Barra de Proteína

Barra de Proteína – Parceira ou vilã?

12/11/2021 Off Por cliquefarma

Felizmente, muitas pessoas têm adotado um estilo de vida muito mais saudável e consciente em seu dia a dia, tanto alimentar, quanto físico e também mais preocupado com a saúde mental.

Em um mundo moderno em que grande parte das pessoas está se tornando sedentária e com uma alimentação ruim, a outra metade da população está focada na sua qualidade de vida e também na sua saúde física e mental, se preocupando verdadeiramente com a sua rotina e com os alimentos que ingerem durante o dia a dia.

Com o aumento dessa parte da população mostrando uma maior preocupação com o corpo e com o bem-estar em geral, a indústria de alimentos fitness tem mostrado um grande crescimento no mercado de alimentos atual, crescimento esse que foi impulsionado pela alta das vendas dos produtos desse meio.

Visando entender mais sobre essa indústria de alimentos mais específica e as opções de alimentos e lanches mais saudáveis disponíveis, no artigo de hoje falaremos sobre a barra de proteína, que nada mais é do que uma opção de lanche à base de proteína, contendo uma quantidade importante desse componente que pode ser consumida pelas pessoas em apenas uma porção isolada complementar.

Iremos procurar destacar por aqui as respostas para as seguintes questões: O que é a barra de proteína?, Para que serve uma barra de proteína?, Como e quando consumir corretamente uma barra de proteína?, As pessoas podem comer uma barra de proteína todos os dias?, Quanto de proteína tem em uma barrinha de proteína?, A barra de proteína e as dietas para emagrecer, Como escolher a melhor barra de proteína para cada dieta?, Quem quer emagrecer pode consumir Barra de Proteína?, A barra de proteína compromete a dieta?, A barra de cereal ou a barra de proteína? Qual é a melhor opção para consumo durante o dia?, A barra de proteína pode ser consumida por pessoas com diabetes?

Para os leitores que desejam saber as respostas para essas perguntas, vem com a gente que vamos agora mesmo descobrir!

Barra de Proteína

O que é uma barra de proteína?

De uma maneira geral, a barra de proteína nada mais é do que uma opção de lanche complementar à base de proteínas. Algumas barras podem até mesmo contar com 20g de proteínas na sua composição (isso em apenas uma porção ingerida). 

É muito importante que as pessoas que consomem as barras de proteínas entendam de maneira clara que ela é apenas um lanche complementar, por isso deve ser consumida visando a complementação de uma alimentação, e nunca a substituição completa da mesma.

As barras de proteína podem ter como fonte de sua origem a soja, o leite ou até mesmo a clara de ovo. 

Mesmo que a barra de proteína seja muito completa e nutritiva em si, uma dieta mais balanceada em busca de uma vida mais saudável necessariamente precisa contar com outros complementos, que são as vitaminas, os carboidratos, os lipídios e tantos outros.

Em suma, é a fórmula nutricional das barras de proteínas que a diferenciam das outras demais barras de cereais. Essas barras de proteínas são elaboradas exclusivamente para oferecer doses concentradas de proteínas, que é um macronutriente muito importante para as pessoas que fazem atividades físicas de forma regular.  

As barras de proteína costumam contar com doses de proteína até dez vezes maiores do que as que são encontradas nas barras comuns.

Essa alta concentração pode até mesmo equiparar as barras de alimentos aos alimentos que são mais ricos nesse famoso macronutriente, que são as carnes e também os produtos lácteos.

Para que serve uma barra de proteína no corpo?

Na grande maioria dos casos, os atletas ingerem uma barra de proteína porque ela ajuda no ganho, ou mesmo na perda de peso. O resultado final proveniente do consumo da barra de proteína depende exclusivamente da sua composição e do objetivo final de cada pessoa, que pode adequar o consumo da barra de cereal para o seu objetivo. 

