Esfoliação: conheça os melhores produtos para usar

18/08/2021 0 Por cliquefarma

Você já se perguntou por que a pele de um bebê é tão macia? É porque os bebês substituem naturalmente as células da pele a cada poucos dias. À medida que você envelhece, no entanto, a taxa de renovação celular diminui drasticamente.

As células mortas na superfície da pele permanecem por muito mais tempo, um fato que tende a acentuar as linhas finas das rugas e pode fazer sua pele parecer opaca e sem vida. 

Ao remover essas células mortas da pele, por meio da esfoliação, seja com os esfoliantes físicos ou químicamente usando ácidos ou enzimas, ajuda a compensar a desaceleração gradual do processo de renovação natural da pele, melhorando o tom e a textura da pele.

Nossa pele vive em um ciclo de 28 dias em que as células na parte inferior da epiderme ficam gradualmente mais duras à medida que voltam à superfície, onde morrem e descamam para revelar novas células da pele. Esse processo fica mais lento conforme você envelhece. Acrescente a isso fatores ambientais e mudanças hormonais, e você terá uma pele sem brilho e irregular.

O processo de esfoliação refina a camada mais externa de nossa epiderme, limpando o excesso de sebo e células mortas da pele e reparando a pele opaca. Com esfoliações regulares, a pele fica mais brilhante, os soros e hidratantes são absorvidos sem esforço, e a pele fica com a aparência mais fresca e hidratada. Portanto, a saúde da sua pele depende absolutamente da esfoliação.

Visto que a esfoliação é essencial para manter a pele com um aspecto saudável e sedoso, é muito importante saber mais a respeito da esfoliação. Diante disso, preparamos esse artigo que vai te ajudar a conhecer os métodos de esfoliação e como você pode fazer isso em casa.

Mas antes de saber mais sobre a esfoliação é muito importante conhecer o seu tipo de pele, para que você possa realizar uma esfoliação mais eficaz.

esfoliação

Tipos de pele

Quer você seja novo no mundo dos esfoliantes ou já use essa técnica a algum tempo, você pode estar prejudicando a sua pele se não estiver usando o tipo certo de agente de descamação da pele.

Além do mais, a esfoliação excessiva com qualquer tipo de esfoliante pode causar irritação, especialmente em pessoas com pele sensível. Dito isso, a esfoliação é um componente-chave nas rotinas de cuidados com a pele, só precisa ser usada corretamente. 

Além de eliminar o sebo, a sujeira e a oleosidade que obstruem os poros, que tendem a se acumular na superfície da pele, a esfoliação pode fazer com que a pele pareça mais clara e lisa.

Conheça a seguir os tipos de pele, para que você possa identificar o seu tipo de pele e fazer a escolha certa na hora de esfoliar.

Pele normal

Pessoas com um tipo de pele normal geralmente não descrevem sua pele como oleosa ou seca. Quando a oleosidade e a secura estão presentes, é rara e tende a ser fácil de se livrar ou resolver.

Quando se trata do tamanho dos poros, os tipos de pele normais apresentam pequenos poros que não são facilmente visíveis. A pele normal geralmente não tem muito brilho, e também não tende a ficar rachada ou descamada. Os tipos de pele normais geralmente apresentam poucas linhas finas e rugas, e o tom da pele é geralmente uniforme, sem manchas marcantes.

Mesmo se você tiver um tipo de pele normal com poucas manchas, incorporar uma esfoliação leve na sua rotina de cuidados pode manter sua pele com uma aparência vibrante e saudável para o futuro.

Pele normal não é sinônimo de pele perfeita e mesmo aquelas que a caracterizam como normal lidam com manchas ocasionais ou outros problemas de pele. É importante lembrar que a pele muda com o tempo também, o que significa que aqueles que não têm problemas de pele atualmente podem desenvolver problemas com a idade e eventos da vida, incluindo gravidez e menopausa.

Pessoas com um tipo de pele normal devem usar produtos que não deixem a pele muito oleosa e evitar produtos que causem ressecamento excessivo.

Pele seca

Se você tem pele seca, pode sentir um aperto na pele. Também pode haver manchas escamosas ou descamação. Pessoas com pele seca geralmente têm poros quase invisíveis e podem sofrer de rugas prematuras e irritação regular da pele. 

