Chá de hibisco

29/07/2020 0 Por Redação CliqueFarma

Hoje o assunto é chá de hibisco. A bebida vem se popularizando cada vez mais atualmente, incluindo a versão em cápsulas, que pode ser bastante benéfica para a saúde. Vamos analisar neste artigo como ele funciona, quais os benefícios, as contraindicações e onde comprá-lo. Acompanhe tudo sobre o chá de hibisco agora mesmo!

O que é chá de hibisco?

O chá de hibisco é preparado com o cálice do botão seco da flor chamada Hibiscus Sabdariffa, que não é aquela espécie de hibisco normalmente encontrada nos jardins.

 

A bebida conta com diversas substâncias antioxidantes, como os flavonoides, especialmente as antocianinas, que possuem efeito cardioprotetor, vasodilatador e contribuem muito para evitar o acúmulo de gorduras.

 

Este último efeito ocorre porque o chá reduz a adipogênese, processo no qual há produção de células de gordura, os adipócitos, cujo excesso leva ao acúmulo de gordura no corpo.

O chá de hibisco também emagrece porque contém um inibidor que bloqueia a produção de amilase, uma enzima que transforma o amido em açúcar.

 

Beber chá de hibisco após as refeições vai ajudar a reduzir a absorção de carboidratos, o que gradualmente levará à perda de peso.

 

Estudos apontam que alguns flavonoides presentes na bebida possuem efeito cardioprotetor e vasodilatador. Assim, as substâncias ajudam a aumentar o colesterol HDL (considerado bom) e diminuir o colesterol LDL (considerado ruim), triglicérides e a pressão arterial.

Benefícios do chá de hibisco

Ajuda a emagrecer e evita o acúmulo de gordura

A mesma pesquisa citada acima concluiu que o chá de hibisco é capaz de reduzir a adipogênese. Este processo consiste na maturação celular no qual as células pré-adipócitas se convertem em adipócitos maduros, e quanto mais adipócitos, mais gordura no corpo. Ao diminuir esta atividade, o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada na região do abdômen e quadris. 

 

Ainda não está claro qual é a substância presente na bebida que é responsável pelo benefício. Porém, acredita-se que a ação antioxidante dos flavonoides antocianina e quercetina contribui para reduzir o depósito de gordura.

 

O mesmo estudo comparou o chá de hibisco com o chá preto e observou que o primeiro é mais eficiente para o combate do colesterol do que o segundo.

Isto porque o preto apenas aumentou o HDL, mas diminuiu o LDL. O chá de hibisco é tão interessante para pessoas que possuem problemas com os níveis de colesterol por ser rica em substâncias com ação antioxidante.

 

Outra pesquisa publicada pela Planta Medica, da Society for Medicinal Plant and Natural Product Research, concluiu que o chá age na aldosterona, hormônio secretado pelas suprarrenais e que regula o balanço eletrolítico do organismo favorecendo a ação diurética. Ainda não foram identificados quais nutrientes da planta proporcionam o benefício.

Ação diurética

O chá de hibisco tem efeito diurético, por isso é um aliado para evitar a retenção de líquidos. Um estudo publicado no Journal of Ethnopharmacology da Sociedade Internacional de Etnofarmacologia, observou que o flavonoide quercetina presente na bebida é um dos nutrientes que ajuda a proporcionar esta ação.

Controla a pressão arterial

Um estudo publicado no Journal of Nutrition concluiu que o chá de hibisco ajuda a baixar a pressão arterial.

 

A pesquisa contou com 65 pacientes que tiveram os níveis de pressão arterial reduzidos. Os estudiosos acreditam que alguns flavonoides presentes na bebida proporcionariam este benefício ao diminuir uma enzima que atua sobre a pressão arterial. A isto se soma o seu efeito diurético, que também baixa a pressão.

