Vitamina B2

Vitamina B2 um aliado para sua saúde

09/06/2021 0 Por cliquefarma

A vitamina B2, também chamada de riboflavina, foi inicialmente isolada do leite e sua origem pode ser atribuída ao químico inglês Alexander Wynter Blyth em 1872. Essa vitamina foi originalmente chamada de lactocromo ou lactoflavina. 

A vitamina B2 é importante para a produção de energia, função enzimática e síntese normal de ácidos graxos e aminoácidos. Além de produzir energia para o corpo, a riboflavina atua como antioxidante e é necessária para a reprodução da glutationa, um eliminador de radicais livres. Além disso, é essencial para o desenvolvimento normal, crescimento, reprodução, lactação, desempenho físico e bem-estar.

Algumas das melhores fontes de riboflavina são os laticínios, o que coloca os veganos em um risco um pouco maior de desenvolver uma deficiência. Além disso, os atletas precisam de mais riboflavina do que os não atletas.

Dito isso, a deficiência de riboflavina é muito incomum nos países do primeiro mundo, em parte porque muitos grãos e cereais são enriquecidos com ela.

Neste artigo você vai aprender um pouco mais sobre a vitamina B2, vai entender os benefícios que ela proporciona no corpo, e em quais alimentos a riboflavina está disponível.

O que é a vitamina B2

A vitamina B2 é uma vitamina necessária para se manter saudável. Assim como outras vitaminas B, niacina e tiamina, ela ajuda as células a se desenvolver e funcionar adequadamente, mantendo a produção de energia funcionando sem problemas.

Seu corpo não produz riboflavina por conta própria, então você só pode obtê-la com alimentos ou suplementos dietéticos.

Funções da vitamina B2

A vitamina B2 é uma vitamina solúvel em água que desempenha um papel fundamental em várias funções importantes do corpo. Entre outras coisas, ajuda a metabolizar a glicose – a forma de açúcar que o corpo usa para obter energia – e apoia a produção de glóbulos vermelhos saudáveis. 

A riboflavina também atua como um antioxidante, evitando que os radicais livres danifiquem as células aumentando o risco de muitas doenças relacionadas ao envelhecimento.

A vitamina B2 também é importante para a saúde dos olhos. De acordo com alguns estudos realizados, essa vitamina é necessária para proteger a glutationa, que é um importante antioxidante dos olhos. Outras pesquisas relatam que a ingestão de uma dieta rica em riboflavina pode diminuir o risco de desenvolver catarata. Tomar suplementos contendo riboflavina e niacina também pode ser útil na prevenção da catarata.

Os níveis de certas vitaminas, produtos químicos e minerais na corrente sanguínea também parecem depender de níveis saudáveis ​​de B2. Por exemplo, a riboflavina transforma a vitamina B6 e o ​​folato (vitamina B9) em formas que o corpo pode usar. 

De acordo com algumas pesquisas, a vitamina B2 é importante para a forma como o corpo processa o ferro. Sem ele, a pesquisa mostra que o corpo tem mais probabilidade de desenvolver anemia. Tomar riboflavina também pode reduzir os níveis de homocisteína no sangue em 26 a 40 por cento.

A vitamina B2 também pode ser importante para a saúde da gravidez. De acordo com um estudo realizado na Alemanha, a deficiência de riboflavina pode ser um fator que causa pré-eclâmpsia, uma condição que causa pressão alta no final da gravidez. 

Aqueles que sofrem de enxaqueca podem descobrir que tomar doses de vitamina B2 pode ajudar. Um estudo realizado pelo departamento de neurologia da Universidade Humboldt de Berlim descobriu que aqueles que tomaram altas doses de riboflavina tiveram significativamente menos enxaquecas.

Em particular, a riboflavina funciona como um componente principal de duas coenzimas importantes no corpo, o mononucleotídeo de flavina e o dinucleotídeo de flavina adenina. Cada coenzima está envolvida na produção de energia, mantendo a função celular e promovendo o crescimento e o desenvolvimento adequados.

