óbvias provavelmente se lavavam com menos frequência. Eles usariam a água onde fosse conveniente – um rio, lago ou transportando água para casa.

Além disso, a maioria das casas grandes e castelos tinha áreas para lavar as mãos antes e depois das refeições. No entanto, em outras áreas da vida, a higiene era praticamente inexistente. Principalmente devido à ignorância de, por exemplo, bactérias e vírus e os princípios da infecção cruzada.

Na Ásia, a cultura do banho pode ser rastreada até os templos budistas na Índia, onde os padres se banhavam por motivos religiosos. Essa cultura balnear se espalhou para a China e depois para o Japão durante o período Nara, praticada principalmente por padres budistas.

Esses banhos de vapor eram chamados de yūya, que significa “loja de água quente”, mas começaram a se expandir quando os doentes começaram a se aglomerar na água como forma de cura.

O banho como ritual religioso já existia há milhares de anos, principalmente entre judeus, muçulmanos e budistas. A necessidade de remover as impurezas físicas e espirituais é anterior à teoria dos germes das doenças em milhares de anos, e os cientistas não têm certeza do que motivou as pessoas a associarem santidade com purificação.

O que faz parte da higiene pessoal?

Ter uma higiene pessoal adequada não envolve apenas ter o hábito de tomar banho. A higiene pessoal envolve muitas outras coisas. Veja algumas das coisas que fazem parte da higiene pessoal a seguir.

Lavar as mãos

Lavar as mãos é uma das maneiras mais eficazes de reduzir a propagação de doenças. Em especial, deve lavar as mãos antes e depois de comer, depois de ir ao banheiro e quando entrar em contato com alguém que esteja doente. Para obter resultados eficazes, certifique-se de que lava bem as mãos.

Tomar banho

Limpar seu corpo remove as células mortas da pele e a sujeira e ajuda a combater a propagação de doenças. Para os adultos mais velhos, é recomendado tomar banho ou ducha pelo menos uma vez por dia para obter os efeitos positivos.

Escovar os dentes

Certifique-se de escovar os dentes duas vezes ao dia, uma de manhã e outra à noite, para manter uma boa higiene oral junto com exames dentários regulares.

Usar fio dental

Além de escovar os dentes, use fio dental uma vez por dia para obter uma higiene bucal ideal.

Cuidar das unhas

Limpar e aparar suas unhas reduz o risco de unhas infectadas e leitos ungueais infectados.

Usar roupas limpas

Depois de vestir as roupas, lave-as com um detergente e seque-as imediatamente após o enxágue. Roupas sujas podem conter bactérias que podem causar odores corporais ou até irritações na pele.

Cobrir a boca quando tossir ou espirrar

Isso é extremamente importante para evitar a disseminação de germes para as pessoas ao seu redor.

Ter uma boa noite de sono

Um sono reparador é essencial para o bem-estar, independentemente da sua idade. É recomendado que todos os adultos durmam entre sete a nove horas por noite.

Criar uma rotina de cuidados

Qualquer que seja o seu processo para manter uma boa higiene pessoal, faça uma lista de verificação mental ou anote-a. Dessa forma, você se lembrará e seguirá as etapas que precisa seguir para se manter limpo e saudável.

Visitar o médico

Manter consultas regulares de saúde pode ajudá-lo a descobrir infecções e doenças precocemente, tornando mais fácil tratá-las. Visite seu médico quando tiver alguma dúvida e agende exames de rotina.

Higiene Pessoal

O que fazer para ter uma boa higiene pessoal

A higiene pessoal pode ser descrita como o princípio da manutenção da limpeza e do cuidado do corpo externo. As pessoas estão cientes da importância da higiene há milhares de anos.

Os antigos gregos passavam muitas horas se banhando, usando fragrâncias e maquiagem em um esforço para se embelezar e ser apresentável para os outros.

Manter um alto nível de higiene pessoal ajudará a aumentar a autoestima e a confiança, ao mesmo tempo que minimiza as chances de desenvolver doenças.

Para manter uma boa higiene pessoal, primeiro é necessário desenvolver um hábito. Para muitas pessoas é natural levantar da cama e escovar os dentes, porque foram ensinadas desde pequenas a fazer isso.

Para outras pessoas que não desenvolveram esse hábito desde a infância, isso pode ser mais difícil, pois ela vai ter que se lembrar de executar essa tarefa e nossa mente pode falhar muitas vezes.