 

Controla o colesterol: Um estudo publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine feito com 53 pacientes portadores de diabetes concluiu que o consumo do chá de hibisco contribui para a diminuição do colesterol ruim, LDL, e aumento do colesterol bom, HDL. A bebida diminuiu o colesterol LDL em 8% e aumentou o HDL em 16,7%.

Controle dos níveis de colesterol

Por conter antioxidantes e bioflavonoides, um dos benefícios do chá de hibisco para a saúde é a regulação dos níveis de colesterol no organismo. Ou seja, essa bebida ajuda a elevar as taxas do HDL (colesterol bom) e reduzir as de LDL (colesterol ruim) e dos triglicerídeos.

 

A principal vantagem dessa característica é que o chá de hibisco exerce um efeito protetor da saúde do coração e dos vasos sanguíneos, prevenindo ataques cardíacos e derrames.

Diminuição da pressão arterial

Justamente por ter esse efeito diurético, o chá de hibisco estimula o funcionamento dos rins e contribui para a eliminação dos líquidos acumulados. Com isso, ocorre uma redução no volume de sangue e, em consequência, a diminuição da pressão arterial.

Além disso, algumas linhas de pesquisa demonstraram que os flavonoides do chá de hibisco são capazes de atuar sobre uma enzima responsável pelo controle da pressão.

Prevenção da diabetes e da síndrome metabólica

Alguns estudos já demonstraram que o chá de hibisco ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue e melhora a atuação da insulina no organismo, dois fatores que auxiliam na prevenção da diabetes.

 

Além disso, por também exercer controle sobre a pressão arterial e contribuir para a redução do LDL (colesterol ruim), o chá de hibisco protege contra a síndrome metabólica, que consiste no somatório das doenças diabetes, hipertensão e hipercolesterolemia e atinge 20% da população.

Melhora do processo de digestão

Os compostos ativos do chá de hibisco exercem um discreto efeito estimulante sobre o intestino, facilitando a passagem e a eliminação do bolo fecal. Para poder aproveitar esse benefício, recomenda-se tomar uma xícara desse chá em jejum, logo depois de acordar.

Combate ao envelhecimento

O conteúdo de antioxidantes confere ao chá de hibisco propriedades de combate ao envelhecimento. Isso acontece porque essas moléculas ajudam a reparar os danos causados às células pelos radicais livres, que fazem o chamado estresse oxidativo. 

 

Dessa forma, o chá é um bom aliado para evitar o surgimento de linhas de expressão, rugas, manchas na pele e flacidez, que são sinais visíveis da passagem do tempo. Contudo, além da estética, o combate ao envelhecimento promovido pelo chá de hibisco também se dá na preservação do sistema imunológico e principalmente na proteção contra doenças neurológicas degenerativas, como os males de Alzheimer e Parkinson.

Prevenção do câncer

Além de combater o envelhecimento, as propriedades antioxidantes presentes no chá de hibisco também podem colaborar com a prevenção de diversos tipos de câncer. Isso acontece porque os fitonutrientes presentes nessa bebida reduzem os danos causados pelos radicais livres ao DNA das células, os quais podem levar a mutações.

 

Ainda, este chá contém ácido protocatequínico, uma substância capaz de induzir a morte das células cancerosas em um processo chamado de apoptose.

 

Dieta do chá de hibisco

Como o chá de hibisco pode ajudar a emagrecer, muitas pessoas buscam dietas que o envolvam. O ideal, para conseguir esse efeito, é consumir duas xícaras de 200 ml de chá de hibisco ao dia e alternar com uma dieta balanceada, seguindo as seguintes dicas:

  • Não fique mais do que 4 horas sem se alimentar
  • Além do chá de hibisco, beba pelo menos 2 litros de água por dia
  • Invista na salada. Ela ajuda a enganar o estômago e comer menos nas refeições. Procure verduras e legumes que você goste e não sejam muito calóricos
  • Prefira os alimentos integrais. Eles contêm mais nutrientes e fibras, que fazem um bem danado para o seu organismo
  • Evite a ingestão de sal e alimentos com muito sódio, que favorecem a retenção de líquidos
  • Prefira preparações menos calóricas, como assados, cozidos ou a vapor. Alimentos gratinados, fritos, à parmegiana ou à milanesa devem ser evitados
  • Durma bem. Durante o sono, nosso organismo produz a leptina, hormônio capaz de controlar a sensação de saciedade durante todo o dia.