A vitamina B2 também é necessária para manter os níveis normais de homocisteína no sangue, que é um tipo de aminoácido que pode estar envolvido no desenvolvimento de doenças cardíacas. Também é usado para ajudar a tratar a acidose láctica, uma doença grave caracterizada pelo acúmulo de lactato na corrente sanguínea e uma diminuição nos níveis de pH.

Fontes da vitamina B2

A vitamina B2 pode ser encontrada em muitos alimentos, bem como em suplementos dietéticos, mas antes de saber dessas fontes, observe o valor diário recomendado para consumo da vitamina B2:

A dose diária recomendada de vitamina B2 para homens com 19 anos ou mais é de 1,3 miligramas por dia e, para mulheres, é de 1,1 miligramas por dia. Durante a gravidez, as mulheres devem ter 1,4 miligramas por dia e, durante a amamentação, 1,6 miligramas por dia.

Agora que você já sabe o valor diário recomendado de vitamina B2, veja a seguir as principais fontes de vitamina B2.

Vitamina B2

Alimentos ricos em vitamina B2 

A riboflavina pode ser encontrada em vários alimentos, mas carnes, ovos e laticínios são excepcionalmente ricos nesse nutriente. A vitamina B2 também é frequentemente adicionada a certos tipos de alimentos, como grãos e cereais.

Infelizmente, muito conteúdo de riboflavina é perdido quando você ferve os alimentos porque a vitamina B2 é solúvel em água. Portanto, é melhor preparar alimentos com o nutriente de forma diferente, por exemplo, grelhados ou cozidos no vapor.

Carne

A carne bovina está entre as fontes alimentares de riboflavina mais valiosas. Ou seja, 85 gramas de lombo bovino fornecem 31% do valor diário da vitamina. 

O fígado de boi é ainda melhor, com 85 gramas de fígado grelhado fornece 201% do valor diário que precisamos da vitamina B2.

Carne de porco

Outro tipo de carne com alto teor de vitamina B2 é a carne de porco. Na verdade, 90 gramas de costeleta de porco magra cobrem cerca de 21% do valor diário da vitamina. 

Além disso, a carne de porco é fonte de zinco, ferro, selênio, fósforo, proteína e vitaminas B, como niacina e tiamina. Como é rica em proteínas e abundante em minerais e vitaminas, a carne de porco magra é um ótimo complemento para sua dieta.

Frango

O frango também está incluído nos alimentos com riboflavina. Notavelmente, se você comer 85 gramas de frango assado, apenas carne de peito, cobrirá cerca de 15% do valor diário da vitamina B2. 

Além disso, o frango é uma grande fonte de vitamina D, cálcio, zinco, ferro e contém vestígios de vitaminas C e A.

Salmão

Com 85 gramas de salmão rosa, você cobrirá 11% do valor diário da vitamina B2, tornando o salmão um valioso alimento com vitamina B2. Este tipo de peixe oleoso também pertence a alimentos com vitamina B3.

Além do mais, é uma excelente fonte de vitamina B5, vitamina B1 e vitamina B6. Além disso, você pode recorrer ao salmão, pois é uma fonte rica em vitamina B12. Os nutrientes saudáveis ​​do salmão são cruciais para as funções corporais, como manter os nervos e as células sanguíneas saudáveis ​​e até mesmo fazer o DNA.

Bacalhau

O bacalhau é mais uma adição inestimável à lista de alimentos com riboflavina. Ou seja, uma porção de bacalhau cozido no vapor cobre cerca de 8% do valor diário da vitamina. 

Também é uma boa fonte de proteína. Em outras palavras, deve ser a sua escolha se você deseja melhorar a saúde do seu coração e diminuir a ingestão de gordura.

