Vitamina B6

Vitamina B6 – Veja mais sobre essa Vitamina.

10/06/2021 2 Por cliquefarma

Para o nosso corpo funcionar de maneira eficaz é necessário que ele esteja com bons níveis de vitaminas e nutrientes. Um desses nutrientes é a vitamina B6.

A vitamina B6 é uma das oito vitaminas pertencentes ao mesmo grupo. Todas elas estão envolvidas no processo de conversão dos alimentos em energia necessária para o funcionamento normal do nosso corpo. 

Além dessa função, a vitamina B6 tem uma série de outras funções importantes. Portanto, é fundamental consumir alimentos ou suplementos com vitamina B6 em quantidade suficiente para se sentir bem e se manter saudável. 

A vitamina B6 também é conhecida como piridoxina, e é solúvel em água, ou seja, nosso corpo não armazena essa substância, portanto é necessário o consumo diário para manter os níveis em um parâmetro seguro para a nossa saúde.

Nesse artigo você vai ver a importância da vitamina B6 para o bem-estar do nosso corpo, vai ver também as fontes de vitamina B6 que estão disponíveis para o nosso uso.

O que é a vitamina B6

A vitamina B6 é uma vitamina solúvel em água, o que significa que o corpo não a armazena em grandes quantidades. Qualquer excesso de que o corpo não precisa é excretado na urina. Por isso é de grande importância consumir diariamente alimentos ricos nesse nutriente. 

O termo vitamina B6, na verdade, abrange seis compostos diferentes. O corpo os converte nas formas ativas dessa vitamina – o fosfato de piridoxal, que desempenha papéis vitais em nosso organismo.

Funções da vitamina B6

A vitamina B6 tem várias funções importantes, incluindo ajudar o corpo a usar e armazenar energia de proteínas, carboidratos e gordura. Mas veja a seguir algumas outras funções que a vitamina B6 possui.

Produção de glóbulos vermelhos

A hemoglobina é uma proteína complicada presente nos glóbulos vermelhos e uma de suas funções principais é ajudar a transportar oxigênio pelo corpo. 

A heme é uma seção chave da molécula de hemoglobina e a produção inicial de heme nos corpos requer a presença de vitamina B6. (Embora a produção de heme possa ocorrer em vários locais do corpo, os locais primários envolvem o fígado e a medula óssea.) 

A importância da vitamina B6 na produção de glóbulos vermelhos é enfatizada por tipos relativamente raros de anemia denominados anemias sideroblásticas.

Metabolismo de carboidratos

A vitamina B6 está envolvida em várias etapas do metabolismo dos carboidratos. Em particular, a enzima que retira carboidratos do armazenamento na célula (na forma de uma molécula chamada glicogênio) requer vitamina B6 para sua atividade.

Embora ninguém tenha feito um experimento como esse em humanos, os pesquisadores foram capazes de induzir problemas no metabolismo dos carboidratos alimentando ratos com dietas deficientes em vitamina B6. Uma vez que a quebra dos carboidratos é um processo contínuo que ocorre em nossos corpos ao longo do dia para nos ajudar a sustentar nosso nível de energia física, o consumo diário de alimentos integrais ricos em B6 também faz sentido para manter os níveis contínuos de energia.

Saúde do cérebro e do sistema nervoso

A vitamina B6 é uma das várias vitaminas B necessárias para a produção adequada de moléculas de mensagem em nosso sistema nervoso e cérebro (chamadas neurotransmissores). Três neurotransmissores principais – GABA, dopamina e serotonina – todos requerem vitamina B6 para a síntese.

Apenas como um exemplo de como esse nutriente pode ser importante para o funcionamento adequado do cérebro e do sistema nervoso, existe uma condição chamada epilepsia dependente de piridoxina, em que uma mutação genética interfere na função normal da vitamina B6. Em pessoas com essa mutação, o cérebro não se desenvolve adequadamente e os ataques epilépticos começam na infância. Felizmente, essa condição é rara.

No entanto, podemos correr o risco de ter outros problemas mais comuns que podem estar relacionados ao cérebro e ao sistema nervoso se nossa ingestão de B6 for pobre. A depressão é um bom exemplo nesta área. Pesquisadores no Japão descobriram que o risco de humor deprimido é maior em pessoas com níveis mais baixos de vitamina B6 em sua dieta (em comparação com a população em geral). 