Por isso, a primeira coisa a se fazer é tentar desenvolver hábitos de higiene pessoal, como escovar os dentes, tomar banho, lavar as mãos e outras coisas que vimos anteriormente.

A princípio pode ser um desafio desenvolver uma rotina de higiene, mas você pode fazer algumas coisas que te ajudarão a criar essa rotina.

Algo a se fazer é espalhar lembretes pela casa com as coisas que você precisa fazer. Você pode deixar alguns lembretes no banheiro para te lembrar de lavar as mãos e escovar os dentes.

Além disso, você pode pedir a alguém da sua família que te ajude a lembrar de executar a sua rotina de higiene pessoal.

Essas coisas parecem pequenas, mas podem te ajudar muito a desenvolver o hábito de se cuidar. À medida que você perceber os benefícios que esses hábitos de higiene estão te proporcionando, isso vai aumentar a sua autoestima e em pouco tempo pode se tornar algo natural.

Produtos de higiene pessoal que não podem faltar no seu banheiro

Os produtos de higiene pessoal são produtos fabricados na indústria cosmética, mas não possuem a classificação legal de cosméticos, que utilizamos para a nossa higiene diária. Eles se destinam ao uso na pele, cabelo ou dentes.

Apesar de todos estarem familiarizados com muitos deles, separamos os principais produtos que não podem faltar no seu banheiro, para que você possa realizar uma higiene pessoal adequada.

Sabonetes

Um dos produtos de higiene pessoal mais importantes são os sabonetes. Os sabonetes são feitos de ácidos graxos, como ácido palmítico, e álcalis, como hidróxido de sódio ou hidróxido de potássio. Eles são usados ​​para remover sujeira, graxa, óleo e micróbios de seu corpo. 

Como sabemos, óleo e água não se combinam porque a água, ao contrário do óleo, tem carga elétrica. Assim, a parte de ácido graxo do sabão combina-se com o óleo e a graxa do corpo, e a parte alcalina do sabão combina água formando uma estrutura em forma de roda chamada micela. Esta micela auxilia no desprendimento de óleo, sujeira, graxa e micróbios de sua pele, seguido de enxágue com água.

Existem vários tipos de sabonetes, para as mãos, para o rosto e para o corpo. Mas apenas um sabonete pode exercer essas 3 funções. Se só você usar um sabonete, a opção em barra é a mais adequada. Mas caso o sabonete seja compartilhado com outras pessoas da casa, a forma líquida é a mais indicada.

Shampoos

Outro produto de higiene pessoal mais comum é o shampoo. A maioria dos shampoos é feita de surfactantes, como lauril sulfato de sódio. Os surfactantes agem de forma semelhante aos sabonetes, ou seja, a parte do ácido graxo do surfactante se combina com o óleo e a graxa do corpo, enquanto a parte alcalina do surfactante combina a água. Eles também reduzem a tensão superficial (natureza coesiva dos líquidos) entre as moléculas de água, tornando-a mais solúvel e permitindo a remoção de óleo, sujeira e graxa.

Também existem diversos tipos de shampoo que prometem um milhão de coisas. Mas se o seu objetivo for apenas manter em dia a limpeza do seu cabelo, o shampoo mais simples que você encontrar já vai cumprir esse papel.

Álcool 

Com a pandemia Covid-19, o álcool tornou- se um item doméstico em todo o mundo. Eles estão disponíveis em diferentes formas, líquido, gel ou espuma. É usado para matar os micróbios em suas mãos se não for possível lavar com água e sabão. O principal componente deste produto doméstico é o álcool, geralmente é álcool etílico ou álcool isopropílico. 

O componente do álcool é responsável por matar os germes ao desnaturar a cobertura protéica externa dos micróbios, emolientes protegem a pele do ressecamento, poliacrilato suporta a forma de gel, a base neutraliza o efeito do poliacrilato e a água atua como portador. Os especialistas recomendam que o teor de álcool em um desinfetante deve ser superior a 60% para que seja eficaz.

Escova de dente, creme dental e enxaguante bucal

A escova de dentes é um item essencial no seu dia a dia. Idealmente, uma escova com cerdas macias é recomendada para que não seja muito dura com os dentes e gengivas e alcance todas as partes da boca.

A pasta de dentes contém abrasivos (exemplo: carbonato de cálcio), aglutinantes (exemplo: carboximetilcelulose) e umectantes (exemplo: glicerina). Os abrasivos ajudam na remoção de partículas de alimentos e manchas dos dentes, os aglutinantes ajudam a manter a consistência da pasta de dente e os umectantes evitam que a pasta de dente seque. Alguns cremes dentais contêm flúor, que pode ajudar a fortalecer o esmalte dos dentes.