Além desse ponto importante, o consumo da barra de proteína traz outros diversos benefícios para o corpo humano, que são: 

  • Fortalece o sistema imune do corpo;
  • Aumenta mais rapidamente os níveis de massa magra;
  • Aumenta a produção de anticorpos naturais do corpo humano;
  • Ajuda na diminuição da flacidez da pele.

Outro ponto importante a ser considerado, é que o consumo de barra de proteína causa uma potente sensação de saciedade, evitando que as pessoas que as consomem façam lanches calóricos e desnecessários durante o dia. 

Além disso, diferentemente das barras de cereais, as barras de proteínas contêm também muito menos açúcares na sua composição!

Como e quando consumir corretamente uma barra de proteína?

As barras de proteína são fortes aliadas para as pessoas que desejam manter uma alimentação mais equilibrada em todos os momentos do seu dia, seja na academia, fora de casa, no trabalho, no ônibus ou até mesmo dentro de casa. 

Consumir corretamente uma barra de proteína irá ajudar a pessoa a evitar o consumo de alimentos calóricos e que possuem um menor valor nutritivo.   

O consumo de uma barra de proteína é mais indicado para os momentos em que as pessoas estejam com fome e busquem um alimento prático e gostoso. Normalmente, esses momentos são: 

  • Na parte da tarde, no ambiente de trabalho, visando saciar a fome na medida certa;
  • Durante as reuniões da manhã ou da tarde, ajudando na manutenção da energia e do foco para a alta demanda da agenda;
  • Na hora do intervalo da faculdade, de aulas ou mesmo de cursos;
  • Em alguma viagem, no aeroporto ou mesmo em qualquer situação que a pessoa esteja muitas horas sem comer;
  • Em qualquer momento na hora do almoço ou da janta em que não seja possível fazer uma refeição completa e de verdade (lembrando que a barra de proteína deve ser considerada como um alimento que irá substituir uma refeição apenas em último caso, quando realmente não houver outra alternativa de alimentação disponível. Dado que, a barra de proteína não deve substituir uma refeição completa. De maneira esporádica, tudo bem! Mas essa substituição jamais deve se tornar um hábito comum da pessoa).
  • Excelente opção de pós-treino;
  • Opção de alimento viável para diminuir na pessoa a vontade de comer doce ou qualquer outro alimento muito calórico.

As pessoas podem comer uma barra de proteína todos os dias?

Sim, as pessoas (principalmente os atletas ou mesmo as pessoas comuns que tem constância no seu treino de atividade física), podem comer uma barrinha de proteína todos os dias.

Mas a pessoa, ou mesmo o atleta, devem se lembrar que, de maneira isolada, a barra de proteína não consegue alcançar uma alimentação equilibrada, ela precisa dos demais nutrientes dos alimentos para ajudar na conquista dessa missão. 

A hora ideal de consumir uma barra de proteína normalmente é definida de maneira individual, pela pessoa e pelo seu nutricionista que, de acordo com as necessidades e rotina do cliente, ajuda ele a definir qual é o melhor momento para esse consumo ser feito.

Mas vale ressaltar que, de uma maneira geral, o consumo das barras de proteína é indicado no pré ou pós treino, ou até mesmo como uma opção mais prática e rápida de lanche da tarde nos dias em que a pessoa estiver mais corrida. 

Se for definido que a pessoa deve comer a barra de proteína antes de ir treinar, é indicado que ela faça uma refeição completa e equilibrada duas horas antes de ir treinar e faça o consumo da barra de proteína cerca de 15 minutos antes de iniciar os exercícios.

Agora, se a pessoa preferir comer a barra de proteína depois de ter ido treinar, ela deve também esperar passar em torno de 15 minutos depois da finalização dos exercícios físicos antes de fazer esse consumo.

Depois que a barra de proteína for consumida, a pessoa também deve fazer uma refeição completa apenas depois de 2 ou até mesmo 3 horas de ter finalizado a atividade física. Vale lembrar também que o consumo de água é fundamental junto ao consumo da barra de proteína. 