Outro grupo de pesquisa concluiu que essa ligação entre o risco de depressão e a ingestão de B6 torna-se ainda mais forte quando o ácido fólico da dieta – um nutriente que atua intimamente com a vitamina B6 na química do cérebro e do sistema nervoso – também é deficiente.

Pesquisas recentes também começaram a indicar uma ligação entre a deficiência de B6 e o ​​risco de desenvolvimento de transtorno de déficit de atenção (TDAH). Portanto, mais uma vez, estamos examinando a possível ampla importância do B6 para o suporte do cérebro e do sistema nervoso.

Desintoxicação do Fígado

De modo geral, removemos substâncias químicas indesejadas do nosso sangue no fígado e nos rins, e esse processo envolve duas etapas. A primeira dessas duas etapas é tornar os produtos químicos mais solúveis em água para permitir a segunda etapa de ligação e remoção.

O número de nutrientes necessários para esta primeira etapa é longo, mas a vitamina B6 é claramente um dos mais importantes. É tão importante que os pesquisadores possam induzir disfunção hepática em animais alimentando-os com uma dieta pobre em piridoxina.

Vitamina B6

Outras funções de apoio à saúde

Pesquisas preliminares sobre doenças crônicas relacionadas à inflamação mostraram prováveis ​​conexões entre o risco dessas doenças e a deficiência de vitamina B6. Curiosamente, além do risco aumentado dessas condições em associação com a deficiência de B6, a presença de condições inflamatórias crônicas também parece estar associada à deficiência de vitamina B6.

Em estudos com animais, a vitamina B6 demonstrou desempenhar um papel no desenvolvimento da função do sistema imunológico saudável. Este benefício potencial para a saúde da vitamina B6 parece estar associado ao seu papel no metabolismo do aminoácido triptofano.

Níveis necessários de vitamina B6

É importante saber que a vitamina B6 (e todas as vitaminas B) são solúveis em água, o que significa que se dissolvem na água e em outros fluidos corporais, portanto, qualquer quantidade desses nutrientes que seu corpo não usa é excretada na urina. Isso significa que a vitamina B6 é necessária todos os dias, pois o corpo não pode armazenar vitaminas solúveis em água.

A quantidade exata de vitamina B6 de que você precisa todos os dias depende de sua idade, sexo e quaisquer circunstâncias especiais, como se você está grávida ou amamentando. Aqui está uma visão geral de quanta vitamina B6 as pessoas precisam em diferentes fases da vida:

Crianças

  • Recém-nascido a 6 meses: 0,1 miligrama (mg) por dia
  • Bebês de 7 meses a 1 ano: 0,3 mg
  • Crianças de 1 a 3 anos: 0,5 mg
  • Crianças de 4 a 8 anos: 0,6 mg
  • Crianças de 9 a 13 anos: 1 mg
  • Meninos de 14 a 18 anos: 1,3 mg
  • Meninas de 14 a 18 anos: 1,2 mg

Adultos

  • Homens e mulheres de 19 a 50 anos: 1,3 mg
  • Homens de 51 anos e mais velhos: 1,7 mg
  • Mulheres de 51 anos ou mais: 1,5 mg
  • Mulheres grávidas: 1,9 mg
  • Mulheres que amamentam: 2 mg

A maioria das pessoas que segue uma dieta bem balanceada e variada obterá a quantidade necessária de vitamina B6 sem ter que tomar suplementos dietéticos. Mas se sua dieta tende a ser rara em proteínas, você deve prestar atenção na quantidade de B6 que está ingerindo.

Observe que a recomendação para adultos aumenta após os 50 anos, já que nosso corpo não absorve nutrientes tão bem quando ficamos mais velhos.

Indivíduos saudáveis ​​provavelmente não serão deficientes em vitamina B6 sem serem deficientes nas outras vitaminas B também. Algumas doenças renais, bem como a doença celíaca, a doença de Crohn e a colite ulcerosa podem levar especificamente a uma deficiência de B6 porque essas condições afetam diretamente a absorção dessa vitamina.

Fontes de vitamina B6

A vitamina B6 é essencial para o bom funcionamento do nosso corpo, por isso é importante conhecer as fontes dessa vitamina para que você possa manter os níveis estáveis de vitamina B6 em seu organismo.

Alimentos ricos em vitamina B6

Uma grande variedade de alimentos contém vitamina B6, mas a carne, o peixe e as batatas são particularmente ricos nessa vitamina. 

