2produtos

Preço para Flamador 100 Mg Com 2 Ampola 2 Ml você encontra no CliqueFarma

Imagem do produto Cetoprofeno - Flamador 50 Mg Com 24 Cápsulas
OFERTA PATROCINADA

R$ 12,41

Ir para a loja
PRINCÍPIO ATIVO:Cetoprofeno
FABRICANTE:LEGRAND
Pra que serve?
Para que serve Gel Flamador Gel é um medicamento indicado para o tratamento da dor muscular e/ou articular como lombalgia /dor lombar baixa, torcicolo (dor no pescoço), contusões (batidas), entorses (torção), tendinites (inflamação dos tendões), distensões/distensões musculares, lesões leves decorrentes da prática esportiva.

ISimilar Intercambiável

6

ofertas

Melhores preços a partir de R$ 12,41 até R$ 34,61

Oferta patrocinada

drogarianovaesperanca

vendido por Drogaria Nova Esperança

economize

64.14%

R$ 12,41

Ir para a loja

Mais de 47 anos de tradição, loja RA1000 e Ebit Diamante!

Mais ofertas
drogariaprimus

vendido por Drogaria Primus

economize

52.96%

R$ 16,28

Ir para a loja

Entregas em todo Brasil, parcelamentos até 6x sem juros!

farmagora

vendido por Farmácia Online Farmagora

economize

31.06%

R$ 23,86

Ir para a loja

Pagamento em até 6X sem juros. Frete Grátis! Regras no Site.

catarinense

vendido por Drogaria Catarinense

economize

16.47%

R$ 28,91

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

farmacia-preco-popular

vendido por Farmácia Preço Popular

economize

15.31%

R$ 29,31

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

sansilfarma

vendido por Sansil Farma

R$ 34,61

Ir para a loja

Frete Reduzido para o estado de São Paulo acesse e confira

Informações adicionais de Cetoprofeno - Flamador 50 Mg Com 24 Cápsulas

Veja onde comprar, qual o valor e para que serve Cetoprofeno

O Cetoprofeno é um medicamento antiinflamatório, analgésico e antitérmico, sendo indicado para o tratamento de inflamações e dores decorrentes de processos reumáticos (doenças que podem afetar músculos, articulações e esqueleto), traumatismos (lesão interna ou externa resultante de um agente externo) e de dores em geral.


O que é inflamação?

É uma resposta do organismo a uma agressão, como cortes e batidas. A inflamação pode partir, também, do sistema imunológico. Nesse caso, são as nossas células de defesa que agridem o corpo. No processo inflamatório, ocorre o aumento do fluxo sanguíneo e de outros fluídos corporais para o local lesionado.

Qual a causa?

A inflamação acontece quando são liberadas substâncias no organismo, como a histamina, que originam a resposta inflamatória no corpo. Estas substâncias são liberadas quando o organismo combate uma infecção ou lesão e aumentam a irrigação sanguínea no local da lesão.

Além disso, ocorre a produção de substâncias inflamatórias que aumentam a permeabilidade dos vasos sanguíneos no local e ocorre um processo chamado de quimiotaxia, um processo químico onde células do sangue como neutrófilos e macrófagos, são atraídos para o local da lesão para combater os agentes causadores da inflamação e controlar possíveis sangramentos.

Quais os sintomas da inflamação?

Os principais sintomas que indicam inflamação são:

  • Inchaço ou edema;
  • Dor ao tocar;
  • Vermelhidão ou rubor;
  • Sensação de calor.
  • Estes são os principais 4 sinais que geralmente indicam a presença de um processo inflamatório e na presença de alguns destes sintomas deve consultar o médico logo que possível para que este possa dar início ao tratamento.
  • Além disso, dependendo do local da inflamação podem surgir outros sinais e sintomas, como glândulas inchadas e manchas brancas no caso das inflamações de garganta ou dor, febre e liberação de líquido espesso e amarelado em caso de infecção no ouvido.

Como evitar?

Alimentos com alta porcentagem de açúcar e gordura saturada podem estimular a inflamação por potencializarem a hiperatividade do sistema imunológico - isso pode resultar em fadiga, dor nas articulações, além de danos nos vasos sanguíneos, segundo professor clínico do Centro Médico do Sudoeste da Universidade do Texas, em Dallas, Scott Zashin.
Mas fique tranquilo, existem alimentos naturais que podem ajudar a combater a inflamação. No entanto, é sempre bom lembrar que, caso você esteja com sintomas relevantes, como febre, alteração dos batimentos cardíacos e da frequência de respiração, é importantíssimo consultar um médico. Confira a lista de alimentos anti-inflamatórios:

1. Açafrão
A especiaria tem alta concentração de uma substância chamada curcumina, de ação antioxidante e anti-inflamatória.

