Succinato de Metoprolol

16/03/2020 0 Por Alana Dizioli

O Succinato de Metoprolol é um medicamento indicado para hipertensão arterial e que é produzido pelos laboratórios Medley, Neo Química, Hypermarcas, Astrazeneca e é encontrado pelo nome comercial de Selozok, Seloken, Miclox, Lopressor, Metacorol.

O Succinato de Metoprolol está devidamente registrado na Anvisa na classe de Betabloqueadores Simples.

Apresentações do Succinato de Metoprolol

Você poderá encontrar o Metoprolol na forma de comprimidos revestidos de liberação controlada de 25mg, 50mg ou 100mg e as embalagens contêm 5, 10, 20 ou 30 comprimidos.

 

Composição

Cada comprimido contém

Succinato de Metoprolol …………………………………………….. 23,75; 47,5 ou 95mg que correspondem a 25, 50 e 100mg de tartarato de metoprolol.

Excipientes* qsp ………… 1 comprimido

Excipientes: dióxido de silício, etilcelulose, celulose microcristalina, hiprolose, hipromelose, estearil fumarato de sódio, macrogol, dióxido de titânio e parafina

Outras marcas contêm: povidona, estearato de magnésio, carboximetilamilopectina sódica, amidoglicolato de sódio, talco, polissorbato 80, álcool etílico e água purificada.

 

Para que serve Succinato de Metoprolol (indicações)

Este medicamento é indicado para:

  • Tratamento da hipertensão arterial
  • Redução da pressão arterial
  • Tratamento da morbidade e do risco de mortalidade de origem cardiovascular e coronária
  • Angina no peito
  • Adjuvante na terapia da insuficiência cardíaca crônica sintomática: aumento da sobrevida, redução da hospitalização, melhora da função ventricular esquerda, melhora na classe funcional da NYHA (New York Heart Association) e melhora na qualidade de vida
  • Tratamento das alterações do ritmo cardíaco
  • Tratamento de manutenção pós infarto do miocárdio
  • Tratamento de alterações cardíacas funcionais com palpitações
  • Prevenção de crises de enxaqueca

Black tonometer and heart isolated on whiteBlack tonometer and heart isolated on whiteBlack tonometer and heart on wooden backgroundBlack tonometer on wooden background

O que podemos esperar do mecanismo de ação desse medicamento?

Esse é um medicamento que vai ajudar a reduzir o esforço do coração.

Como já dissemos, o Succinato de Metoprolol é um comprimido de liberação controlada, o que significa que ele liberará o medicamento lentamente, assegurando seu efeito por mais de 24horas. Mas não se preocupe, mesmo sendo de liberação controlada, em poucas horas você já poderá sentir os efeitos do medicamento e consequentemente melhora dos sintomas.

Você poderá notar o efeito máximo desse remédio em uma semana de uso contínuo.

 

Contra indicações do Metoprolol

Esse medicamento não deve ser utilizado quando:

  • O paciente apresentar alergia ao Metoprolol ou outros componentes da fórmula
  • Pacientes com insuficiência cardíaca não compensada instável (água no pulmão)
  • Pacientes com baixa taxa de oxigênio nos órgãos do corpo
  • Pacientes que apresentarem hipotensão
  • Não deve ser administrado em pacientes com suspeita de infarto agudo do miocárdio enquanto a frequência cardíaca não for menor que 45 batimentos por minuto.

Esse medicamento deve ser utilizado com cuidado em algumas situações específicas:

 

  • Quando o paciente estiver em tratamento para asma
  • Se tiver uma alteração preexistente na condução de impulso elétrico A-V de grau moderado
  • Caso desenvolva diminuição dos batimentos do coração
  • Se o paciente for portador de feocromocitoma

É importante ressaltar que o tratamento com esse medicamento deve ser feito de forma contínua e não deve ser interrompido de forma abrupta. Caso haja necessidade de descontinuar o tratamento é importante que seja feito de forma gradual e orientada pelo médico.

O paciente deverá informar o médico e o cirurgião dentista que faz uso desse medicamento antes de ser submetido à cirurgias.

Alguns pacientes podem apresentar tontura e/ou fadiga durante o tratamento, por isso você deve avaliar a sua reação antes de dirigir ou operar máquinas.

Atenção: esse medicamento pode causar doping.

Grávida pode tomar Metoprolol?