A causa da pele seca pode ser atribuída a vários fatores. Para alguns, a pele seca é hereditária, pois as predisposições genéticas podem afetar a quantidade de sebo produzida nas glândulas sebáceas da pele. O sebo é responsável por manter nossa pele macia e flexível.

Muitos presumem que a pele seca se deve à falta de umidade, mas o teor de água da pele seca é geralmente encontrado em níveis semelhantes aos da pele oleosa. Adicionar água à pele seca é contraproducente para o tratamento dessa condição de pele.

Para uma rotina de cuidados com a pele seca, é essencial encontrar um hidratante que ajude a repor a hidratação. Pessoas com pele seca costumam sofrer leves reações alérgicas e tendem a se beneficiar de cremes em vez de loções quando se trata de hidratantes, pois contêm mais óleo, tornando-o mais espesso e hidratante.

Quanto mais óleo for encontrado em um hidratante, melhor ele pode ser absorvido pelas barreiras da epiderme para ajudar a hidratar o tecido. Antes de adicionar um hidratante diário à sua rotina, teste-o em uma pequena parte da pele para garantir que você não tenha uma reação alérgica.

Pele oleosa

Pessoas com pele oleosa tendem a notar muito brilho no rosto e podem lidar com erupções de acne muito graves. A pele oleosa é o resultado de fatores genéticos e mudanças hormonais que ocorrem durante a vida de um indivíduo.

Aqueles com predisposição genética para glândulas sebáceas ativas produzem uma quantidade maior de sebo, uma substância oleosa criada para ajudar a manter a pele macia e hidratada.

Este óleo flui de dentro da epiderme para a superfície da pele através dos poros e folículos pilosos. Quando o corpo experimenta uma flutuação nos níveis hormonais, ele sinaliza a produção de andrógenos, um hormônio masculino presente em homens e mulheres.

A produção de andrógenos estimula o aumento da produção de sebo, mas quando um excesso desse óleo é produzido, ele pode expandir o tamanho dos poros da pele e resultar em bloqueios que se transformam em espinhas e outras manchas de acne.

A pele oleosa é mais propensa a acne, cravos e espinhas. Seus poros podem ser mais visíveis devido à expansão de seu tamanho, e sua pele pode parecer oleosa ao longo do dia. Se você usar maquiagem, pode descobrir que ela escorrega com bastante facilidade.

Pele mista

A pele mista apresenta dois ou mais tipos diferentes de pele no rosto. Tipos de pele mistos geralmente apresentam pele seca e escamosa em certas partes do rosto e oleosidade excessiva em outras.

Muitos acreditam erroneamente que têm pele oleosa quando, na verdade, têm um tipo de pele mista. A menos que a pele de um indivíduo seja totalmente oleosa, provavelmente há partes da pele que são secas ou normais, o que seria considerado uma pele mista.

A pele mista é o tipo de pele mais comum, mas pode ser difícil de identificar e tratar. A pele geralmente fica brilhante na zona T, que inclui a testa, o nariz e o queixo. Essas áreas tendem a ter glândulas sebáceas mais ativas do que outras partes do rosto, como as bochechas.

Lidar com áreas secas e oleosas significa encontrar a rotina de cuidados da pele perfeita para peles mistas, que é forte o suficiente para esfoliar sem irritar a pele.

esfoliação

Esfoliação física

Esfoliação física é quando você usa um produto ou dispositivo para esfregar ou raspar manualmente a pele morta. Você pode conseguir esse tipo de esfoliação com produtos para a pele, tratamentos em consultório ou ferramentas.

A maioria dos tipos de produtos que contêm um componente esfoliante físico são esfoliantes, máscaras e produtos de limpeza, e esse componente é quase sempre algo que é removido da pele. Além disso, existem vários tratamentos e ferramentas que podem ser feitos profissionalmente ou em casa para esfoliar fisicamente.

Esfoliantes físicos tiveram uma má reputação no passado devido a alguns dos primeiros produtos que poderiam causar pequenos ferimentos na pele e causar mais danos do que benefícios.

