Seakalm

18/05/2020 0 Por Alana Dizioli

Este artigo será para falarmos sobre o medicamento Seakalm, produzido e disponibilizado pelo laboratório Natulab. Ele também está devidamente registrado na ANVISA, na classe terapêutica de ansiolíticos simples e fitoterápicos simples.

Apresentações de Seakalm

Comprimidos revestidos

Cartucho contendo 2 blisters de alumínio plástico incolor com 10 comprimidos revestidos cada.

 

Uso oral.

 

Uso adulto.

Solução Oral

Frasco de plástico âmbar com 100 mL, acompanhado de copo dosador.

 

Uso oral.

 

Uso adulto.

 

Composição

Comprimidos revestidos

Cada comprimido revestido contém:

Extrato seco de Passiflora incarnata L………………………………………………………260 mg (padronizado em 3,5 % de flavonoides totais calculado como vitexina). Equivalente a 9,1 mg de flavonoides totais calculado como vitexina/comprimido revestido.

 

Excipiente* q.s.p………………………………………………………………………..1 comprimido

 

*Croscarmelose sódica, celulose microcristalina, dióxido de silício, lactose, povidona, acetato de vinila, estearato de magnésio, hipromelose, etilcelulose, trietilcitrato, dióxido de titânio, azul brilhante laca de alumínio, amarelo crepúsculo laca de alumínio, água purificada, álcool etílico.

Solução oral

Cada mL da solução oral contém:

Extrato seco de Passiflora incarnata L…………………………………………………..……90 mg (padronizado em 3 % de flavonoides totais calculados como vitexina). Equivalente a 2,7 mg de flavonoides totais calculados como vitexina/mL.

 

Excipiente* q.s.p…………………………………………………………………………………..1 mL

 

*Polissorbato 80, álcool etílico, sorbato de potássio, glicerol, sacarina sódica, aroma de maracujá, dextrina e água purificada.

 

Cada mL da solução oral contém 0,35 % de álcool etílico.

 

Para que este medicamento é indicado?

Este produto é indicado para o tratamento da ansiedade leve, como estados de irritabilidade, agitação nervosa, tratamento de insônia e desordens da ansiedade.

O que podemos esperar do mecanismo de ação de Seakalm?

Atua no sistema nervoso central, produzindo efeito sedativo e prolongando o período de sono.

Resultados de Eficácia

Um estudo clínico randomizado e controlado avaliou o uso do extrato de P. incarnata no tratamento de desordens da ansiedade. Foram obtidos resultados semelhantes entre os grupos tratados com o oxazepam (30 mg/ dia) e com o medicamento a base de extrato de P. incarnata (45 gotas/dia), durante quatro semanas. O último grupo apresentou melhor desempenho e performance no trabalho.

Características Farmacológicas

Farmacodinâmica

Passiflora incarnata é constituída pelo extrato seco de maracujá padronizado em flavonoides totais calculados como vitexina.

 

As partes aéreas da planta contêm não menos que 1,5% de flavonoides totais expressos em vitexina. Acredita-se que os flavonoides presentes na espécie vegetal sejam os principais responsáveis pelas atividades farmacológicas.

 

Estes constituintes, em sinergismo com os alcaloides também presentes no vegetal, promovem ações depressoras inespecíficas do Sistema Nervoso Central (SNC), contribuindo assim para a ação sedativa e tranquilizante.

 

Os dados existentes até hoje não permitem uma conclusão definitiva a respeito da identidade das substâncias ativas e mecanismo de ação. Os estudos farmacodinâmicos disponíveis suportam o uso como sedativo e ansiolítico. O sinergismo entre os componentes da espécie vegetal é relatado como um importante fator responsável pela ação farmacológica.

 

Além do efeito sedativo, este medicamento atua no tratamento de desordens da ansiedade. O flavonoide chrysin demonstrou possuir alta afinidade, in vitro, aos receptores benzodiazepínicos. Administrado em ratos, o flavonoide reduziu a atividade motora dos animais e, em altas doses, prolongou o efeito hipnótico induzido por pentobarbital. Em outro estudo pré-clínico, também foi demonstrado, in vitro, a ligação aos receptores GABA A e B.

 

Recentemente, estudos apontaram a molécula de benzoflavona tri-substituída como responsável pelos efeitos sedativo e ansiolítico da espécie vegetal.