Gestantes e lactantes não devem tomar Succinato de Metoprolol sem indicação médica. Esse medicamento somente deverá ser utilizado por gestantes e lactantes quando seu uso for considerado essencial pois faz parte da classe de betabloqueadores, que são conhecidos por causar danos ao feto e/ou parto prematuro.

 

Succinato de Metoprolol e interações medicamentosas

Pacientes que fazem uso dos seguintes medicamentos devem tomar o metoprolol com cautela:

  • antiarrítmicos (quinidina e amiodarona),
  • anti-histamínicos,
  • antagonistas dos receptores de histamina-2,
  • antidepressivos,
  • antipsicóticos,
  • inibidores da COX-2,
  • rifampicina,
  • hidralazina,
  • bloqueadores ganglionares simpáticos,
  • outros betabloqueadores (inclusive colírios),
  • inibidores da MAO (monoaminoxidase),
  • antagonistas do cálcio (verapamil e diltiazem),
  • anestésicos inalatórios,
  • indometacina,
  • outros inibidores da prostaglandina sintetase,
  • adrenalina

Se você fizer uso do metoprolol e clonidina ao mesmo tempo, não interrompa o tratamento de nenhum desses medicamentos sem consultar o médico.

Se você faz uso de medicamentos para diabetes por via oral pode ser que seu médico precise ajustar dose.

 

Posso beber tomando Succinato de Metoprolol?

O álcool aumenta as concentrações de metoprolol no sangue, o que acarreta no aumento do efeito do medicamento.

 

O Metoprolol altera os resultados de exames laboratoriais?

Você poderá notar níveis séricos elevados de:

  • transaminases,
  • fosfatase alcalina e
  • lactato desidrogenase (LDH).

Como tomar esse medicamento

Você deve ingerir o comprimido, via oral, com líquidos. Pode ser ingerido de estômago vazio ou com as refeições.

 

Qual a melhor dosagem de metoprolol para mim?

Pacientes com hipertensão: recomenda-se tomar 50mg de Succinato de Metoprolol uma vez ao dia. Caso o paciente não responda ao tratamento, pode-se elevar a dose para 100mg ao dia, 200mg ao dia ou combinar o uso de Metoprolol com outros anti-hipertensivos.

O tratamento com Metoprolol de longa duração, com doses diárias entre 100-200mg tem demonstrado reduzir a mortalidade total, inclusive morte cardiovascular súbita, AVC (Acidente Vascular Cerebral) e eventos coronarianos em pacientes hipertensos.

 

Angina do peito: recomenda-se uma dose de 100 a 200mg diariamente. Se necessário pode-se combinar com outros agentes antianginosos.

 

Insuficiência cardíaca crônica: nesse caso o seu médico deverá ajustar a sua dose individualmente. A recomendação é que inicie-se com um comprimido de 25mg por dia durante as duas primeiras semanas. Pacientes com classes funcionais III-IV de NYHA devem iniciar com meio comprimido de 25mg uma vez ao dia durante a primeira semana. Deve-se dobrar a dose a cada 2 semanas, até atingir a dose máxima de 200mg de Metoprolol uma vez ao dia.

Caso ocorra hipotensão pode ser necessário reduzir a dose, porém a hipotensão inicial não significa que a dose não possa ser tolerada no tratamento a longo prazo, mas o paciente deve ser mantido com uma dose menor até se estabilizar.

 

Arritmias cardíacas: deve-se tomar de 100 a 200mg de Metoprolol diariamente.

Tratamento de manutenção pós infarto do miocárdio: o Metoprolol quando administrado diariamente em doses de 200mg reduz o risco de morte (inclusive morte súbita) e reduz o risco de reinfarto, inclusive em pacientes com diabetes mellitus.

 

Alterações cardíacas funcionais com palpitações: recomenda-se 100mg uma vez ao dia. A dose pode ser aumentada para 200mg uma vez ao dia caso necessário.

 

Controle da enxaqueca: recomenda-se uma dose de 100 a 200mg diariamente.

 

Crianças: quase não há estudos sobre o uso desse medicamento em crianças.

 

Insuficiência hepática: normalmente não necessário reduzir a dose de pacientes com cirrose hepática.

 

Insuficiência renal: Não é necessário reduzir a dose em pacientes com insuficiência renal.

 

Idosos: não é necessário ajustar a dose para pacientes idosos.

 

Atenção: siga sempre as orientações do seu médico, respeitando as doses e horários e duração do tratamento por ele recomendadas.