 

Lembrando que muitas “dietas do chá de hibisco” indicam o consumo de quatro xícaras de chá ao dia. No entanto, essa quantidade ultrapassa o recomendado por alguns especialistas em nutrologia para consumo diário do alimento, que são duas xícaras. Por isso, consulte um profissional se quiser realizar a dieta do chá de hibisco.

 

Para emagrecer com o chá de hibisco é necessário beber uma xícara dele 30 minutos antes das refeições e seguir uma dieta equilibrada, com poucas calorias, como a que indicamos a seguir:

Cardápio da dieta de chá de hibisco

Este cardápio é um exemplo da dieta de chá de hibisco para 3 dias. As quantidades a comer em cada dia para emagrecer, variam com a altura e atividade física praticada do indivíduo, por isso deve consultar-se um nutricionista para saber que quantidades ingerir.

Dia 1

  • Café da manhã – granola com leite de soja e morangos.
  • Tomar 1 xícara de chá de hibisco sem açúcar (30 minutos antes).
  • Almoço – ovo mexido com arroz integral e salada de rúcula, milho, cenoura e tomate temperada com azeite e vinagre. Melancia para sobremesa.
  • Lanche – torradas com queijo branco e suco de laranja.
  • Tomar 1 xícara de chá de hibisco sem açúcar (30 minutos antes).
  • Jantar – salmão grelhado com batata e brócolos cozidos temperados com azeite e suco de limão. Para sobremesa, maçã.

Dia 2

  • Café da manhã – pão integral com queijo minas e suco de mamão.
  • Tomar 1 xícara de chá de hibisco sem açúcar (30 minutos antes).
  • Almoço – bife de peru grelhado com macarrão integral e salada de alface, pimentão vermelho e pepino temperada com orégano e suco de limão. Pêssego para sobremesa.
  • Lanche – iogurte desnatado com salada de frutas.
  • Tomar 1 xícara de chá de hibisco sem açúcar (30 minutos antes).
  • Jantar – pescada cozida com arroz integral e couve cozida temperada com alho, azeite e vinagre. Para sobremesa, pera.

Dia 3

  • Café da manhã – iogurte desnatado com kiwi e cereais muesli.
  • Tomar 1 xícara de chá de hibisco sem açúcar (30 minutos antes).
  • Almoço – soja estufada com arroz e salada de pepino, rúcula e cenoura, temperada com azeite e suco de limão. Banana com canela para sobremesa.
  • Lanche – suco de abacaxi e torradas com presunto de peru.
  • Tomar xícara de chá de hibisco sem açúcar (30 minutos antes).
  • Jantar – robalo grelhado com batata e couve-flor cozidas temperados com azeite e vinagre. Para sobremesa, manga.

O chá de hibisco deve ser feito com a parte interna da flor, que deve ser adicionada depois de a água ferver. 

Como tomar hibisco em cápsulas para emagrecer

As cápsulas de chá de hibisco devem ser tomadas 1 a 2 vezes por dia para garantir os melhores resultados na perda de peso. A parte medicinal do hibisco é a flor seca, que pode ser consumida na forma de chá ou em cápsulas. No entanto, a melhor forma de usar a planta é na forma de cápsulas, já que garante a ingestão da dose exata da planta, sendo mais fácil adequar o tratamento. 

 

Embora a dose tóxica seja muito elevada e, por isso, o risco de usar este suplemento seja baixo, é sempre aconselhado consultar um fitoterapeuta antes de usar o hibisco para emagrecer.