 

O mecanismo de ação proposto para esta molécula seria a inibição da enzima aromatase, membro da família do citocromo P-450, responsável pela conversão da testosterona a estrógeno. Este efeito inibitório restabeleceria os níveis normais de testosterona, que, em baixos níveis, seria o causador de sintomas como ansiedade e insônia. No entanto, estudos contínuos tentam elucidar completamente o mecanismo de ação desta molécula no SNC.

Quais as precauções e advertências de uso a que devo me atentar antes de usá-lo?

Em casos de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.

 

Não ingerir doses maiores do que as recomendadas.

 

Crianças menores de 12 anos não devem usar este produto sem orientação médica.

 

Pode ocorrer sonolência durante o tratamento. Neste caso o paciente não deverá dirigir veículos ou operar máquinas, já que a habilidade e atenção podem ficar reduzidas.

 

Caso os sintomas persistam ou piorem, ou apareçam reações indesejadas não descritas na embalagem ou no folheto informativo, interrompa seu uso e procure orientação do profissional de saúde.

 

Atenção: Este produto contém os corantes azul brilhante laca de alumínio e amarelo crepúsculo laca de alumínio que podem, eventualmente, causar reações alérgicas.

Interação medicamentosa de Seakalm

Este produto não deverá ser utilizado junto a bebidas alcoólicas, face à potencialização dos seus efeitos.

 

Este produto potencializa os efeitos sedativos do pentobarbital e hexobarbital, aumentando o tempo de sono de pacientes.

 

Há indícios de que as cumarinas presentes na espécie vegetal apresentam ação anticoagulante potencial e possivelmente interagem com varfarina, porém não há estudos conclusivos a respeito.

 

O uso deste produto junto a drogas inibidoras da monoamino oxidase (isocarboxazida, fenelzina e tranilcipromina) pode provocar efeito aditivo.

 

Se você utiliza medicamentos de uso contínuo, busque orientação de profissional de saúde antes de utilizar este produto.

 

Este produto não deve ser utilizado por período superior ao indicado, ou continuamente, a não ser por orientação de profissionais de saúde.

 

Informe ao seu profissional de saúde todas as plantas medicinais e fitoterápicos que estiver tomando. Interações podem ocorrer entre produtos e plantas medicinais e mesmo entre duas plantas medicinais quando administradas ao mesmo tempo.

Quais as contraindicações e riscos de Seakalm?

Pacientes com histórico de hipersensibilidade e alergia a qualquer um dos componentes da fórmula não devem fazer uso deste produto.

 

Este produto não deve ser utilizado junto a bebidas alcoólicas. Também não deve ser associado a outros medicamentos com efeito sedativo, hipnótico e anti-histamínico.

 

Mulheres grávidas ou amamentando não devem utilizar este produto, já que não há estudos que possam garantir a segurança nessas situações.

 

Este produto é contraindicado para uso por pacientes com histórico de hipersensibilidade e alergia a qualquer um dos componentes da fórmula.

 

Este produto é contraindicado para menores de 12 anos.

Instruções de armazenamento, data de fabricação, prazo de validade e aspecto físico do medicamento

Conservar o produto em sua embalagem original, protegendo da luz e umidade. Manter em temperatura ambiente (temperatura entre 15 e 30°C).

 

Nestas condições, o produto se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade de 24 meses a partir da data de fabricação.

 

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

 

Não use produto com o prazo de validade vencido.

 

Para sua segurança, guarde o produto na embalagem original.

 

Antes de usar, observe o aspecto do produto. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

 

Este produto deve ser mantido fora do alcance das crianças.

 

Instruções de posologia, dosagem e modo de uso de Seakalm

Comprimidos revestidos

Uso oral.

 

Uso interno.

 

Ingerir 2 comprimidos revestidos, 2 vezes ao dia (a dose diária é de 36,4 mg de flavonoides totais calculados como vitexina).

 

O uso contínuo deste produto não deve ultrapassar três meses.

 

Os produtos tradicionais fitoterápicos não devem ser administrados pelas vias injetável e oftálmica.

 

Este produto não deve ser partido, aberto ou mastigado.

 

Solução oral

Uso oral.

 

Uso interno.

 

Ingerir 5 mL da solução oral, 4 vezes ao dia. Equivalente a 54 mg de flavonoides totais calculados como vitexina.

 

O uso contínuo deste produto não deve ultrapassar três meses.

 

Os produtos tradicionais fitoterápicos não devem ser administrados pelas vias injetável e oftálmica.

 

O que devo fazer quando esquecer de usar este medicamento?