No entanto, nem todos os esfoliantes são abrasivos e existem muitos produtos novos que usam ingredientes esfoliantes físicos muito mais suaves. A maioria dos produtos usa esfoliante natural, como as contas de Jojoba, que são contas suaves e macias para uma esfoliação leve.

Uma combinação de ingredientes esfoliantes físicos e químicos costumam ser vistos juntos e o aspecto físico certamente ajudará na remoção de células mortas da pele.

Excesso de esfoliação física pode causar hipersensibilidade e reações adversas na pele.
Diante disso, a moderação é fundamental. Procure esfoliantes, máscaras e produtos de limpeza que tenham contas pequenas e macias em vez de esfoliantes grandes e duros.

Esfoliação química

A esfoliação química é essencialmente um processo que você pode usar para acelerar a remoção de células mortas da superfície da pele. Este tipo de esfoliação pode ajudar a melhorar a saúde da pele de muitas maneiras.

Compreender as diferentes maneiras como a esfoliação química funciona pode permitir que você mantenha sua pele saudável e limpa. 

A esfoliação química funciona da mesma maneira que um peeling químico. No entanto, é importante notar que este tipo de esfoliação não usa produtos químicos tão fortes quanto os de um peeling químico, porque muitas vezes é feito sem a supervisão de um profissional. 

Isso geralmente significa que os resultados também serão menos significativos. No entanto, a esfoliação química ainda pode ser uma ótima estratégia para proteger a saúde de sua pele.

As células da pele se regeneram a cada mês. Devido a isso, é muito possível que as células mortas da pele se acumulem na superfície das células novas e saudáveis. Isso pode causar o entupimento dos poros, o que pode causar acne ou uma série de outros problemas. 

Embora as células mortas da pele geralmente se desprendam naturalmente, elas podem não se desprender tão rapidamente quanto você gostaria. Com o uso da esfoliação química, você pode ajudar a dissolver essas células mortas da pele, o que pode agilizar o processo.

Em última análise, muitas pessoas usam a esfoliação química em vez do tipo físico de esfoliação porque tem a capacidade de penetrar mais profundamente sob a pele. Isso pode fornecer mais resultados do que a esfoliação física, embora ainda menos do que um peeling químico.

Substâncias usadas na esfoliação química

Existem vários tipos diferentes de produtos químicos usados ​​na esfoliação química. Eles fornecerão resultados diferentes, por isso é importante estar ciente das diferenças de cada um dos três tipos principais.

Poli-hidroxiácidos

Os poli-hidroxiácidos são um tipo de esfoliante químico frequentemente usado em pessoas com pele particularmente sensível. Esses produtos químicos, principalmente a gluconolactona e os ácidos lactobiônicos, contém moléculas maiores, o que minimiza a profundidade em que podem penetrar na pele. Geralmente é por isso que é ideal para peles sensíveis.

Beta hidroxiácidos

Beta-hidroxiácidos, geralmente são compostos de ácidos trópicos e salicílicos. Esse tipo de esfoliante é usado para ajudar a desobstruir os poros, o que pode ajudar a prevenir problemas significativos com a aparência e a saúde da pele. Esses ácidos são frequentemente usados ​​para indivíduos com pele oleosa ou com tendência a acne.

Ácidos alfa-hidroxiácidos

Os alfa-hidroxiácidos tendem a incluir vários ácidos de ocorrência natural. Estes incluem os ácidos cítrico, málico, láctico e glicólico. Quando você usa alfa-hidroxiácidos, provavelmente verá uma melhora substancial no tom de sua pele, bem como pequenos níveis de descoloração da pele.

É benéfico garantir que você fale com um profissional para ajudá-lo a identificar o produto certo para usar em sua pele. Isso pode ajudar a fornecer a você a melhor estratégia possível para seus cuidados com a pele. 

O que usar para esfoliar a pele de acordo com cada tipo de pele

A esfoliação melhora a saúde e a aparência da sua pele. Assim como polir suas unhas as prepara para uma manicure, esfoliar a pele do rosto cria uma tela limpa para sua maquiagem e outros produtos para a pele.

Usar esfoliantes químicos ou físicos remove as células mortas da pele que se acumulam na superfície da pele. O processo de limpeza natural da pele precisa de um impulso de vez em quando, especialmente à medida que a idade o retarda.