 

Como mencionamos no começo do artigo, o nome científico dessa planta é Hibiscus Sabdariffa, sendo popularmente conhecida como hibisco, caruru-azedo, vinagreira ou quiabo-roxo. Além de auxiliar na perda de peso, ela também é muito utilizada no tratamento da pressão alta, do colesterol, de doenças do fígado, diabetes e na prevenção do envelhecimento precoce.

Como tomar as cápsulas de hibisco

Segundo vários estudos, a dose ideal de hibisco é de 500 a 1000 mg por dia, dependendo da concentração de compostos, especialmente antocianinas, no extrato. Assim, é indicado tomar:

  • Hibisco 1%: 1000 mg ou 2 vezes 500 mg, por dia;
  • Hibisco 2%: 500 mg por dia.

 

Porém, é sempre aconselhado consultar um fitoterapeuta ou ler as instruções na embalagem das cápsulas de hibisco.

Possíveis efeitos colaterais 

As cápsulas de hibisco podem causar náusea, mal estar intestinal e diarreia, especialmente se ingeridas em doses superiores às indicadas. Para garantir a segurança no uso do hibisco, deve-se evitar o consumo de mais de 2g de cápsulas de hibisco por dia.

Possui contraindicações?

O hibisco em cápsulas está contraindicado para pessoas com doenças cardíacas, pressão baixa, mulheres grávidas ou que estejam amamentando. Além disso, também deve ser evitado quando se faz tratamento com anticoagulantes.

Principais nutrientes do chá de hibisco

Chá de hibisco sem açúcar – 200 ml
Calorias 0 kcal
Proteínas 0 g
Gorduras totais 0 g
Carboidratos 0 g
Fibras 0 g
Açúcar total 0 g
Ferro 0,19 mg
Magnésio 7 mg
Fósforo 2 mg
Potássio 47 mg
Sódio 9 mg
Ácido fólico 2 mcg
Cálcio 19 mg

Fonte: Tabela do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA)

 

O chá de hibisco conta com diversas substâncias antioxidantes, como os flavonoides, especialmente as antocianinas, que possuem efeito cardioprotetor, vasodilatador e contribuem para evitar o acúmulo de gorduras.

 

Outro flavonoide interessante é a quercetina que ajuda a proporcionar uma ação diurética e anti-inflamatória. Os ácidos orgânicos, como os ácidos cítrico, tartárico e málico, também possuem ação antioxidante e estão presentes em boas quantidades no chá de hibisco.

 

O cálice da flor, utilizado para elaborar o chá de hibisco, contém traços de vitamina B2 (riboflavina), que auxilia na saúde da pele, ossos e cabelos, e a de vitamina B1 (tiamina).

 

Todas as vitaminas pertencentes ao complexo B ajudam o nosso corpo na captação de energia nas células, principalmente ao auxiliar no metabolismo do oxigênio e da glicose, as principais fontes de combustível celular.

Como preparar e consumir o chá de hibisco

Caso utilize a flor a granel, procure aquecê-la o mínimo possível para não perder as propriedades. Separe 200 ml de água, deixe ferver, desligue o fogo e adicione 5 gramas, o equivalente a uma colher de chá rasa da flor seca. Tampe e deixe descansar por 3 a 5 minutos. Depois é só coar e consumir.

Receitas para deixar o chá de hibisco mais saboroso

Apesar de apresentar diversos benefícios para saúde, muitas pessoas acabam rejeitando a mistura devido a seu gosto intenso. Porém, adicionar alguns ingredientes no preparo deixarão o sabor mais agradável. Confira abaixo algumas receitas:

Picolé de iogurte, amora e chá de hibisco

Ingredientes: 1 pote de iogurte natural desnatado, 2 xícaras de amoras ou outra fruta vermelha, 150 ml de chá de hibisco, mel ou açúcar orgânico a gosto, 1 colher de sopa de semente de chia.

