Dicas para dormir bem

Chega de insônia: 8 coisas que você precisa saber para dormir bem

10/03/2022 0 Por cliquefarma

Os efeitos são quase imperceptíveis até começar a afetar a qualidade do sono. O estresse da rotina e o costume de ficar pensando em problemas são hábitos que aumentam a ansiedade e podem ser gatilhos para o início de dificuldades para dormir. Além de cuidar da mente e do corpo, separamos nesse post várias outras dicas para melhorar a sua rotina de sono.

Quais os sintomas da falta de sono?

Pessoas que demoram para dormir ou têm o sono fragmentado, acordando diversas vezes, estão mais propensas a sintomas como cansaço, irritação e perda de memória. De acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), essas alterações acontecem porque o momento em o corpo precisa encontrar o equilíbrio entre o nosso relógio interno e o ciclo homeostático, responsável por nos deixar alertas quando acordados.

Outras consequências negativas da privação de sono são:

  • má qualidade da alimentação
  • obesidade
  • hipertensão
  • diabetes 
  • doenças cardiovasculares

A insônia também está muito associada a doenças psiquiátricas e neurológicas, como ansiedade, depressão e déficit de atenção. Quem costuma se automedicar, acreditando tratar o problema pontualmente, pode dificultar ainda mais o quadro, já que a origem do problema precisa ser tratada com a ajuda de um médico.

Do ponto de vista clínico, existem mais de 100 distúrbios do sono, segundo a SBPT. A insônia, mais comum, é classificada como transtorno primário do sono e o diagnóstico precisa ser realizado com a ajuda do exame de polissonografia (PSG).

Ansiedade e insônia: tem como melhorar?

Para evitar a insônia, prefira ambientes silenciosos e com pouca luz

Práticas que auxiliam no relaxamento são aliados de quem sofre de distúrbios como ansiedade e insônia. Tomar a iniciativa e optar por pequenos cuidados já ajuda bastante a estimular horas de sono mais reparadoras. Confira:

  • Praticar atividades físicas faz com que o corpo gaste bastante energia e promove o sono
  • Ter o hábito de ir para a cama no mesmo horário é uma forma de adaptar o organismo para dormir naturalmente
  • Antes de dormir, evite atividades que estimulam o cérebro e podem levar à ansiedade ou estresse
  • Evitar ficar à frente das telas no celular ou TV não é mito, afinal, a luminosidade inibe a produção de melatonina, hormônio produzido pelo cérebro que regula o sono
  • Anote as preocupações em um caderno e lembre-se que um novo dia ajudará a clarear o pensamento 
  • Diminuir o consumo de cafeína ou álcool pelo menos 4 horas antes de dormir
  • Reduzir o tempo dos cochilos durante o dia evita o desequilíbrio na duração do sono
  • Prefira ambientes silenciosos e com pouca luz, sempre que possível
  • Organize seu dia para dormir por 7h a 9h, de preferência à noite

Tratamento para os vilões do sono

Óleos essenciais ajudam a trazer bem-estar e equilíbrio do sono

Para a abordagem correta, diante de tantos estímulos internos e externos para a insônia e outros distúrbios do sono, procure a ajuda de um especialista, como pneumologistas ou psicólogos do sono. Somente um profissional habilitado poderá recomendar o uso de medicamentos, hormônios ou outros produtos relacionados ao bem-estar, como os óleos essenciais e o consumo de chás

Ingredientes naturais como lavanda, jasmim e cidreira ajudam o organismo a se preparar para esse momento de repouso. Após sua consulta médica, conte com a gente para economizar e seguir com o tratamento. Busque os menores preços de medicamentos no CliqueFarma!

Alta preços medicamentos 2022

Artigo atualizado em 10/03/2022. Originalmente publicado em 12/06/2017.