Os resultados benéficos da esfoliação variam desde limpar e fechar os poros até aumentar o brilho. 

Os resultados da esfoliação variam para cada tipo de pele individual. Esfoliar excessivamente ou executar o método errado para o seu tipo de pele pode causar problemas de irritação. Diante disso, saiba usar o esfoliante certo para o seu tipo de pele.

Esfoliante para pele seca

A pele seca é escamosa e pode coçar e ser sensível. Esfoliante pode ser uma ótima ferramenta para pele seca ou sensível para promover a cicatrização e melhorar os processos naturais da pele, mas deve ser feito com cautela.

Pode ser tentador esfoliar a pele seca e escamosa imediatamente, mas a esfoliação excessiva pode piorar a condição. 

A pele seca ou sensível requer mãos delicadas e esfoliantes suaves. Esfoliantes físicos, como escova ou esponja, podem ser muito agressivos para a pele seca. Os esfoliantes químicos dissolvem suavemente as células mortas da pele que se acumularam na superfície da pele, evitando os arranhões e rasgos que os métodos físicos podem criar em peles sensíveis. 

Especialistas recomendam que pessoas que possuem a pele seca devem recorrer a esfoliantes químicos suaves, de preferência administrados em um consultório dermatologista.

A hidratação é importante após a esfoliação para qualquer tipo de pele, mas especialmente importante para a pele seca que perdeu a capacidade de se hidratar.

Esfoliante para pele oleosa

A pele oleosa é causada por uma superprodução de óleos naturais da pele pelas glândulas sebáceas. A esfoliação é uma ótima maneira de limpar profundamente e retirar a oleosidade indesejada. 

Aqueles com pele oleosa e mais espessa podem ser capazes de usar tratamentos químicos mais fortes, como uma lavagem de ácido salicílico a 2 por cento de venda livre, ou métodos de esfoliação física, como uma escova motorizada ou um produto que contém partículas esfoliantes.

Ao contrário dos tipos de pele mais sensíveis, aquelas com pele oleosa e mais grossa podem precisar esfoliar uma vez por dia. Preste atenção nos efeitos esfoliantes para evitar exageros. 

A pele oleosa é propensa a acne, caso em que é importante consultar um dermatologista habilitado antes de selecionar um método de esfoliação. 

Tratamentos químicos ou mecânicos mais agressivos podem piorar a condição da pele oleosa. O mesmo é verdade para pessoas com rosácea, já que muitas formas de esfoliação podem aumentar a vermelhidão facial.

Esfoliante para pele mista

A pele mista tem uma produção ótima de sebo e, portanto, não é excessivamente oleosa ou seca. Os tipos de pele normais não apresentam manchas ou problemas de pele e não são excessivamente sensíveis.

Embora os tipos de pele mistas tenham uma pele ideal, ainda assim é benéfico esfoliar. O esfoliante remove as células mortas da superfície da pele, aumentando o brilho da pele. Também ajuda os produtos que você usa a trabalhar com mais eficiência, aumentando sua absorção na pele. 

Se você tem pele mista, saudável e clara, recomenda-se esfoliar com esfoliantes químicos ou físicos suaves. Ao escolher um esfoliante físico, escolha algo que não crie irritação. Pincéis esfoliantes com cerdas macias funcionam bem para limpar o rosto e estimular a renovação celular. Use movimentos circulares com uma lavagem de rosto suave. 

Os esfoliantes químicos com alfa-hidroxiácidos são uma ótima escolha para a pele mista. Esses esfoliantes são derivados de ingredientes hidratantes naturais, sendo os mais pesquisados ​​e disponíveis os ácidos glicólico e láctico.

Os ácidos glicólicos vêm da cana-de-açúcar, enquanto o láctico é derivado da lactose ou de outros carboidratos. Os esfoliantes alfa-hidroxiácidos são conhecidos por serem os menos prováveis ​​de causar irritação e fornecer grande hidratação. 