Quanto de proteína tem em uma barra de proteína?

Uma barra de proteínas contém cerca de 5g a 30g de proteínas, dependendo muito do seu desenvolvimento e do seu fornecedor.

A barra de proteína e as dietas específicas para emagrecimento

Nos tópicos a seguir, vamos entender com mais detalhes o alimento da barra de proteína nas dietas alimentares. 

Quem quer emagrecer pode consumir a barra de proteína?

Quando uma pessoa deseja emagrecer e está focada em uma dieta alimentar, ela pode ver a barra de proteína na prateleira do supermercado e considerá-la como uma vilã do emagrecimento. 

Isso se dá porque, seja por preconceito ou até mesmo por puro desconhecimento, a pessoa não dá uma chance para a barra de proteína ajudá-la na dieta.

Por isso, é de extrema importância que as pessoas saibam, o quanto antes, de que as barras de proteínas são grandes aliadas de quem pratica esportes visando o emagrecimento, ajudando ativamente os homens e as mulheres a terem um corpo mais definido, deixando também o plano alimentar muito mais completo e saboroso. 

A barra de proteína é um alimento fácil e rápido que age de forma eficiente, ajudando para que as pessoas consumam a quantidade de proteína adequada para o corpo em um momento que é necessário a praticidade. E ela pode sim, ser uma grande aliada também das dietas de emagrecimento. 

Como escolher a melhor barra de proteína para cada caso?

Para escolher a melhor barra de proteína para ser consumida no dia a dia, a primeira coisa que a pessoa deve fazer é verificar os nutrientes disponíveis na barra que deseja adquirir. Depois, é importante que os demais ingredientes também sejam verificados para que a fonte da proteína seja conhecida. 

É claro que o sabor também é importante, não é mesmo? Mas ele deve ser o último ponto a ser levado em consideração, dado que as demais informações são mais importantes para que o alimento seja benéfico para os resultados esperados do corpo.

Na hora em que a pessoa estiver avaliando os nutrientes da barra de proteína, ela deve buscar adquirir a opção que for mais equilibrada.

Entendendo a importância da quantidade diferente de ingestão de proteína para cada pessoa 

Vale lembrar que a necessidade de ingestão de proteína de um atleta é bem diferente da necessidade de ingestão de proteína das pessoas que fazem atividades físicas por hobby, mesmo que seja diária. Até mesmo as pessoas que estão apenas fazendo uma dieta tem a sua quantidade específica de proteínas para ser ingeridas. 

Para entender realmente essa necessidade nutricional de cada pessoa, é importante que ela faça um bom acompanhamento com um nutricionista, para que as necessidades nutricionais sejam realmente avaliadas.

Entendendo a importância da quantidade de proteínas para cada barra

De modo geral, as barras de proteínas com mais de 20g de proteínas são elaboradas pensando nos atletas que treinam de maneira mais intensa e que precisam de uma alta reposição diária desse nutriente. 

Para as pessoas que treinam de maneira regular, mas com uma intensidade menor e sem ser atleta profissional, a ingestão de 10g a 20g de proteína por dia já é mais do que suficiente para essa reposição.

É importante ser destacado também que quanto maior a quantidade de proteína de uma barra proteica, também será maior a sua quantidade de outros nutrientes. Por isso, essa análise deve ser muito bem feita, e a quantidade de todos os nutrientes devem ser considerados para que fiquem dentro do plano alimentar. 

Barra de Proteína

As barras de proteína na opção de Low Carb, com menos carboidratos em sua composição

Como o foco das barras de proteínas está mais relacionado a ingestão das proteínas, quanto menos teor de carboidratos houver nelas, certamente será melhor.

É claro que, uma quantidade moderada de ingestão de carboidratos até mesmo ajuda na absorção dos nutrientes e ajuda na digestão da barra.

Se a pessoa estiver focada em emagrecer e estiver em uma dieta alimentar, ela deve optar pela opção da barra de proteína low carb, que possui menos de 15g de carboidratos na sua porção.