Além disso, os cereais matinais e outros tipos de alimentos costumam ser enriquecidos com esse nutriente. Como os baixos níveis de vitamina B6 podem causar problemas físicos e mentais, é de grande importância consumir alimentos ricos nessa vitamina em quantidade suficiente. 

Veja a seguir os alimentos que são ricos em vitamina B6.

Bife de fígado

O fígado bovino contém vitamina B6. 85 gramas de fígado frito na frigideira fornecem 45% do valor diário desta importante vitamina. 

Carne bovina

A carne bovina também é uma boa fonte da vitamina B6. Um hambúrguer de 90 gramas feito de carne bovina magra pode cobrir 15% do seu valor diário de vitamina B6.

Frango

Outros tipos de carne também pertencem a alimentos ricos em vitamina B6. Por exemplo, uma porção de 85 gramas de peito de frango assado fornece 25% do valor diário recomendado dessa vitamina. 

A carne escura é um pouco menos rica nesse nutriente, pois 85 gramas de carne cozida e sem pele fornecem 18% do seu valor diário de vitamina B6.

Peru

Para melhorar a ingestão de vitamina B6, você pode comer carne de peru, pois é uma grande fonte dessa vitamina. Em 85 gramas de carne assada, você obterá 20% do valor diário desse nutriente. Além disso, ele fornecerá outras vitaminas B, como riboflavina, niacina e vitamina B5.

Salmão

Certos tipos de peixes também são fontes ricas em vitamina B6. Por exemplo, 85 gramas de salmão cozido a vapor contém 30% do valor diário recomendado desse nutriente vital. Além do mais, esse tipo de peixe pertence aos alimentos com vitamina B12 e é uma excelente fonte de ácidos graxos ômega 3 benéficos.

Atum

O atum é outro tipo de peixe carregado com vitamina B6. Uma porção de atum cozido no vapor fornece 45% do seu valor diário desta vitamina.

Esse peixe também é rico em diversos minerais, como magnésio, fósforo e potássio. No entanto, como o atum é rico em colesterol, você deve comê-lo com moderação.

Grão de bico

Além da carne e do peixe, há uma variedade de alimentos ricos em vitamina B6 que os vegetarianos podem desfrutar. O grão de bico é um deles, pois é rico neste nutriente essencial. Em uma xícara de grão de bico, você obterá 55% do seu valor diário de vitamina B6.

Batatas

As batatas também possuem alto teor de vitamina B6. Uma xícara de batata cozida fornece 20% do seu valor diário desta vitamina.

Além disso, este vegetal é uma grande fonte de outras vitaminas B, como tiamina e niacina, e alguns minerais saudáveis, como potássio e cobre.

Abóbora

A abóbora também é um dos alimentos ricos em vitamina B6. Uma xícara de abóbora assada cortada em cubos cobre 23% do valor diário recomendado desse nutriente.

Além disso, esse tipo de abóbora é rico em vitamina A, potássio, magnésio e manganês.

Espinafre

O espinafre é um vegetal de folhas verdes pertencente a alimentos com vitamina B6. Meia xícara de espinafre cozido cobrirá 5% do seu valor diário desse nutriente valioso.

Este vegetal é altamente nutritivo, pois contém vitaminas A, E e K, folato, cálcio, ferro, magnésio, bem como outras vitaminas e minerais.

Ervilhas verdes

As ervilhas verdes são outro vegetal rico em vitamina B6. Se você comer uma xícara de ervilhas cozidas, vai cobrir 20% de suas necessidades diárias dessa vitamina.

Além disso, possuem alto teor de proteínas, vitamina K, tiamina e manganês.

Pistache

Alimentos ricos em vitamina B6 também incluem algumas nozes. Por exemplo, uma pequena porção de pistache fornece 28% do seu valor diário de vitamina B6.

Além disso, eles têm um alto teor de tiamina. As nozes de pistache são uma excelente fonte de inúmeros minerais, incluindo cobre, manganês e fósforo.

Castanhas

As castanhas são outra grande fonte de vitamina B6. Em dez grãos de castanhas torradas, você obterá 25% do valor diário recomendado dessa vitamina.

Elas também são ricas em outras vitaminas B, como tiamina e ácido fólico. Quando se trata de minerais, eles são uma excelente fonte de manganês, cobre e potássio.

Bananas

Ao falar sobre frutas com vitamina B6, as bananas são uma ótima escolha. Uma banana média contém 20% do seu valor diário desse nutriente.

Além disso, este fruto é uma rica fonte de fibra dietética e vitamina C.