Muitas vezes, é recomendável esfoliar no máximo uma vez por semana para manter a saúde da pele. Preste atenção para ouvir o que sua pele está lhe dizendo. Com o tempo, a esfoliação proporcionará benefícios surpreendentes, incluindo um aumento na produção de colágeno promovendo a juventude da sua pele. 

Como esfoliar minha pele em casa

Existem muitos métodos para manter a pele saudável e macia. A esfoliação continua sendo uma das melhores maneiras de melhorar a textura e o tom da sua pele, e é algo que todos nós podemos fazer em casa.

No entanto, também é fácil exagerar esfoliando com muita frequência ou usando o método errado para o seu tipo de pele. Sendo assim, veja algumas dicas de como esfoliar a pele em casa de acordo com cada região do corpo.

Como esfoliar o rosto

Ao usar um esfoliante físico, comece lavando o rosto com seu limpador regular. Em seguida, pegue um pouco de sua esfoliação facial e aplique-a em seu rosto em movimentos circulares, evitando a área dos olhos.

Massageie suavemente o produto na pele durante o tempo que o seu produto específico recomendar, normalmente de 30 segundos a um minuto inteiro. Em seguida, enxágue com água morna e seque suavemente sua pele com uma toalha limpa. Depois aplique sua máscara hidratante, soro ou creme.

Ao usar um esfoliante químico, lave o rosto com um limpador comum. Se o seu esfoliante químico vier em um pano ou esponja umedecido, aplique-o em todo o rosto, pescoço, decote e até mesmo na parte superior das mãos.

Aguarde alguns minutos para que o esfoliante químico seja completamente absorvido pela pele antes de passar para a próxima etapa de seu regime, que pode ser um soro ou creme de tratamento. Faça o mesmo para esfoliantes em formas de géis ou soros.

Alguns tipos de esfoliantes químicos, geralmente chamados de “peelings”, são usados ​​de forma semelhante à aplicação de uma máscara e devem ser enxaguados após alguns minutos. Sempre verifique o rótulo do produto para certificar-se de que está usando-o corretamente.

Lembre-se de quantas vezes pode fazer esfoliação no rosto, uma a três vezes por semana, pois esfoliar com muita frequência ou com muita força pode causar pequenos ferimentos na superfície da pele e tirar a camada protetora da pele. Se você tem acne inflamatória, rosácea ou pele hipersensível, pergunte ao seu dermatologista para determinar qual esfoliante usar e com que frequência.

Como esfoliar braços e pernas

A maneira mais fácil de esfoliar braços e pernas é com uma escova, esponja ou luva. Isso pode ajudar a eliminar as células mortas da pele e estimular a circulação. Procure um esfoliante corporal em sua farmácia local ou online e ensaboe-o no chuveiro. Você também pode tentar escovar a seco.

Como esfoliar os pés

A planta dos pés tende a abrigar os pontos mais ásperos da pele do corpo, portanto, eles exigem um pouco mais de atenção quando se trata de esfoliação. Se você já fez pedicure antes, sabe que a esfoliação física usando esfoliantes, pedras e lixas sabe que pode ser uma maneira eficaz de alisar calcanhares ásperos.

Seus pés também podem se beneficiar com a esfoliação química. Tudo o que você precisa fazer é molhar os pés por uma hora, enquanto eles absorvem os ácidos glicólico, málico e láctico. Então, em alguns dias, seus pés começarão a desprender uma camada de pele, revelando pés macios de bebê.

Benefícios da esfoliação

Se você adicionar a esfoliação em sua rotina de cuidados, pode colher muitos benefícios a curto e longo prazo. Veja a seguir uma lista de benefícios que a esfoliação pode te proporcionar.

Equilibra o tom e a textura da pele

Cansado de ter uma pele esburacada que tende a sempre ter uma ou duas manchas secas? Além disso, ao aplicar maquiagem a pele sempre fica irregular. Se isso soa familiar para você, então precisa esfoliar a sua pele!

A esfoliação ajuda a suavizar a pele lindamente e uniformiza o tom e a textura desiguais para que a sua pele fique macia e uniforme como a de um bebê.