 

Modo de preparo: Prepare o chá de hibisco, colocando em água quente, mas não fervente. Leve o chá pronto e 1 xícara de frutas vermelhas para cozinhar, deixe ferver até engrossar. Retire, reserve e misture com a semente de chia. Misture o iogurte com essa calda, até ficar homogêneo. Em forminhas de gelo ou próprias de picolé, faça camada de iogurte e 1 de amoras frescas inteiras ou amasse um pouco. Se for fazer como picolé, coloque os pauzinhos e leve ao congelador. Para desenformar, retire antes do congelador e mergulhe em água.

Suco de hibisco com morango e hortelã

Ingredientes: 1 colher (sopa) de hibisco, 4 morangos; 2 folhas de hortelã

 

Modo de preparo: Ferva 250 ml de água e desligue o fogo. Acrescente a flor de hibisco. Deixe tampado por 5 minutos em infusão e coe. Depois de resfriado, bata o chá de hibisco com os morangos e as folhas de hortelã. Acrescente gelo se desejar.

Bala de hibisco

Ingredientes:

 

– 2 colheres (sopa) de hibisco;

– 450 ml de água quente;

– 50 ml de água em temperatura ambiente;

– 2 pacotes (12 gramas) de gelatina incolor;

– ½ colher (sopa)de mel ou açúcar orgânico

 

Modo de preparo: Prepare o chá de hibisco, colocando em água quente, mas não fervente. Reserve o chá. Misture a gelatina incolor com os 50 ml de água em temperatura ambiente. Em seguida, adicione o chá de hibisco no pote com a gelatina. Basta colocar em uma travessa maior e levar a geladeira por 3 horas. Ao final, você só precisará cortar no tamanho da sua preferência.

Chá de hibisco com canela

Ingredientes: 1 colher (sopa) de hibisco; canela em pau

 

Modo de preparo: Ferva 250 ml de água e desligue o fogo. Em seguida, acrescente a flor de hibisco e a canela. Deixe tampado por 5 minutos em infusão e coe. Basta consumir quente ou morno.

Chá de hibisco com gengibre e limão

Ingredientes:

 

– 1 colher (sopa) de hibisco;

– 1 pedaço de gengibre;

– 1/2 limão

 

Modo de preparo: Ferva o gengibre ralado durante 6 minutos em 250 ml de água. Após esse tempo, desligue o fogo e acrescente a flor de hibisco. Deixe tampado durante 5 minutos em infusão e coe. No momento de tomar, esprema meio limão.

Combinando o chá de hibisco

Chá de hibisco + alimentos termogênicos: Pessoas que pretendem emagrecer podem combinar o chá de hibisco com um chá termogênico.

 

Isto porque o primeiro irá evitar que a gordura se acumule na região do abdômen e quadris enquanto o segundo será capaz de aumentar o gasto energético. Uma boa opção de bebida termogênica é o chá verde ou o mate.

Quantidade recomendada do chá de hibisco

A orientação é consumir de uma a duas xícaras de 200 ml de chá de hibisco por dia. Para cada xícara deve ser utilizado de 4 a 6 gramas da flor seca, equivalente a uma colher de chá, ou dois a três pacotinhos de chá (cada sachê contém 1,5 gramas da flor).

Riscos do consumo excessivo

Por ter ação diurética, o consumo em excesso do chá de hibisco pode fazer com que a pessoa elimine muito eletrólitos, nutrientes essenciais para o funcionamento do organismo composto principalmente por cálcio, potássio, sódio e magnésio. A falta destas substâncias pode levar à desidratação.

Contraindicações

Gestantes e lactantes devem evitar o chá de hibisco. Alguns estudos preliminares apontaram que a bebida possui ação mutagênica, ou seja, pode interferir na estrutura dos genes do bebê, trazendo problemas.

Onde comprar?

O Cliquefarma te ajuda a encontrar o chá de hibisco em cápsulas e também em extrato nas melhores farmácias e drogarias da sua região, com apenas um clique você encontra as ofertas que mais te atraem com as condições de entrega que você preferir. Confira agora mesmo!

 

Você já fez uso do chá de hibisco? Conte suas experiências nos comentários para a gente que queremos saber!