Em suma, as barras de proteína costumam ter de 10g a 30g do componente carboidrato, o que indica uma quantidade bem variável que pode ser determinada pela pessoa.

As barras de proteína com menos gorduras totais, que possuem também menos calorias

É isso mesmo, as barras com menos de 5g de gorduras totais têm menos calorias. Não há o que fazer, qualquer tipo de barra de proteína sempre irá contar com uma quantidade de gorduras totais, o importante é que ela seja o menor possível, ainda mais para as pessoas que estão preocupadas com a ingestão de calorias.

É claro que algumas gorduras presentes nesses alimentos são até mesmo boas para a saúde do corpo, mas, infelizmente, altas doses de gorduras saturadas aumentam de maneira expressiva o valor calórico de uma barra de proteína. E, especialmente as pessoas que estão em uma dieta alimentar, devem ficar muito atentas para esse fato. 

Para os atletas de alta performance ou até mesmo para as pessoas que treinam mais intensamente, até podem ser ingeridas barras de proteínas que contem com uma alta reposição de calorias, mas somente para esses casos. 

Para as pessoas comuns que estão buscando apenas saciedade ou mesmo uma reposição de proteína no corpo para o desenvolvimento da musculatura, certamente a ingestão de muitas calorias não é uma boa opção.

Na hora que essas pessoas normais forem escolher a sua barra de proteína para o dia a dia, elas devem optar pelas barras com menos de 5g de gorduras totais.

De modo geral, as barras de proteínas que estão disponíveis nas farmácias e nos mercados variam de 3g a 16g de gorduras totais.

Dado essa variação, a quantidade de calorias ingeridas também varia bastante, oscilando de 100 kcal até mais de 320 kcal por barra. Por isso, é muito importante que a pessoa se atente a esse detalhe para que não fuja da sua dieta alimentar ou do seu foco para um bom resultado. 

Opte pelas barras de proteínas que também tenham fibras, vitaminas e minerais na sua composição

As barras de proteína também podem ser escolhidas visando as fibras como ingredientes junto a sua composição. Além de conter proteína e fibra, é importante que essas barras contem também com vitaminas e até mesmo minerais. 

Abaixo, segue um pequeno resumo do porque cada um desses nutrientes é tão importante para o organismo como um todo.  

  • Fibras: nada mais são do que compostos vegetais que estão presentes nos legumes, nas frutas, nas verduras e também nos grãos. De modo geral, as fibras não são digeridas pelo corpo humano, passando de maneira quase que intacta pelo sistema de digestão, sendo completamente eliminadas pelas fezes.
  • Vitaminas: são substância da mais extrema importância para todo o organismo humano. Se forem consumidas nas quantidades que são recomendadas, as vitaminas garantem para o corpo o bom funcionamento do sistema imune, do metabolismo e também das funções cognitivas e motoras, dentre outras. 
  • Minerais: o zinco, o ferro, o cálcio, o potássio e demais outros nutrientes compõem os famosos minerais. Essas poderosas substâncias contribuem para o fortalecimento dos músculos, ajudando no bom funcionamento do sistema nervoso e também para o bom funcionamento do corpo humano como um todo. 

É importante também destacar que não são todas as barras de proteínas que contém todos estes importantes nutrientes. A grande maioria contém a proteína, e mais um ou outro nutriente. Desse modo, é importante que a tabela nutricional de cada embalagem seja detalhada antes da aquisição do produto.

Outro ponto importante que deve ser levantado, é que, apenas o profissional nutricionista pode indicar as quantidades corretas de proteínas e nutrientes que são essenciais para cada pessoa. 

Sempre avalie a fonte das proteínas, dado que  elas podem vir do leite ou mesmo de outras fontes vegetais

Na embalagem de todo alimento vendido em barra, a ordem de ingredientes sempre indica por importância a quantidade que está sendo utilizada na sua composição. 