Truta

A truta é outro peixe oleoso que chega às fontes alimentares de vitamina B2. Na verdade, uma porção de truta cozida no vapor cobre cerca de 7% do valor diário da vitamina B2.

Portanto, esse peixe de água doce não apenas oferece a vitamina B2, mas também a vitamina B6 e além disso é uma grande fonte de vários minerais, incluindo selênio e potássio.

Mexilhão

Uma porção de 3 onças de mexilhões cozidos no vapor dá a você 22% do valor diário da riboflavina. Isso coloca os mariscos no topo da lista de peixes ou frutos do mar com a vitamina B2. 

Por serem ricos em ferro e ácidos graxos e ômega 3, são incrivelmente saudáveis, principalmente porque são frutos do mar sem mercúrio. Além disso, eles contêm outros minerais e vitaminas, como vitamina A, selênio e potássio.

Mexilhões azuis

Uma porção de mexilhões azuis cozidos no vapor garante 20% do valor diário da vitamina. Além de ser uma adição valiosa aos alimentos com vitamina B2, o mexilhão azul é rico em outras vitaminas B e minerais essenciais, como magnésio e ferro.

Como outros crustáceos, os mexilhões são uma excelente fonte de ácidos graxos e ômega 3. Eles baixam a pressão arterial, mantém os batimentos cardíacos regulares e ajudam os vasos sanguíneos a funcionar corretamente.

Lacticínios

Os produtos lácteos são alimentos ricos em riboflavina. Por exemplo, uma xícara de iogurte natural sem gordura cobrirá 40% do valor diário da vitamina B2. 

Além do mais, uma xícara de leite (3,7% de gordura do leite) cobre 24%. Uma porção de queijo suíço cobre 15% do valor diário da vitamina. Além do mais, os laticínios são uma ótima fonte de vitamina B12 e vitamina B1.

Cogumelos Portobello

Os cogumelos Portobello são uma excelente fonte alimentar de riboflavina. Sem gordura e com poucas calorias, fornecem muitos nutrientes. Por exemplo, uma xícara de cogumelos cobre cerca de 27% do valor diário da riboflavina. Além disso, esses cogumelos são ricos em cobre e selênio.

Ovos

Qual é a melhor fonte de vitamina B2? Ovos podem ser a resposta correta. Por exemplo, se você comer uma porção de ovos mexidos, terá 18% do valor diário da vitamina.

Os ovos são altamente nutritivos, pois contêm várias vitaminas e minerais. Na verdade, eles não são apenas a melhor fonte de riboflavina, mas também uma fonte rica em vitamina B12 e selênio.

Uvas 

Com uma porção de uvas, você obtém 88% da dose dietética recomendada de riboflavina. Em outras palavras, as uvas muscadine são um dos alimentos mais ricos em vitamina B2. Além disso, eles são embalados com fibra. Além disso, essas uvas são uma ótima fonte de manganês, um dos antioxidantes essenciais.

Maçãs

Uma maçã grande com casca fornecerá a você 8% do valor diário da riboflavina, tornando essa fruta uma boa fonte de vitamina B2. Além disso, as maçãs são carregadas com vitamina C e fibras. O potássio é outro nutriente que você obterá comendo maçãs.

Abacate

Os abacates são ótimos alimentos ricos em vitamina B2. Mais especificamente, você cobrirá 10% do valor diário da vitamina com 85 gramas de abacate. 

A fruta também contém outras vitaminas B, como vitaminas B5, B6 e B9. Além do mais, essas frutas com vitamina B2 são ricas em vitamina E, vitamina C e vitamina K. Além disso, essa fruta é uma excelente fonte de potássio e cobre.

Suco de Maracujá Roxo

O maracujá é uma boa fonte de uma variedade de vitaminas, sendo a vitamina B2 – a riboflavina – uma delas. Na verdade, uma xícara de suco cobre 19% do valor diário da riboflavina.