Existem basicamente dois tipos de enxaguantes bucais – cosméticos e terapêuticos. O enxaguante bucal cosmético tem benefícios temporários de controlar o mau hálito e deixar um sabor agradável na boca.

Os enxaguantes bucais terapêuticos, por outro lado, têm aplicações médicas e podem conter ingredientes ativos como fluoretos, peróxidos, óleos essenciais e cloreto de cetilpiridínio para controlar problemas dentários. 

Higiene Pessoal

Desinfetantes

Desinfetantes são produtos químicos antimicrobianos que matam os micróbios nas superfícies inertes. Os desinfetantes são usados ​​para limpar superfícies inertes, como pisos. Os desinfetantes mais comuns são fenol, álcool, peróxido de hidrogênio, cloro, compostos de amônio, glutaraldeído e ozônio.

A maioria desses desinfetantes vem com uma concentração inibitória mínima que inibe o crescimento dos micróbios. O mecanismo de ação difere dependendo do composto químico do desinfetante.

Alguns desinfetantes atuam destruindo a cobertura externa de micróbios, enquanto outros alteram o pH. Desinfetantes com baixa concentração impedem o crescimento do micróbio, mas não o matam.

Obviamente você não vai usar um desinfetante em seu corpo, mas você pode usá-lo nos cuidados domésticos que também fazem parte de uma boa higiene pessoal. Pois não adianta você se manter limpo e deixar a casa descuidada.

Antissépticos

Os antissépticos são produtos químicos antimicrobianos que interrompem ou inativam o crescimento dos micróbios, mas podem não matar o micróbio. Eles agem de maneira semelhante aos desinfetantes, mas são diferentes dos desinfetantes porque os antisépticos são mais suaves e só podem ser usados ​​em seres vivos.

Alguns antissépticos comumente usados ​​são álcoois, compostos de amônio, peróxido, permanganato e outros. Eles são usados ​​para tratar feridas abertas, queimaduras e às vezes até presentes em enxaguantes bucais e sabonetes.

Higiene menstrual

A menstruação é um processo mensal. Pessoas que menstruam podem optar por absorventes higiênicos, absorventes internos ou copos menstruais conforme seu conforto. A maioria desses materiais é usado para absorver o sangue menstrual e prevenir infecções. Durante o uso desses produtos, lavar as mãos, fazer trocas regulares e descarte adequado é importante para manter a higiene.

Kit de barbear e pós-barba

Um kit de barbear normalmente compreende um pincel de barbear, lâmina de barbear, óleo de barbear, creme de barbear e um pós-barba. Para a remoção dos pelos, é recomendado o uso de lâminas de barbear na direção oposta ao crescimento dos fios.

A lâmina deve ser trocada após cinco a sete barbas para evitar irritação e infecção da pele. Usar óleo de barbear antes de barbear ajuda a amaciar a pele e a barba por fazer, e torna a superfície lisa para um barbear sem esforço.

Os cremes de barbear hidratam os pelos da barba e atuam como uma camada protetora entre a pele e a lâmina de barbear, minimizando o atrito e vermelhidão, irritação e cortes. loções pós-barba, geralmente contém álcool e evita a inflamação da pele

Lenços umedecidos

Lenços umedecidos podem não ser muito essenciais, mas são amplamente usados. São basicamente tecidos de poliéster ou polipropileno umedecidos com água e outros líquidos (exemplo álcool) dependendo de sua aplicação.

Eles podem ser usados ​​para uma variedade de coisas, como lenços removedores de maquiagem, limpeza do bebê, limpeza das mãos quando não tem água por perto e muitas outras coisas.

Antitranspirante e desodorante

Os antitranspirantes contêm compostos de alumínio que bloqueiam os poros do suor temporariamente, reduzindo assim o suor. Os desodorantes atuam reduzindo o odor nas axilas. Eles contêm compostos à base de álcool, que tornam o pH da pele ácido, matando assim as bactérias.

Os desodorantes vêm em várias formas, como desodorantes roll-on, sprays, desodorantes em gel ou creme, desodorantes sólidos, desodorantes sólidos invisíveis, desodorantes cristal e desodorantes perfumados ou não. 

Estes produtos de higiene pessoal são essenciais e necessários para que você se sinta limpo e fresco. Certifique-se de investir no produto certo dependendo do que se adapta às suas necessidades em termos de eficácia, conforto, cheiro, preço e disponibilidade. 