Caso haja esquecimento da ingestão de uma dose deste produto, retome a posologia prescrita sem a necessidade de suplementação.

Em caso de dúvidas, procure orientação de profissional de saúde.

 

Quais as reações adversas de Seakalm?

A frequência de ocorrência dos efeitos indesejáveis não é conhecida.

 

Nas doses recomendadas não são conhecidos efeitos adversos ao produto.

Raramente podem ocorrer reações adversas como:

  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Dor de cabeça;

Doses excessivas poderão provocar:

  • Sedação prolongada;
  • Estados de sonolência.

 

Informe ao seu profissional de saúde o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do produto. Informe também à empresa através do seu Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC).

 

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em em www8.anvisa.gov.br/notivisa ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

 

O que fazer em caso de superdosagem deste medicamento?

Alguns dos sintomas de superdosagem são sedação, diminuição da atenção e dos reflexos.

 

Em caso de superdosagem, suspender o uso e procurar orientação médica de imediato.

 

Em caso de uso de grande quantidade deste produto, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou folheto informativo, se possível.

 

Em caso de intoxicação ligue 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações sobre como proceder.

 

Como controlar a ansiedade no dia a dia?

Tanto para quem sofre com os sintomas do transtorno de ansiedade generalizada quanto para pessoas ligeiramente ansiosas é imperativo adotar mecanismos para controlar a condição. Afinal, quem gosta de sentir todas as sensações negativas que a acompanham?

 

A chave para que as dicas funcionem de verdade é a repetição. Tentar uma vez não é o suficiente e não vai fazer a ansiedade desaparecer milagrosamente. Você precisa desenvolver hábitos positivos através da reeducação do cérebro.

 

Pode soar complicado, mas não é nem um pouco! As dicas a seguir poderão ser rápida e facilmente incorporadas no seu cotidiano. Confira-as abaixo:

Treine a respiração profunda

Respirar profundamente é um conselho antigo. Quando inspiramos o ar e expiramos vagarosamente, nosso cérebro compreende que podemos (e devemos) relaxar. O efeito é quase imediato. No entanto, pode ser difícil combater a respiração ofegante em situações estressantes ou de raiva exacerbada mesmo respirando fundo.

 

Isso acontece porque a respiração profunda também é treino. Ela se torna mais eficiente com o tempo de prática. Somente dois minutos diários de treinamento são necessários para o seu corpo aprender a se acalmar imediatamente.

Experimente algumas técnicas de relaxamento

Após um expediente cheio, coloque para tocar uma música relaxante, desligue as luzes do seu quarto (se preferir) e deite-se confortavelmente. Não pense no trabalho, nos problemas, nas pendências. Concentre-se apenas em sua respiração e na música. De preferência, use fones de ouvido para aprofundar o relaxamento. Repetindo essa curta sessão de relaxamento diariamente, você logo sentirá menos ansiedade.

 

Pode parecer uma prática estranha à primeira vista, especialmente se você está acostumado a chegar em casa e ir direto para frente da TV. Porém, momentos de silêncio como este são importantes para a nossa saúde mental.

Pratique atividades físicas

É mais do que confirmado que movimentar o corpo pelo menos três vezes na semana ajuda a controlar a ansiedade, além de agir como prevenção e tratamento complementar para transtornos mentais. A atividade física libera os hormônios da felicidade (dopamina, endorfina e serotonina), promovendo o bem-estar e a disposição física pelo resto do dia.

 

Se você não tem o hábito, tudo bem. Procure uma atividade a qual acredita que irá gostar e persista pelos primeiros dias.

Alimente pensamentos positivos

Você já percebeu que quando nos lembramos de algo embaraçoso ficamos com vergonha novamente? Ou quando imaginamos uma situação positiva o nosso entusiasmo cresce de súbito? Os nossos pensamentos exercem grande influência em nossos sentimentos e ações. Por isso, muitos transtornos mentais compartilham o sintoma de pensamentos ruins ou desastrosos.

 

Acontece que podemos modificar nossos pensamentos quando quisermos. Basta começarmos a prestar mais atenção neles. Quando você sentir a necessidade de criar um cenário catastrófico referente a uma situação complicada, visualize exatamente o oposto.

 

Logo após o despertar, pense em coisas prazerosas, revisite lembranças felizes ou liste as suas qualidades. Brinque de ver o futuro e imagine surpresas boas ao longo do seu dia. Dessa forma, você aprende a expulsar os pensamentos de má qualidade que não ajudam em nada.