Previne a acne

Se você tem cravos preto, espinhas e poros entupidos, precisa começar a esfoliar a sua pele para se livrar dessas coisas desagradáveis. Um bom esfoliante remove as células mortas superiores suavemente, revelando novas células saudáveis ​​da pele.

esfoliação

Também desobstrui os poros e reduz a produção de secreções oleosas, tornando o rosto mais limpo e brilhante. Em conclusão, um bom esfoliante pode reduzir maciçamente a acne e erupções cutâneas e é ótimo para todas aquelas pessoas de pele oleosa que procuram soluções rápidas para sua acne.

Ajuda outros produtos para a pele a penetrar mais profundamente

Não faz sentido aplicar suas maravilhosas loções e óleos na pele que precisa desesperadamente de uma esfoliação. O produto irá aderir apenas às células velhas da pele e simplesmente assentar na superfície da pele, em vez de ser absorvido pelos poros.

A esfoliação irá livrar-se dessas células mortas da pele para que seus poros fiquem abertos e prontos para receber os nutrientes com que você os alimenta!

Desobstrui os poros

Ao esfoliar, você remove a camada superior de células mortas da pele. Esta camada de pele morta tem a capacidade de obstruir os poros e criar obstruções na forma de cravos brancos. No caso de paralisação, a glândula sebácea passa a produzir secreções mais oleosas que não têm para onde ir. Isso causa a formação de espinhas e pústulas. Um bom esfoliante ajuda a remover as células descamadas enquanto mantém os poros desobstruídos.

Aumenta a circulação

A esfoliação ajuda a estimular o fluxo sanguíneo, aproximando-o da superfície da pele para um lindo aspecto instantâneo e rosado.

Mas não é apenas um benefício temporário! Melhor fluxo sanguíneo significa maior produção de colágeno, o que é uma boa notícia para pele flácida que apresenta sinais naturais de envelhecimento!

Receitas caseiras de esfoliantes

Nas farmácias você pode encontrar esfoliantes químicos e físicos para realizar os seus cuidados com a pele. Mas se você prefere usar coisas naturais que são facilmente encontradas em casa, fique atento às receitas de esfoliantes caseiros a seguir.

Esfoliante de café

A cafeína do café melhora a circulação sanguínea e estimula a pele a dar brilho e juventude. Além do mais, ele também contém antioxidantes, protege contra os danos UV e evita a perda de umidade.

Para preparar o seu esfoliante com café, siga os seguintes passos:

  1. Misture três colheres de chá de café moído na hora com meia xícara de iogurte.
  2. Se você tem pele seca, substitua o iogurte por leite gordo.
  3. Misture o iogurte e o café e deixe descansar por cinco minutos.
  4. Assim que a mistura engrossar, adicione uma colher de chá de mel e misture bem.
  5. Aplique esta mistura no rosto e esfregue em movimentos circulares ascendentes por cerca de 8 a 10 minutos.
  6. Lave com água fria.
  7. Use este esfoliante duas vezes por semana para obter melhores resultados.

Esfoliante de mel, limão e açúcar

Infundido com esfoliantes naturais que removem as células mortas da pele, o limão pode ajudar a limpar cravos, acne e também a descoloração. O mel, por outro lado, funciona como um antioxidante natural e ajuda a hidratar e curar a pele inflamada.

Para preparar o seu esfoliante caseiro, siga os seguintes passos:

  1. Misture uma xícara de açúcar, meia xícara de azeite e uma colher de sopa de mel, acrescente o suco de um limão grande.
  2. Mexa vigorosamente por algum tempo.
  3. Aplique no rosto e esfregue por alguns minutos antes de lavar com água fria.
  4. Em caso de pele seca, certifique-se de não deixar o esfoliante por muito tempo, pois isso pode deixar a pele escamosa.

Onde encontrar produtos para esfoliação

É muito importante usar produtos de qualidade, seja para uma esfoliação química ou para uma esfoliação física. Produtos de qualidade vão te ajudar a colher ainda mais os benefícios que a esfoliação pode proporcionar para a sua pele.

esfoliação

Para encontrar produtos de qualidade e com os melhores preços, experimente usar a ferramenta comparativa de preços da Cliquefarma. Com essa ferramenta você encontra tudo o que precisa de forma prática, segura e com preços que cabem no seu bolso!

Gostou do nosso artigo? Então curta, comente e compartilhe com outros!