Higiene Pessoal

Como deve ser a higiene pessoal adequada

A higiene pessoal adequada pode mudar de uma cultura para outra. Como falamos anteriormente, em alguns lugares as pessoas não possuem hábitos de tomar banho todos os dias, por exemplo.

Mas podemos destacar o que os especialistas falam a respeito de uma boa higiene pessoal, para que independente da sua cultura, você possa manter uma rotina de higiene adequada.

Aprenda a escovar os dentes da maneira correta

A higiene oral é muito importante para os cuidados de higiene pessoal. Afinal de contas o mau hálito pode ser bem desagradável. Vale ressaltar que o mau hálito nem sempre é o resultado da má higiene bucal, alguns problemas de saúde também causam mau hálito.

Se você seguir as etapas a seguir para realizar a higiene bucal e mesmo assim continuar com mau hálito, procure ajuda de um profissional de saúde.

Para realizar a higiene dental correta, é necessário mais do que escovar os dentes. O uso do fio dental primeiro removerá pedaços de comida e a placa bacteriana entre os dentes e áreas difíceis de alcançar. Após o uso do fio dental, a escova de dentes removerá a placa bacteriana na superfície dos dentes.

Para escovar os dentes da maneira correta e com eficácia, você pode fazer o seguinte:

  1. Comece na parte de trás da boca com os molares superiores
  2. Realize a escovação de forma curta e circular 
  3. Escove as superfícies da frente e atrás de todos os dentes superiores
  4. Repita essas etapas nos dentes inferiores

Com que frequência devo tomar banho?

Os dermatologistas não concordam universalmente a respeito da frequência que se deve tomar banho. O principal motivo pelo qual tomamos banho é para lavar o suor e as células mortas da pele, remover a sujeira e os detritos e prevenir coisas como o odor corporal.

Tudo isso se baseia em suas tendências naturais para oleosidade, suor e odor, bem como em sua atividade diária e ambiente. Portanto, naturalmente, a frequência “certa” de banho varia de pessoa para pessoa.

Com isso dito, há um consenso dermatológico bastante claro de que tomar banho todos os dias não é necessário para a maioria das pessoas. A ideia de precisar tomar banho a cada 24 horas para manter uma boa higiene pessoal é mais uma norma social que algumas pessoas seguem do que um imperativo biológico.

Na verdade, alguns dermatologistas afirmam que muitos de nós provavelmente está tomando banho mais do que o necessário.

Com qual periodicidade devo lavar a cabeça?

Lavar a cabeça faz parte da higiene pessoal, pois o cabelo também pode acumular sujeira. Mas se você quer se manter limpo e ao mesmo tempo cuidar do seu cabelo, precisa levar em consideração algumas coisas.

De modo geral, os tipos de cabelo seco devem lavar no máximo duas vezes por semana, enquanto os tipos de cabelo oleoso podem exigir lavagem diariamente. Se você tem cabelo normal e não sofre de ressecamento ou oleosidade, pode se dar ao luxo de lavá-lo sempre que desejar.

Também depende do seu tipo de cabelo. Cabelos mais grossos, cacheados ou crespos ​​podem ficar mais tempo sem serem lavados do que cabelos finos. Isso ocorre porque a oleosidade do couro cabeludo não desce pela haste do cabelo tão rapidamente quanto nos fios de cabelo mais finos.

Se você não se sente bem em tomar banho e lavar a cabeça toda vez, pode lavar o cabelo apenas com água ou com condicionador no dia a dia. Isso vai evitar que o seu cabelo estrague e vai satisfazer o seu desejo de mantê-lo limpo todos os dias.

Higiene infantil: Como ensinar bons hábitos aos pequenos?

A higiene pessoal é apenas uma lição entre muitas que se torna importante à medida que seu filho fica mais velho, especialmente quando se aproxima da puberdade.

Por que a higiene pessoal é tão importante? A higiene pessoal está na raiz de nossa saúde geral. Ao cuidar de seu corpo de pequenas formas todos os dias, você pode prevenir muitos problemas de saúde relacionados à falta de higiene.

Diante disso, é muito importante ensinar as crianças a desenvolver bons hábitos de higiene pessoal, pois quando elas chegarem na vida adulta já vai ter uma boa rotina de cuidados pessoais. Veja a seguir como você pode ensinar seu filho bons hábitos de higiene.