Além de fonte de vitamina B2, o maracujá fornece vitamina C e vitamina A, que atuam como antioxidantes.

Espinafre

O espinafre é um vegetal de folhas verdes repleto de vitaminas e minerais. Além de ser uma fonte rica em vitaminas A, C e B9, ele pertence a fontes de vitamina B2. Surpreendentemente, uma xícara de espinafre cru cobre 8% do valor diário da riboflavina.

Quanto às suas vantagens, o espinafre reduz a pressão arterial e também pode reduzir as chances de desenvolver doenças cardíacas

Feijão vermelho

O feijão vermelho contém uma variedade de vitaminas e minerais. Uma xícara de feijão cozido cobre 8% do valor diário da vitamina B2, esse tipo de leguminosa é considerado um alimento com alto teor de riboflavina. 

Entre outros nutrientes fornecidos pelo feijão, estão a vitamina B9, o ferro e o magnésio. O feijão vermelho também é uma fonte rica em proteínas e fibras.

Tomates 

Os tomates também conquistaram um lugar entre os alimentos com vitamina B2. Meia xícara de tomates cobre 8% do valor diário da vitamina B2. 

Além disso, os tomates proporcionam inúmeros benefícios à saúde, como redução do risco de doenças cardíacas e câncer.

Aspargos

Os aspargos são uma das excelentes fontes de alimentos de vitamina B2, pois uma xícara fornece 19% do valor diário da vitamina. 

Por ser rico em vitaminas K, C, A e B9, esse vegetal pode ajudá-lo a colher vários benefícios para a saúde, como regular o colesterol e apoiar o funcionamento do estômago e intestinos.

Cereais

Cereais fortificados reduzem o risco de deficiências nutricionais. Uma porção de cereais matinais, fortificados cobre 100% do valor diário para a vitamina B2, pode cobrir totalmente a sua dieta recomendada. 

Além da impressionante dosagem de riboflavina, o conteúdo dos cereais pode conter muitas outras vitaminas. Dito isso, tenha cuidado com a adição de açúcar.

Aveia

A aveia é mais um alimento rico em riboflavina. Além do mais, eles são ricos em muitas outras vitaminas e minerais, incluindo manganês, fósforo e cobre. Agora, uma xícara de aveia instantânea, fortificada e cozida com água, cobre 85% do valor diário da vitamina B2.

Quinoa

Outro alimento rico em riboflavina é a quinoa. Uma xícara de quinoa cozida fornece 15% do valor diário da vitamina B2. 

Além de ser um alimento delicioso com riboflavina, a quinoa é rica em fibras. Em suma, é uma excelente escolha para pessoas com níveis elevados de colesterol e açúcar no sangue.

Amêndoas

As amêndoas têm muitos benefícios para a saúde, pois são uma excelente fonte de muitos nutrientes vitais. Surpreendentemente, uma xícara de amêndoas inteiras cobre 85% do valor diário de vitamina B2. 

Além de serem alimentos que contém riboflavina, as amêndoas também são abundantes em vitamina A e cálcio.

Pão

85 gramas de qualquer pão proporcionam a você 8% do valor diário da riboflavina, tornando o pão uma adição valiosa aos alimentos de vitamina B2. 

Além do mais, tem muitos benefícios para a saúde, especialmente suas variedades germinadas e integrais. Ou seja, certos tipos de pão são embalados com fibras dietéticas e podem aumentar o ácido fólico.

Dicas para otimizar a ingestão de vitamina B2

  • A luz ultravioleta pode destruir a vitamina B2, por isso pode ser perdida durante a secagem das frutas ao sol. Mantenha os alimentos que contém riboflavina longe da luz solar direta.
  • A moagem de cereais resulta em perdas consideráveis ​​de riboflavina, por isso a farinha branca é fortificada em alguns países. Embora isso possa compensar a perda, é melhor comer variedades integrais que fornecem muitos outros nutrientes junto com a riboflavina.
  • Leites de origem vegetal e cereais também são frequentemente fortificados com vitamina B2, escolha-os para um impulso extra.
  • Como a riboflavina é solúvel em água, ela pode ser perdida na água do cozimento quando os alimentos são fervidos, tente cozinhar os alimentos no vapor alimentos em vez de cozinhá-los imersos em água.

