O que é Melanoma Metastático?

O que é Melanoma Metastático?

14/05/2018 0 Por cliquefarma

O melanoma é tumor maligno originário dos melanócitos (células que produzem pigmento) e ocorre em partes como pele, olhos, orelhas, trato gastrointestinal, membranas mucosas e genitais. Um dos tumores mais perigosos, o melanoma tem a capacidade de invadir qualquer órgão, criando metástases, inclusive no cérebro e coração. Portanto, é um câncer com grande letalidade. O melanoma cutâneo tem incidência bem inferior aos outros tipos de câncer de pele, mas sua incidência está aumentando no mundo inteiro.

Embora o câncer de pele seja o mais frequente no Brasil e corresponda a 25% de todos os tumores malignos registrados no país, o melanoma representa apenas 4% das neoplasias malignas do órgão, apesar de ser o mais grave. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), são estimados mais de 6 mil novos casos de melanoma por ano.

Possíveis Sinais e Sintomas de Melanoma

O melanoma pode surgir de diferentes maneiras e em qualquer parte do corpo, inclusive em áreas não expostas ao sol, por exemplo:

  • Uma nova mancha, de forma irregular, marrom escura com áreas mais escuras ou pretas.
  • Um sinal de nascença simples que muda de cor (escurecendo), tamanho (crescendo), ou textura (tornando-se endurecida), e descasca ou sangra.
  • Uma lesão com borda irregular com área ou pontos vermelhos, brancos, azuis, cinzas ou preto-azulado.
  • Uma nova protuberância brilhante, firme, em qualquer parte do corpo.
  • Manchas escuras sob as unhas de mãos ou pés, nas palmas das mãos, plantas dos pés, ou nas membranas mucosas.

Muitas vezes, o primeiro sinal de melanoma é uma mudança no tamanho, forma ou cor de uma mancha já existente. A regra “ABCDE” pode ser usada para lembrar o que deve ser procurado:

  • Assimetria. A forma de metade da mancha não coincide com a outra metade.
  • Borda. As bordas são irregulares, entalhadas ou dentadas.
  • Cor. É muitas vezes desigual. Tons de preto, marrom e canela podem estar presentes. Áreas brancas, cinza, vermelha ou azul também podem ser vistas.
  • Diâmetro. O diâmetro maior que 6 mm.
  • Evolução. A pinta vem mudando de tamanho, forma, cor, aparência, ou se desenvolve em uma área de pele previamente normal.

Outros sinais de alerta são:

  • Uma ferida que não cicatriza.
  • Expansão do pigmento de uma mancha na pele.
  • Vermelhidão ou inchaço.
  • Coceira, sensibilidade ou dor.
  • Mudança na superfície da pinta.

Causas

Ele acontece quando algo segue errado em células que produzem melanina, os melacócitos, que oferecem cor à pele. É provável que uma combinação de fatores do ambiente e genéticos, gere o tumor.

Mas, os médicos acreditam que a exposição em relação à radiação ultravioleta, UV, do sol e das câmaras de bronzeamento, caracteriza a principal causa da doença. A luz UV não provoca todos os melanomas, em especial os que acontecem em regiões no corpo que não recebem exposição em relação à luz solar.

Fonte: minhavida.com.br e oncologia.org.br