Não interrompa o tratamento sem o consentimento do seu médico.

Não mastigue ou esmague esse medicamento.

 

E se eu esquecer de tomar o Metoprolol, o que fazer?

Caso você esqueça de tomar o medicamento, não dobre a dose. Tome somente a próxima dose programada.

Pergunte ao seu médico sobre o que fazer quando você esquecer de tomar esse medicamento.

 

Quais os efeitos colaterais do Succinato de Metoprolol?

Reações muito comuns:

  • Fadiga
  • Astenia (fraqueza)

Reações comuns:

  • Bradicardia
  • alterações posturais na pressão (muito raramente com desmaio),
  • mãos e pés frios,
  • palpitações,
  • vertigem,
  • dor de cabeça,
  • enjoo,
  • dor abdominal,
  • diarreia,
  • prisão de ventre e
  • dispnéia de esforço (dificuldades respiratórias ao esforço)

 

Reações incomuns:

  • piora dos sintomas de insuficiência cardíaca,
  • choque cardiogênico em pacientes com infarto agudo do miocárdio,
  • bloqueio cardíaco de primeiro grau,
  • edema (inchaço),
  • dor precordial (dor no peito),
  • hipotensão,
  • parestesia (formigamento),
  • cãibras musculares,
  • vômitos,
  • ganho de peso,
  • depressão,
  • dificuldade de concentração,
  • sonolência ou insônia,
  • pesadelos,
  • broncoespasmo (chiado no peito),
  • erupção cutânea (na forma de urticária psoriasiforme e lesões cutâneas distróficas) e
  • aumento do suor

 

Reações raras:

  • alterações da condução cardíaca,
  • arritmias cardíacas (batimentos irregulares do coração),
  • boca seca,
  • alterações de testes da função hepática,
  • nervosismo,
  • ansiedade,
  • impotência/disfunção sexual,
  • rinite,
  • distúrbios da visão,
  • irritação e/ou ressecamento dos olhos,
  • conjuntivite e
  • perda de cabelo

 

Reações muito raras:

  • gangrena (em pacientes com alterações de circulação periféricas graves preexistentes),
  • trombocitopenia (diminuição do número de plaquetas no sangue com ou sem aparecimento de hematomas),
  • agranulocitose (diminuição do número de um tipo de glóbulos brancos (granulócitos) no sangue),
  • púrpura trombocitopênica (doença sangüínea adquirida caracterizada pela trombocitopenia),
  • hepatite,
  • artralgia (dor nas articulações),
  • amnésia/comprometimento da memória,
  • confusão,
  • alucinações,
  • zumbido,
  • distúrbios do paladar,
  • sensibilidade à luz e
  • piora da psoríase.

O que fazer quando eu notar efeitos colaterais ao utilizar esse medicamento?

Você deverá informar ao seu médico que irá avaliar o seu caso e se necessário fará a troca do medicamento.

Você também deverá ligar para o laboratório fabricante e informar os efeitos colaterais sentido.

 

O que fazer caso eu tome esse medicamento a mais?

Caso você tome uma dose maior do que a recomendada, poderá notar alguns sintomas:

  • hipotensão,
  • insuficiência cardíaca aguda,
  • bradicardia e bradiarritmias,
  • distúrbios na condução cardíaca e
  • broncoespasmo

Tratamento em caso de ingestão maior do que a recomendada:

O tratamento deverá ser realizado em pronto-socorro ou em hospitais com equipe especializada.

Você também deverá entrar em contato com o seu médico e relatar o ocorrido.

 

Em caso de uso de grande quantidade desse medicamento procure socorro médico rapidamente e se possível leve a embalagem e bula do medicamento. Ligue para 0800 722 6001 caso você precise de mais orientações.

 

Preço do Succinato de Metoprolol

Se você quer economizar e encontrar o Metoprolol pelo menor preço e com as melhores condições de entrega, acesse a Cliquefarma agora mesmo e compre a dose e quantidade recomendada pelo seu médico!

 

Onde comprar Succinato de Metoprolol

A Cliquefarma é um buscador de medicamentos e por isso é o melhor lugar para você encontrar todos os medicamentos que você precisa com o melhor preço e melhores condições de entrega. Clique aqui e acesse agora.

 

Gostou do nosso artigo explicando sobre essa substância muito recomendada pelos médicos? Se quer mais informações, tem alguma dúvida ou deseja nos dar sua opinião, comente abaixo que teremos o maior prazer em interagir com você!