Suplementos de vitamina B2

Uma dieta que inclua uma variedade de alimentos saudáveis ​​é a chave para a nossa saúde e a melhor forma de prevenir a deficiência de nutrientes. Dito isso, os suplementos vitamínicos podem ser usados ​​como parte de um tratamento para a deficiência de vitamina B2. Embora essa deficiência seja muito rara, alguns grupos têm maior risco de desenvolver essa condição.

Primeiro, os atletas que seguem uma dieta vegetariana são mais propensos a ter níveis mais baixos de riboflavina. Devido ao aumento da atividade física, eles precisam de uma quantidade maior de vitamina B2. Em suma, se evitarem comer todos os produtos de origem animal, incluindo laticínios e ovos, e outros alimentos com vitamina B2, os vegetarianos excluem as fontes realmente boas desta vitamina, o que pode resultar em deficiência de vitamina B2.

Em segundo lugar, as mulheres grávidas ou que estão amamentando provavelmente ficarão deficientes em vitamina B2 se não encontrarem riboflavina suficiente nos alimentos (se não comerem carne ou laticínios em quantidade suficiente). Isso pode afetar negativamente as mães e seus bebês.

Além disso, as pessoas com a síndrome de Brown-Vialetto-Van Laere precisam de suplementação de vitamina B2, pois essa doença causa deficiência de riboflavina.

Vitamina B2

Deficiência de vitamina B2

Quando há pouca riboflavina na alimentação diária, isso causa o que as pessoas chamam de deficiência primária de riboflavina. Algumas pessoas que têm algo errado com seus intestinos têm o que as pessoas chamam de deficiência secundária de riboflavina: mesmo que haja bastante vitamina B2 na alimentação, o intestino doente não consegue retirá-la da comida e passá-la para o sangue.

A deficiência de vitamina B2 pode causar feridas na boca (úlceras na boca), lábios vermelhos rachados, rachaduras nos cantos da boca (queilite angular) e dor de garganta. Os olhos podem ficar amarelos, com odor desagradavel e lacrimejantes, e a luz forte pode ferir os olhos facilmente, tornando difícil abri-los em dias intensos (fotofobia). A deficiência de riboflavina também pode causar pele seca e escamosa, que racha facilmente, e partes íntimas doloridas e com coceira.

Quando todas essas três coisas acontecem, queilite angular, fotofobia, pele dolorida e coceira nas partes íntimas, os médicos chamam isso de síndrome oro-ocular-genital. A síndrome mostra que pode haver deficiência de riboflavina

Raramente é observada a deficiência de vitamina B2 em humanos, exceto em pessoas que vivem em países subdesenvolvidos. Ainda assim, milhões de pessoas nos países ricos não entendem a necessidade de comer os alimentos certos ou são muito pobres. Eles podem ter sinais muito ruins de deficiência de riboflavina, mas ainda têm o que chamamos de sintomas “subclínicos”, não ruins o suficiente para mandá-los para o hospital.

A deficiência subclínica de riboflavina também ocorre mais facilmente em mulheres que tomam a pílula anticoncepcional. Também pode acontecer quando as pessoas envelhecem, não conseguem se alimentar adequadamente ou têm doenças como AIDS, doenças inflamatórias intestinais, diabetes e doenças cardíacas crônicas. Podemos dizer que o corpo não perde toda a sua riboflavina facilmente porque a deficiência de riboflavina não causa doenças de uma só vez.