Abacate

Os abacates têm inúmeros benefícios para a saúde, pois são repletos de nutrientes. Você pode cobrir 30% do seu valor diário de vitamina B6 comendo apenas um abacate.

Além disso, eles fornecem vitamina C, vitamina K e ácido fólico.

Mangas

As mangas são ótimas para estimular o sistema imunológico. Uma xícara de pedaços de manga fornece 12% do seu valor diário de vitamina B6.

Além disso, elas possuem um alto teor de vitamina C, e são uma rica fonte de vitamina A.

Abacaxis

Os abacaxis também são boas fontes de vitamina B6 nos alimentos. Com uma xícara de pedaços de abacaxi, você suprirá 11% de sua necessidade diária desse nutriente.

Além do mais, essa fruta é uma ótima fonte de fibra alimentar, vitamina C, tiamina, manganês e cobre.

Damascos secos

A fruta seca é bastante saudável graças ao alto teor de fibra alimentar e ferro. Com 30 gramas de damascos secos, você obterá 9% do seu valor diário de vitamina B6.

Outros nutrientes importantes que contêm são a vitamina A e o potássio. No entanto, coma-os com moderação, pois têm muito mais açúcar do que damascos frescos.

Uvas

Uma xícara de uvas vermelhas ou verdes tem 8% do valor diário recomendado de vitamina B6. Como são alimentos que contêm vitamina B6, você pode se beneficiar ao adicioná-los à sua dieta. As uvas são muito saudáveis, pois também são ricas em vitaminas C e K.

Vitamina B6

Impacto do cozimento, armazenamento e processamento

A forma de piridoxina da vitamina B6 encontrada nos alimentos tende a ser bastante estável para armazenamento. Leva aproximadamente um ano para que cerca de 25% da vitamina B6 em vários alimentos se perca e, embora essa quantidade seja relativamente alta, não há alimentos que recomendamos armazenar por esse período prolongado de tempo.

A exposição prolongada ao calor pode degradar a vitamina B6 na maioria dos alimentos. Talvez como resultado da diferença nas formas estruturais, observamos mais degradação dessa vitamina nas carnes animais do que nos vegetais.

Tanto o cozimento a vapor quanto a fervura resultam em quantidades relativamente baixas de perda de vitamina B6. Em uma pesquisa sobre a couve de Bruxelas, por exemplo, mostrou 10-20% de perda de vitamina B6 com base nesses dois métodos de cozimento. (Como na maioria das pesquisas sobre cozimento a vapor e fervura, ferver neste estudo resultou em maior perda de vitamina B6 do que vapor, presumivelmente por causa da submersão em água permitindo mais contato superfície-água com as couves de Bruxelas.)

Talvez de forma não intuitiva, o pH mais baixo tende a estabilizar a vitamina sob o calor. Portanto, adicionar um pouco de vinagre ou tomate à água, por exemplo, pode ajudar a manter a vitamina B6 mais intacta.

Suplementos de vitamina B6

Os suplementos de vitamina B6 podem ajudar a manter os níveis normais do aminoácido homocisteína. Níveis elevados de homocisteína têm sido associados a condições como doenças cardiovasculares e derrame. 

Embora seja possível obter os níveis necessários de vitamina B6 apenas com alimentação, algumas pessoas precisam fazer uso de suplementos de vitamina B6 para manter esses níveis no parâmetro adequado.

Os suplementos de vitamina B6 são comumente prescritos para tratar ou prevenir certas condições de saúde. O objetivo do tratamento é restaurar a função metabólica do corpo diante de doenças, deficiências alimentares, envelhecimento, desequilíbrios hormonais, colapsos do sistema imunológico ou efeitos colaterais do tratamento.

Deficiência de vitamina B6

A vitamina B6 pode ser encontrada em muitos alimentos, porém uma deficiência da vitamina pode ser adquirida se o corpo não absorve-la de forma adequada.

Causas da deficiência de vitamina B6

Pelo fato da vitamina B6 ser encontrada em vários alimentos, raramente a deficiência é causada pela ingestão inadequada, com exceção de problemas de desnutrição grave.

A deficiência de vitamina B6 geralmente resulta de

  • Absorção prejudicada de alimentos (distúrbios de má absorção)
  • Álcool em excesso.
  • Hemodiálise
  • Uso de drogas que destroem a vitamina B6 armazenada no corpo. Esses medicamentos incluem anticonvulsivantes, o antibiótico isoniazida (usado para tuberculose), hidralazina (usada para tratar a hipertensão), corticosteróides e penicilamina (usados ​​para tratar distúrbios como artrite reumatóide).
  • A deficiência de vitamina B6 é comum entre pessoas com deficiência grave de proteínas e calorias. Pessoas com esse transtorno não consomem vitamina B6 suficiente.