Sempre, os primeiros ingredientes que forem citados irão ter uma maior concentração do alimento, portanto, é interessante observar que a proteína estará sempre entre os três iniciais, indicando que a proteína é o principal foco da composição.

De modo geral, o whey protein é a fonte de proteínas mais comum encontrada em todas as barrinhas de cereais. O whey protein é extraído do soro do leite e é muito utilizado na composição de suplementos.

O seu uso é tão comum porque ela é uma proteína de alta qualidade que é fácil de ser absorvida.

Quando a barra de cereais possuir o whey protein na sua composição, significa que ela é confiável para ser adquirida. 

Mas vale lembrar que o whey protein tem a sua origem com base animal, não sendo a opção mais adequada para as pessoas que são veganas. Para as pessoas que são adeptas ao veganismo, a barra de proteína na opção vegana tem feito muito sucesso, dado que a fonte da proteína nessas barras é de origem vegetal. As mais comuns são: arroz, ervilha e também a soja, sendo esses os principais ingredientes que são utilizados.  

O que é a barra de proteína vegana? 

As barras de proteínas veganas são as aliadas perfeitas e sustentáveis para ajudar as pessoas a atingirem todos os dias os níveis ideais de ingestão de nutrientes de maneira muito saborosa e contando com uma origem vegetal.

Essa barra de cereal também contém proteínas, que são muito ricas em aminoácidos. Esse nutriente, apresenta um papel mais do que importante e fundamental na estruturação do organismo humano, fazendo a sintetização das células dos tecidos.

A proteína vegetal pode ser absorvida dos ovos, da soja, da aveia, da sardinha e também do leite. 

As barras de  proteínas vegetais apresentam um elevado valor de nutrição, sendo a opção de alimento e lanche perfeita para as pessoas que procuram melhorar a sua alimentação, seja ou por necessidade, ou mesmo para a entrada em um novo estilo de vida. 

Essas pessoas normalmente não querem consumir, ou ao menos diminuir, o consumo das proteínas animais, como as derivadas do leite e também do frango.

Quais são os benefícios da barra de proteína vegana?

Os principais benefícios que as barras de proteínas de origem vegana oferecem para o corpo humano, são:

  • Assim como as barras de proteína normais, são muito práticas para o consumo no dia a dia;
  • Ajuda as pessoas a ingerirem a quantidade ideal e recomendada de proteínas do dia;
  • Ajuda na recuperação dos músculos e também na hipertrofia;
  • É uma excelente fonte de energia, que pode ser administrada de acordo com a dieta alimentar de cada pessoa;
  • Ajuda a regenerar os cabelos, a pele e também as unhas;
  • Fortalece o sistema imune, mantendo o corpo sempre saudável. 

Barra de Proteína

Lembrando que a barra de proteínas vegana também pode ser consumida diariamente, mas sem exageros e com moderação.

A barra de proteína pode comprometer a dieta?

Se a barra de proteína for comida da maneira correta e sem exageros, não! Dado que ela pode até mesmo ajudar na elaboração da dieta e auxiliar as pessoas que praticam exercícios físicos e estão em busca de um corpo mais definido.

A barra de cereal ou a barra de proteína? Qual é a melhor opção para consumo durante o dia a dia?

Mesmo sendo muito parecidas na embalagem, no nome e até mesmo no formato, a barra de cereal e a barra de proteína são bem diferentes entre si, cada qual, qual a sua função específica para a dieta, possuindo em sua fórmula ingredientes e finalidades bem diferenciadas para o corpo humano.

A principal diferença entre elas é que a barra de cereal é a opção perfeita para um lanche complementar rico em nutrientes e também em carboidratos durante o dia. 

Já a barra de proteínas é a escolha perfeita de lanche complementar para as pessoas que fazem atividades físicas, dado que o seu consumo aumenta a massa muscular magra do corpo e também proporciona saciedade imediata, fazendo com que a pessoa perca a vontade de comer chocolates ou até mesmo outras besteiras durante o dia.