2. Peixes
Salmão, atum e sardinha também são capazes de reduzir a inflamação por conterem em sua composição ômega 3 e ácidos graxos. Entretanto, para obter um bom resultado, é necessário ingerir peixe algumas vezes na semana, o que também pode não ser muito recomendável devido à alta concentração de metais pesados em frutos do mar - a OMS recomenda ingerir peixe duas vezes por semana.

3. Cereais integrais
São grãos que auxiliam na diminuição do risco de inflamação. Isso porque grãos integrais contêm fibras, que reduzem os níveis de proteína C reativa, que em alta quantidade cria risco de doenças cardíacas, infecções em qualquer parte do corpo, reumatismo e até câncer.

4. Nozes
São fontes de gordura saudável anti-inflamatória, especialmente as amêndoas, por englobarem fibras, cálcio e vitamina E. Este fruto seco com uma ou duas sementes é um dos principais alimentos da dieta mediterrânea, capaz de reduzir de forma notável os focos de inflamação em até seis semanas.

5. Vegetais picantes
Não é à toa que os vegetais picantes são conhecidos por fortalecerem a imunidade. O alho, por exemplo, um alimento tradicionalmente utilizado não só na culinária, como também em tratamentos medicinais. Os seus efeitos benéficos para o coração, circulação sanguínea e de restrição aos caminhos que conduzem à inflamação já eram valorizados desde a Idade Média.

6. Cebola
É outro exemplo que possui alto poder desinfetante, antiinflamatório e bactericida. Seu óleo essencial de enxofre participa em diversas combinações orgânicas, em especial nas sulfamidas que, com a penicilina, constituem um meio eficaz de combater as enfermidades infecciosas.

Como Cetoprofeno funciona?

Este medicamento tem como princípio ativo o cetoprofeno, de natureza não hormonal, que possui propriedades antiinflamatória, antitérmica e analgésica.
O cetoprofeno inibe a agregação plaquetária (união das plaquetas umas às outras) e a síntese das prostaglandinas (mediador químico relacionado à inflamação), no entanto, seu exato mecanismo de ação não é completamente conhecido.
O comprimido de cetoprofeno possui um revestimento gastrorresistente, que evita o contato do medicamento com a mucosa do estômago, possibilitando uma melhor tolerabilidade.
O cetoprofeno é rápida e completamente absorvido pelo trato gastrintestinal. Os níveis plasmáticos máximos são obtidos dentro de 60 a 90 minutos após administração oral.

Cetoprofeno para inflamacao

Posologia (Como usar) Cetoprofeno

Os comprimidos de Cetoprofeno devem ser ingeridos sem mastigar, com quantidade suficiente de líquido (aproximadamente ½ a 1 copo), de preferência durante ou logo após as refeições.
A dose usual é de 200 mg por dia, dividida em 2 doses. Assim que se atingir o efeito terapêutico desejado, o tratamento deve ser mantido com a menor dose eficaz possível.
Em casos severos ou se uma resposta satisfatória não pode ser obtida com doses menores, pode-se aumentar a posologia, desde que não se ultrapasse o máximo de 300 mg por dia.

Populações especiais
Crianças: a segurança e eficácia do uso de cetoprofeno comprimidos em crianças ainda não foram estabelecidas.

Pacientes com insuficiência dos rins e idosos: é aconselhável reduzir a dose inicial e manter estes pacientes com a menor dose eficaz. Um ajuste posológico individual deve ser considerado pelo seu médico, somente após ter apurado boa tolerância individual.rn

Pacientes com insuficiência do fígado: estes pacientes devem ser cuidadosamente monitorados e deve-se manter a menor dose eficaz diária. 

Não há estudos dos efeitos de cetoprofeno comprimidos administrado por vias não recomendadas. Portanto, por segurança e para garantir a eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente por via oral conforme recomendado pelo médico.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.

Cetoprofeno tem efeitos colaterais?

Reações adversas de Cetoprofeno

Reação muito comum (ocorre em mais de 10% dos pacientes que utilizam este medicamento).
Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento).
Reação incomum (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento).
Reação rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento).
Reação muito rara (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento).
Reação desconhecida (não pode ser estimada a partir dos dados disponíveis).