A deficiência de riboflavina também pode ser causada pelos seguinte motivos:

  • Não consumir carne suficiente, cereais fortificados e laticínios
  • Distúrbios crônicos (como diarreia recorrente, distúrbios hepáticos e alcoolismo crônico)
  • Absorção prejudicada de alimentos ( distúrbios de má absorção )
  • Hemodiálise e diálise peritoneal – procedimentos que filtram o sangue
  • Uso de barbitúricos por muito tempo (anticonvulsivos e sedativos)

Tratamento da deficiência de vitamina B2

A prevenção e o tratamento da deficiência de vitamina B2 se dá pelo uso de suplemento via oral ou intravenoso.

Como medida preventiva, as pessoas que estão fazendo hemodiálise ou diálise peritoneal ou que têm um distúrbio de má absorção devem tomar suplementos de riboflavina ou um multivitamínico diariamente.

Pessoas com deficiência de riboflavina recebem altas doses de riboflavina, por via oral, até que os sintomas desapareçam. Suplementos de outras vitaminas B também são tomados.

Excesso de vitamina B2

A riboflavina é geralmente considerada segura, mesmo em altas doses. A vitamina B2 não parece causar efeitos colaterais graves. Doses muito altas podem causar:

  • Coceira
  • Dormência
  • Sensações de queimação ou formigamento
  • Urina amarela ou laranja
  • Sensibilidade à luz
  • Diarreia 

Tomar qualquer uma das vitaminas B por um longo período de tempo pode resultar em um desequilíbrio de outras vitaminas B importantes. Por esse motivo, você pode querer tomar um suplemento do complexo B que inclui todas as vitaminas B.

Benefícios da vitamina B2

A riboflavina é uma vitamina solúvel em água bem absorvida, que desempenha um papel fundamental na manutenção da saúde humana em geral. Seus principais benefícios à saúde são apresentados a seguir.

Aumenta a energia

A vitamina B2 desempenha um papel importante na produção de energia, auxiliando no metabolismo de gorduras, carboidratos e proteínas.

Aumenta a circulação sanguínea

A vitamina B2 é essencial para a formação de glóbulos vermelhos frescos e anticorpos em humanos, o que aumenta a circulação e a oxigenação de vários órgãos do corpo.

Promove o crescimento e o desenvolvimento

A riboflavina é muito importante para garantir o crescimento e desenvolvimento adequados dos órgãos reprodutivos e o crescimento dos tecidos do corpo, como pele, tecido conjuntivo, olhos, membranas mucosas, sistema nervoso e sistema imunológico. Além disso, também garante pele, unhas e cabelos saudáveis.

Regula a atividade da tireoide

A vitamina B2 pode regular a atividade da tireoide.

Cuidados com a pele

A riboflavina ajuda a melhorar a secreção de muco da pele e pode limpar as pústulas cutâneas comuns na acne.

Protege o Sistema Nervoso

A vitamina B2 pode ajudar no alívio dos sintomas de várias condições do sistema nervoso, como dormência e ansiedade, entre outras. Acredita-se que a riboflavina, quando usada junto com a vitamina B6, seja eficaz no tratamento dos sintomas dolorosos da síndrome do túnel do carpo.

Repara Tecidos

A vitamina B2 desempenha um papel importante na reparação dos tecidos, na cicatrização de feridas e outras lesões que podem levar muito tempo para se recuperar totalmente.

Protege o trato digestivo

A vitamina B2 desempenha um papel importante na manutenção e proteção das membranas mucosas do sistema digestivo.

Promove o desenvolvimento Fetal Saudável

Embora não haja nenhuma prova concreta para fundamentar as alegações de que a vitamina B2 é essencial para a progressão saudável da gravidez, é considerado como um ingrediente essencial da dieta de uma futura mãe, juntamente com a vitamina A.

Reduz a enxaqueca

Vários estudos sugerem que as pessoas que têm enxaquecas podem reduzir a frequência com que as têm e a duração da enxaqueca tomando riboflavina. 