Organize o seu dia

Outra forma de controlar a ansiedade é planejar o dia com antecedência. Organize os seus afazeres domésticos e compromissos de forma que seja de fácil entendimento. Pode ser em uma agenda, em uma lista, em um aplicativo do celular ou em um mural.

 

Assim, você reduz a imprevisibilidade e acumula autoconfiança para seguir com o dia. Mas, fica um alerta: não se irrite ou se desespere com imprevistos. Eles são completamente normais. Nem sempre nossos planos são seguidos à risca.

Tenha um hobbie

Ocupe a sua mente com uma atividade divertida. Se você desconhece a sua paixão, esta dica é ainda melhor, pois você pode se aventurar em diversos hobbies até encontrá-la! A lista de possibilidades é infinita: instrumento musical, idioma, leitura, esporte, ou uma habilidade, como cozinhar ou desenhar.

Faça meditação

Apesar da respiração profunda ter efeitos semelhantes ao da meditação, a prática é igualmente importante para acalmar a mente e o corpo. As primeiras tentativas são complicadas. Muitos ainda não estão acostumados a silenciar a mente.

 

Ao dedicar apenas cinco minutos para meditar, todavia, você logo aprende a concentrar-se somente nos sons, em seu corpo e na respiração. Além de ter o poder de trazer mais tranquilidade para a nossa vida, a meditação ajuda a melhorar a inteligência emocional.

 

Com a mente calma, conseguimos enxergar as situações com mais clareza e não nos deixamos abalar por confrontos ou pré-julgamentos.

Seja mais sociável

Para ser mais sociável você não precisa ir para a balada todas as noites. Agendar mais almoços, cafés ou happy hours com pessoas queridas é o suficiente para satisfazer a necessidade de socialização. Estar com quem amamos imediatamente nos deixa felizes e de bom humor.

 

Com a correria do dia a dia, é fácil sucumbir ao desejo de descansar em casa ou desmarcar programas com amigos. Lute contra ele!

Mude a perspectiva

Uma das características marcantes da ansiedade é o pessimismo. Quando ansiosas, as pessoas logo focam apenas no lado negativo. Para combater esse sintoma, busque o que há de melhor em cada situação e cultive o otimismo. Se a forma como você vê a vida está cheia de dificuldades, perrengues e estresse, transforme-a!

 

Você também pode utilizar essa técnica durante uma crise de ansiedade, modificando o foco de sua apreensão para algo mais agradável.

Durma bem

A qualidade do nosso sono reflete em nosso humor e disposição. Dormir bem é importante para a saúde como um todo, por isso, crie um ritual noturno para afastar o desgaste emocional e físico. Você pode tomar um chá, fazer uma leitura leve ou ouvir um áudio relaxante.

 

Procure se afastar de eletrônicos antes de adormecer. A televisão e o celular são estímulos desnecessários na hora de dormir. Outra dica é não pensar no dia seguinte. Deixe para lidar com as pendências da semana no momento correto, ou seja, após o nascer do sol.

Como tratar a ansiedade?

Cada pessoa desenvolve afinidade com uma ou outra estratégia para controlar a ansiedade. Aplicando essas técnicas no dia a dia, é possível minimizá-la e, de bônus, cuidar da sua saúde mental como um todo.

 

Porém, se os sintomas da ansiedade persistirem ou desencadearem outros mais intensos, recomenda-se procurar um psicólogo para estar certo de um diagnóstico.

 

A terapia é muito importante para pessoas ansiosas. Além de oferecer caminhos para administrar o transtorno de ansiedade generalizada no dia a dia, investiga os possíveis fatores por trás de seu surgimento.

 

Ao longo das sessões, o paciente ganha confiança e autonomia para controlar a ansiedade, modificar comportamentos nocivos e enfrentar situações, memórias e sentimentos dolorosos que podem estar afetando o presente. A terapia também serve como prevenção de transtornos mentais e ponte para o autoconhecimento, não apenas solucionar problemas existentes.

 

A terapia pode ser a sua grande aliada para controlar a ansiedade. Procure por um profissional que você se identifique e comece agora mesmo!

Onde comprar Seakalm?

Você pode comprar Seakalm nas farmácias e drogarias da sua região. Para comparar o melhor preço e melhor condição de entrega, acesse nosso buscador Cliquefarma de maneira prática e rápida, sem sair de casa!

 

Você faz uso deste medicamento também? Conte-nos suas experiências nos comentários abaixo. Sua opinião é importante para nós.