A lista a seguir de reações adversas está relacionada a eventos apresentados com o uso de cetoprofeno. no tratamento de condições agudas ou crônicas:

Distúrbios no sistema sanguíneo e linfático:
- Rara: anemia hemorrágica.
- Desconhecida: agranulocitose (diminuição acentuada na contagem de células brancas do sangue), trombocitopenia (diminuição no número de plaquetas sanguíneas), aplasia medular (disfunção da medula óssea que altera a produção de células do sangue), anemia hemolítica (diminuição do número de glóbulos vermelhos do sangue em decorrência da destruição prematura dos mesmos), leucopenia (redução dos glóbulos brancos no sangue).

Distúrbios no sistema imune
- Desconhecida: reações anafiláticas (reação alérgica grave e imediata), incluindo choque.

Distúrbios psiquiátricos
- Desconhecida: depressão, alucinação, confusão, distúrbios de humor.

Distúrbios no sistema nervoso:
- Incomum: dor de cabeça, vertigem e sonolência.
- Rara: parestesia (sensação anormal como ardor, formigamento e coceira, percebidos na pele e sem motivo aparente).
- Desconhecida: meningite asséptica (inflamação nas membranas e tecidos que envolvem o cérebro sem causa infecciosa), convulsões (contrações e relaxamentos musculares involuntários), disgeusia (alteração ou diminuição do paladar).

Distúrbios visuais
- Rara: visão embaçada, tal como visão borrada.

Distúrbios auditivos e do labirinto
- Rara: zumbidos.

Distúrbios cardíacos
- Desconhecida: exacerbação da insuficiência cardíaca.

Distúrbios vasculares
- Desconhecida: hipertensão, vasodilatação (aumento do calibre dos vasos sanguíneos), vasculite (inflamação da parede dos vasos sanguíneos), incluindo vasculite leucocitoclástica (um tipo específico de inflamação da parede do vaso sanguíneo).

Distúrbios respiratórios, torácicos e mediastinais
- Rara: asma (doença pulmonar caracterizada pela contração das vias respiratórias ocasionando falta de ar).
- Desconhecida: broncoespasmo (contração dos brônquios levando a chiado no peito) principalmente em pacientes com hipersensibilidade conhecida (alergia ou intolerância) ao ácido acetilsalicílico e/ou a outros AINES.

Distúrbios gastrintestinais
- Comum: dispepsia (má digestão), náusea, dor abdominal, vômito.
- Incomum: constipação (prisão de ventre), diarreia, flatulência (excesso de gases no estômago ou intestinos) e gastrite (inflamação do estômago).
- Rara: estomatite (inflamação da mucosa da boca), úlcera péptica. 
- Desconhecida: exacerbação da colite e doença de Crohn, hemorragia e perfuração gastrintestinais, pancreatite (inflamação do pâncreas).

Distúrbios hepatobiliares
- Rara: casos de hepatite, aumento dos níveis das transaminases (enzima presente nas células do fígado).

Distúrbios cutâneos e subcutâneos
- Incomum: erupção cutânea (rash), prurido (coceira). 
- Desconhecida: reação de fotossensibilidade (sensibilidade exagerada da pele à luz), alopecia (perda de cabelo e pelos), urticária (erupção na pele, geralmente de origem alérgica, que causa coceira), angioedema (inchaço em região subcutânea ou em mucosas, geralmente de origem alérgica), erupções bolhosas incluindo síndrome de Stevens-Johnson, necrólise epidérmica tóxica e pustulose exantematosa aguda generalizada, que são tipos distintos de reações bolhosas na pele.

Distúrbios dos rins e urinário:
- Desconhecida: insuficiência aguda dos rins, nefrite túbulointersticial (um tipo de inflamação nos rins) e síndrome nefrótica (condição grave caracterizada por presença de proteína na urina) e anormalidade nos testes de função renal.

Distúrbios gerais
- Incomum: edema (inchaço).

Distúrbios do metabolismo e nutrição
- Desconhecida: hiponatremia (redução dos níveis de sódio no sangue).

Investigações
- Rara: ganho de peso. 

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Qual o preço de Cetoprofeno?

O preço de Cetoprofeno - Flamador 50 Mg Com 24 Cápsulas varia entre R$ 12,41 e R$ 34,61, pesquisamos em 6 farmácias no dia 24/06/2024.

Onde comprar Cetoprofeno?

Aqui na Cliquefarma você encontra o melhor preço e descobre onde comprar Cetoprofeno sem sair de casa, também com as melhores condições de entrega na sua região.

precisa deajuda?