Sintomas de deficiência de vitamina B6

Em adultos, a deficiência de vitamina B6 pode causar inflamação da pele  e erupções cutâneas avermelhadas, oleosas e escamosas. As mãos e os pés podem ficar dormentes e formigando – como alfinetes e agulhas. A língua pode ficar dolorida e vermelha, e podem formar-se rachaduras nos cantos da boca. As pessoas podem ficar confusas, irritadas e deprimidas. Eles podem ter convulsões.

Como a vitamina B6 é necessária para formar os glóbulos vermelhos, a deficiência pode causar anemia.

Tratamento da deficiência de vitamina B6

  • Tratar a causar
  • Suplementar a vitamina B6

Os suplementos de vitamina B6 geralmente corrigem os níveis de vitamina no sangue, estabilizando e tratando a deficiência.

Excesso de vitamina B6

Não há evidências de que as fontes alimentares de vitamina B6 causem efeitos adversos. No entanto, altas doses de piridoxina, uma forma de vitamina B6, podem causar sintomas neurológicos graves. 

Tomar mais de 200 mg por dia de vitamina B6 por longos períodos é conhecido por desencadear a neuropatia periférica. Isso pode ser permanente, portanto, certifique-se de nunca consumir muito. Altas doses de vitamina B6 também podem causar feridas na pele, sensibilidade à luz solar e problemas digestivos, incluindo azia e náuseas.

Benefícios da vitamina B6

A vitamina B6, assim como as outras vitaminas do complexo B é vital para que muitas funções do nosso corpo sejam exercidas de forma eficaz. Veja a seguir os benefícios que a vitamina B6 desempenha em nosso corpo.

A vitamina B6 ajuda a transformar alimentos em energia 

Junto com outras vitaminas B, a vitamina B6 auxilia o corpo na conversão de alimentos em energia. Ajuda a metabolizar carboidratos e atua com enzimas para quebrar as proteínas em aminoácidos – compostos que ajudam nosso corpo a crescer e funcionar adequadamente. 

Vitamina B6

A vitamina B6 apoia a saúde do coração 

A vitamina B6 funciona com duas outras vitaminas B – B12 e ácido fólico – para reduzir os níveis de homocisteína.

A hiper-homocisteinemia ocorre quando há níveis elevados do aminoácido homocisteína no sangue. Quantidades elevadas de homocisteína podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares, ataques cardíacos, derrames e aterosclerose, uma doença que causa o acúmulo de placas nas artérias. 

De acordo com uma pesquisa, a hiper-homocisteinemia pode ocorrer quando alguém é deficiente em vitamina B6. Mas, com os níveis corretos de B6 em combinação com B12 e ácido fólico (B9), os níveis de homocisteína podem diminuir em até um terço. 

É importante observar que, apesar dos níveis reduzidos de homocisteína, os pacientes não percebem nenhum efeito nos resultados vasculares. Portanto, as vitaminas B podem desempenhar um papel mais preventivo na saúde do coração. 

A vitamina B6 promove a função cerebral saudável

Um aumento nos níveis de homocisteína também pode acelerar o declínio cognitivo. Esse aumento pode levar a um aumento do risco de doenças neurológicas, como demência.

Além de regular os níveis de homocisteína, a vitamina B6 desempenha um papel na síntese de importantes neurotransmissores – mensageiros químicos usados ​​pelo cérebro e pelo sistema nervoso. Alguns dos neurotransmissores que B6 ajuda a sintetizar incluem: 

  • Dopamina : responsável pela busca de recompensa, motivação e movimento 
  • Serotonina : estabiliza o humor, causa sensação de bem-estar e felicidade. 
  • Melatonina : desempenha um papel na regulação do nosso ritmo circadiano e capacidade de adormecer.
  • Noradrenalina : produz a resposta de ‘lutar ou fugir’ em nosso corpo quando percebemos o perigo.

A vitamina B6 pode ajudar os enjoos matinais

Durante a gravidez, qualquer pessoa com enjôo matinal geralmente recebe uma receita de uma combinação de doxilamina – um anti-histamínico – e vitamina B6. 

A vitamina B6 demonstrou ajudar com as náuseas, enquanto a doxilamina pode reduzir o vômito.