Um estudo controlado por placebo mostrou que tomar 400 mg de riboflavina por dia reduziu o número de ataques de enxaqueca pela metade. No entanto, o estudo não comparou a riboflavina aos medicamentos convencionais usados ​​para prevenir enxaquecas. Mais pesquisas são necessárias.

Fatos interessantes sobre a vitamina B2

Veja a seguir algumas informações interessantes sobre a riboflavina.

Fato número 1

Alguns dos alimentos mais saudáveis ​​do mundo são muito ricos em vitamina B2. Alimentos como cereais fortificados, espirulina e soro de leite em pó. Na verdade, a dieta ocidental típica recebe cerca de um quarto a um terço de sua ingestão de riboflavina por meio do leite e outros produtos lácteos.

Fato número 2

A vitamina B2 também oferece proteção antioxidante, ajuda a quebrar carboidratos, gorduras e proteínas no corpo e permite que o oxigênio seja usado. Pesquisas também descobriram que ele também é importante para a saúde ocular porque é necessário para proteger a glutationa, que é um antioxidante vital dentro do olho.

Uma dieta rica em riboflavina pode prevenir o desenvolvimento de cataratas e manter seus olhos jovens e saudáveis!

Fato número 3

De todas as vitaminas B, a riboflavina é provavelmente a mais franca. É franco no sentido de que você pode dizer fisicamente se seu corpo consumiu riboflavina suficiente, porque você notará que seu xixi ficará extremamente amarelo. 

Na verdade, é a única vitamina que lhe dá uma indicação real de seu funcionamento dentro de seu corpo! No entanto, como a riboflavina é solúvel em água, seu corpo a elimina todos os dias, portanto, deve ser reabastecida diariamente.

Fato número 4

A riboflavina em sua dieta também pode ajudar aqueles que sofrem de enxaquecas regulares. Um estudo recente mostrou que as pessoas que tomam doses regulares de vitamina B2 apresentam menos enxaquecas.

Fato número 5

Para produzir vitamina B2 para pílulas de vitaminas ou para adicionar aos alimentos, as empresas industriais cultivam leveduras especiais, outros fungos ou bactérias que produzem uma grande quantidade de riboflavina.

Perguntas

Com certeza agora você já sabe muita coisa a respeito da vitamina B2, mas para não restar nenhuma dúvida, segue algumas perguntas comuns sobre a vitamina B2 e suas respectivas respostas.

Por que preciso incluir a vitamina B2 na dieta?

A riboflavina é vital para o desenvolvimento, crescimento e funcionamento das células do corpo e ajuda a transformar os alimentos que ingere na energia de que necessita.

O que a vitamina B2 previne?

Embora mais pesquisas precisem ser feitas, acredita-se que a vitamina B2 previne certos tipos de câncer. As pessoas também o tomam para prevenir e tratar dores de cabeça da enxaqueca. Além disso, a riboflavina é usada na prevenção de várias doenças oculares, como catarata e glaucoma. Também é recomendado tomar riboflavina para manter cabelos, pele e unhas saudáveis.

A riboflavina ajuda no crescimento do cabelo?

A riboflavina auxilia no crescimento do cabelo, uma vez que desempenha um papel fundamental na ativação das vitaminas B3 e B6. Essas duas vitaminas têm um papel crucial no desenvolvimento do cabelo, portanto, os maiores benefícios da vitamina B2 para o cabelo são, na verdade, promover o trabalho das vitaminas B3 e B6. Em outras palavras, para ter um cabelo saudável e brilhante, você precisa adicionar alimentos ricos em riboflavina à sua dieta diária.

Onde comprar suplementos de Vitamina B2?

Se o seu médico te indicou o uso de vitamina B2 por meio de suplementos, você pode encontrar os melhores suplementos de riboflavina com o buscador de preços da Cliquefarma.