Comece cedo

Você não precisa esperar. Comece ensinando aos seus filhos a importância da higiene e da aparência. Coisas como tomar banho, escovar os dentes, lavar as mãos, usar o banheiro por conta própria e outras coisas do tipo podem ser ensinadas desde cedo.

Quando forem mais novos, de 3 a 5 anos, deixe seu filho tentar fazer essas tarefas sozinho com você presente. Dessa forma, você pode incentivá-los quando estiverem indo bem ou mostrar o que podem fazer melhor.

Por volta dos 6 aos 9 anos, tente incentivar seu filho a cumprir sua rotina de higiene diária por conta própria e, eventualmente, sem que seja você tenha que mandar ele fazer todas as vezes.

Seja um bom exemplo

Uma das melhores maneiras de ensinar novos hábitos é cuidar de sua própria higiene pessoal e ser franco sobre isso. Se seu filho vê os adultos em sua vida perdendo o ritmo de banho ou esquecendo-se de escovar os dentes, ele pode pensar que esse comportamento é aceitável. Ao estabelecer o padrão, é mais provável que seus filhos entendam a importância disso.

Continue a conversa

A higiene pessoal é um tópico que deve ser revisto muito à medida que seu filho continua a crescer. Depois de aprender a escovar os dentes por conta própria, passe para a importância do uso do fio dental.

À medida que as crianças se aproximam da puberdade (entre 8 e 10 anos para meninas e cerca de 10 a 12 para meninos), essas conversas devem surgir novamente.

Mantenha as linhas de comunicação abertas para que seu filho se sinta confortável falando com você sobre novos pelos corporais, odores ou outras mudanças que ele (ou você) comece a notar. Normalize as mudanças que a puberdade traz e aceite-as como uma parte positiva do crescimento.

Estabeleça a higiene pessoal como uma responsabilidade diária

Converse com seus filhos sobre por que a higiene pessoal é importante. O que acontece se você não escovar os dentes ou não trocar de roupa quando eles estiverem sujos? Algo que pode ajudar nesse sentido é criar gráficos que permitem que seu filho marque uma tarefa cada vez que conclui uma. Isso lhes dará um senso de independência e os ajudará a aprender a ser responsáveis ​​por si mesmos.

Verifique com frequência

Assim que seu filho for capaz de cuidar da maior parte de seus cuidados pessoais sem ajuda você pode comemorar. Mas, independentemente do nível de maturidade do seu filho, certifique-se de verificar aqui e ali para monitorar esses bons hábitos e certificar-se de que eles estão acompanhando-os.

Seu filho está lavando as mãos toda vez que usa o banheiro? Eles estão limpando as partes íntimas corretamente no chuveiro? Eles podem ficar um pouco chateados com isso, mas os lembretes ajudam muito.

Promova a higiene pessoal como forma de bem-estar

A higiene pessoal não envolve apenas saúde física. É cuidar do seu bem-estar geral e aprender a amar a si mesmo mantendo o corpo feliz e saudável. Ensinar a seus filhos a importância do amor próprio e do autocuidado desde bem cedo os ajudará a se sentirem mais à vontade consigo mesmos à medida que envelhecem.

Má higiene pessoal: entenda as consequências!

A falha em manter um padrão de higiene pode ter muitas implicações. Não só existe um risco aumentado de contrair uma infecção ou doença, mas também existem muitos aspectos sociais e psicológicos que podem ser afetados.

A má higiene pessoal, em relação à prevenção da propagação de doenças, é primordial na prevenção de surtos epidêmicos ou mesmo pandêmicos. Tomar algumas medidas básicas pode ajudar a evitar que muitas tosses e resfriados passem de pessoa para pessoa.

Os aspectos sociais podem ser afetados, já que muitas pessoas preferem se afastar de alguém que tem uma higiene pessoal ruim do que dizer como podem melhorar.

Onde encontrar produtos de higiene pessoal

Diante da importância de manter bons hábitos de higiene pessoal, é essencial desenvolver uma rotina de cuidados. Como vimos, existem produtos que podem te ajudar a fazer isso.

A escolha de produtos muitas vezes é uma questão de decisão pessoal. Se você tiver alergia a algum dos produtos citados aqui, pergunte ao seu médico o que você pode fazer para substituí-lo

Para encontrar os melhores produtos com os melhores preços, experimente usar a ferramenta comparativa de preços da cliquefarma. Com essa ferramenta você encontra tudo o que precisa, de forma prática, segura e com preços que cabem no seu bolso!

Gostou do nosso artigo? Então curta, comente e compartilhe com outros!