A vitamina B6 promove uma função hormonal mais suave

A vitamina B6 é uma vitamina particularmente importante que pode ajudar a aumentar a produção de progesterona para neutralizar o excesso de estrogênio – uma das principais causas da disfunção hormonal. 

A vitamina B6 apoia o desenvolvimento do corpo lúteo, que é onde toda a progesterona se origina, e também atua com as enzimas hepáticas para remover o excesso de estrogênio do corpo e estimular o sistema imunológico.

A vitamina B6 ajuda a aliviar e gerenciar a TPM

Como mencionamos anteriormente, a vitamina B6 desempenha um papel importante em relação aos nossos hormônios. Portanto, não é uma grande surpresa que níveis adequados de vitamina possam beneficiar aqueles que sofrem de sintomas fatais de TPM, especificamente dor nos seios, náuseas, cólicas, fadiga e dores de cabeça. 

Além disso, pode até ajudar a reduzir a propensão da pele de produzir acne nesse período. 

Acredita-se que a vitamina B6 ajuda com a TPM por causa de seus efeitos positivos em neurotransmissores específicos que são responsáveis ​​pelo controle da dor no cérebro, bem como sua capacidade de aumentar o fluxo sanguíneo e controlar os hormônios.

É recomendado para mulheres que apresentam sintomas frequentes de TPM tomar vitaminas do complexo B regularmente, especialmente nos 10 dias antes da menstruação.

A vitamina B6 ajuda a controlar a artrite

Como apontado em um estudo, uma deficiência de vitamina B6 foi associada a sintomas aumentados de artrite reumatóide e outras complicações relacionadas à dor. 

 Se suplementada, a vitamina B6 pode beneficiar a doença ao reduzir a inflamação, aliviando assim o inchaço e outros sinais e sintomas comuns da artrite reumatóide.

A vitamina B6 pode ajudar a diminuir os riscos de certos tipos de câncer

Obter vitamina B6 por meio da dieta pode ajudar a reduzir o risco de certos tipos de câncer, como o câncer colorretal. Algumas evidências indicam que a vitamina B6 modula o risco de câncer. No entanto, o meio pelo qual a vitamina B6 promove esse efeito é desconhecido.

Mais pesquisas são necessárias para investigar a suplementação de vitamina B6 na prevenção do câncer ou reduzir seu impacto na mortalidade.

Perguntas

Como vimos nesse artigo, com certeza a vitamina B6 é necessária para o nosso bem-estar. Mas talvez você ainda tenha algumas dúvidas sobre o universo dessa vitamina essencial, por isso, separamos algumas perguntas com suas respectivas respostas para te ajudar ainda mais a entender a vitamina B6.

Quais alimentos contêm vitamina B6?

A vitamina B6 é encontrada em vários alimentos. Peixe, fígado bovino e outras carnes comuns, como frango e peru, são fontes ricas desta vitamina.

Outros alimentos com vitamina B6 incluem batata, ervilha, abóbora, banana e outras frutas e vegetais. Este nutriente também é frequentemente adicionado a certos tipos de alimentos, como cereais.

O que a vitamina B6 faz no corpo?

A vitamina B6 é necessária para uma função nervosa e psicológica saudável, ajudando a apoiar os neurônios que transmitem mensagens ao redor do cérebro.

É essencial para liberar energia de nossos alimentos – ajuda nosso corpo a manter os níveis de glicose no sangue estáveis, e é necessário para mais de 100 enzimas que processam as proteínas, carboidratos e gordura que comemos.

A vitamina B6 também ajuda a produzir hemoglobina, usada pelos glóbulos vermelhos para transportar oxigênio pelo corpo, pode promover e apoiar a função imunológica saudável.

Quando devo tomar suplementos de vitamina B6?

Pessoas com condições específicas, como problemas renais ou artrite reumatóide, podem ter níveis baixos de vitamina B6, portanto, podem se beneficiar ao tomar um suplemento.

Há também algumas evidências de que mulheres com sintomas pré-menstruais podem se beneficiar com o uso de vitamina B6 adicional.

Onde comprar suplementos de vitamina B6?

Lembre-se sempre que antes de usar qualquer suplemento é importante consultar o seu médico a fim de realizar um exame de sangue para medir os seus níveis de vitamina.

Se o seu médico te indicou o uso de vitamina B6 por meio de suplementos, você pode encontrar os melhores suplementos de vitamina B6 com o buscador de preços da Cliquefarma.