Mas, vale lembrar que as duas opções são perfeitas escolhas de lanche complementar para todos os gostos, dado que ambas as barras (de cereal e também de proteína), são vendidas nas farmácias e nos mercados na opção de diversos sabores.  

Os sabores mais comumente encontrados são os de limão, chocolate, coco, amendoim, cookies e cream, coco com cobertura de chocolate, maracujá e castanha com cobertura de chocolate (ou castanha pura), dentre outros. 

Para as pessoas que não treinam e querem apenas fazer um lanche da tarde mais leve e saudável, a melhor escolha entre as duas opções de barrinhas certamente é a da barra de cereal. 

A barra de cereal, além de ser gostosa e uma opção mais saudável de lanche, também é uma rica fonte de fibra, que é a substância perfeita para ajudar na digestão e até mesmo para socorrer as pessoas que sofrem com prisão de ventre.

Para as pessoas diabéticas, vale lembrar que as duas barras são elaboradas na versão Diet atualmente, mas que, para que sejam incluídas no seu plano alimentar, o nutricionista responsável deve avaliar o caso junto ao paciente. O consumo da barra de cereal Diet ou mesmo da barra de cereal de proteína Diet não deve ser iniciado por conta da pessoa que tem diabetes. 

Para as pessoas que vão praticar atividade física e desejam um gás a mais na alimentação que as traga energia, a barra de proteínas pode ajudar nessa missão, dado que ela fortalece toda a musculatura do corpo. 

A barra de proteína pode ser consumida por pessoas com diabetes?

Não, dietas com muitas proteínas não são indicadas para as pessoas acometidas pela doença da diabetes e nem para os doentes renais (doença que acomete uma pessoa quando os rins perdem a sua capacidade de filtrar resíduos, sais e líquidos vindos do sangue).

O consumo excessivo de gorduras pode causar uma alta nos níveis de glicose no sangue das pessoas diabéticas. Mas, alguns alimentos que são ricas fontes de proteínas magras, como é o caso dos alimentos derivados do leite, das carnes magras, dos ovos, do tofu e até mesmo do peixe, são, sim, alimentos com proteínas altamente recomendados para as pessoas que têm diabetes. 

Vale ressaltar que todas as pessoas que têm diabetes devem fazer a sua dieta baseada nos alimentos permitidos para a sua condição, sempre junto ao seu médico de confiança e também com o seu nutricionista. Mesmo as dietas para diabéticos não são todas iguais, dado que cada pessoa e cada corpo tem uma necessidade específica de consumo de alimentos.

Existem no mercado atualmente algumas opções de barras de proteínas que são elaboradas na versão Diet, mas, para que a pessoa possa incluir a barra de proteína Diet no seu plano alimentar, ela deve conversar com o seu nutricionista em um primeiro momento para que juntos, eles entendam se essa realmente é a melhor opção de lanche para o diabético.

Considerações finais sobre as barras de proteínas

No artigo de hoje, conseguimos entender com mais detalhes sobre esse rico e potente alimento, que certamente faz parte da vida e do plano alimentar dos brasileiros e de diversas pessoas ao redor do mundo inteiro.

Com cuidado, moderação e bom senso dá pra aproveitar muito bem de uma boa barra de proteína para consumo, não é mesmo? Então, que tal o leitor ir agora mesmo dar uma olhada no preço na barra de proteína aqui no site da Cliquefarma? É só clicar no link ao lado para conferir as opções disponíveis desse saudável e gostoso alimento que pode ser consumido como lanche, complementando de maneira muito saudável as refeições. E, caso o leitor tenha alguma dica ou informação complementar referente a barra de proteína que queira dividir conosco, já sabe o que fazer, não é? É só comentar e compartilhar aqui com a gente! Vamos adorar ler por aqui todas as dicas e sugestões dos leitores referentes a barra de proteínas da CliqueFarma.