10produtos

Preço para Micardis Hct 40mg 12 5mg C 30 Comprimidos você encontra no CliqueFarma

Imagem do produto Micardis - Hct 40Mg 12,5Mg C 30 Comprimidos
OFERTA PATROCINADA

R$ 110,95

Ir para a loja
PRINCÍPIO ATIVO:Hidroclorotiazida + Telmisartana
FABRICANTE:BOEHRINGER
Pra que serve?
Para que serve Micardis HCT é indicado para o tratamento da hipertensão arterial (pressão alta) em pacientes que não tiveram boa resposta com apenas uma das substâncias isoladas.

RReferência

14

ofertas

Melhores preços a partir de R$ 110,95 até R$ 221,91

Oferta patrocinada

saopaulo

vendido por Drogaria São Paulo

economize

50.00%

R$ 110,95

Ir para a loja
Preço Válido no Programa do Laboratório

Oferta patrocinada

pacheco

vendido por Drogarias Pacheco

economize

47.43%

R$ 116,65

Ir para a loja
Preço Válido no Programa do Laboratório

Oferta patrocinada

drogarianovaesperanca

vendido por Drogaria Nova Esperança

economize

40.73%

R$ 131,52

Ir para a loja

Mais de 47 anos de tradição, loja RA1000 e Ebit Diamante!

Oferta patrocinada

Promofarma

vendido por Promofarma

economize

10.82%

R$ 197,90

Ir para a loja
Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.
Mais ofertas
droganita

vendido por Drogaria Droganita

economize

43.72%

R$ 124,90

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

drogariasoares

vendido por Drogaria Soares

economize

30.02%

R$ 155,30

Ir para a loja

Enviamos para todo o Brasil. Clique e confira!

farmagora

vendido por Farmácia Online Farmagora

economize

27.86%

R$ 160,09

Ir para a loja

Pagamento em até 6X sem juros. Frete Grátis! Regras no Site.

catarinense

vendido por Drogaria Catarinense

economize

27.85%

R$ 160,11

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

farmacia-preco-popular

vendido por Farmácia Preço Popular

economize

27.24%

R$ 161,47

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

drogariahd

vendido por Drogaria HD

economize

5.00%

R$ 210,82

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

farmanita

vendido por Farmanita Drogaria

economize

4.30%

R$ 212,36

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

aazfarma

vendido por AAZ Farma

economize

0.64%

R$ 220,50

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria!

veracruz

vendido por Drogaria Vera Cruz

R$ 221,91

Ir para a loja

Entregas para todo o Brasil. Clique e confira!

araujo

vendido por Drogaria Araújo

R$ 221,91

Ir para a loja
Preço Válido no Programa do Laboratório.

Informações adicionais de Micardis - Hct 40Mg 12,5Mg C 30 Comprimidos

Veja onde comprar, qual o valor e para que serve Micardis

Micardis é indicado para o tratamento da hipertensão arterial (pressão alta). Pode ser usado isoladamente ou em associação com outros medicamentos com a mesma finalidade. Indicado também para a prevenção de mortalidade e lesão cardiovascular (doenças ou afecções que acometem o coração e/ou vasos sanguíneos) em pacientes com idade igual ou superior a 55 anos. 

O que é hipertensão?

A hipertensão arterial sistêmica (HAS) ou pressão alta é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados da pressão arterial (PA). Considerando-se valores de pressão arterial maiores ou iguais a 140 / 90mmHg.

Qual a causa e os fatores de risco?

A hipertensão normalmente é causada quando há uma resistência e endurecimento maior dos vasos sanguíneos para a passagem do sangue, o que necessita uma força maior do coração para o bombeamento do sangue.
Isso pode ser um processo natural do corpo, mas é aumentado com alguns dos fatores de risco listados abaixo:


Fatores de risco

A hipertensão é herdada dos pais em 90% dos casos. Em uma minoria, a hipertensão pode ser causada por uma doença relacionada, como distúrbios da tireoide ou em glândulas endocrinológicas, como a suprarrenal. Entretanto, há vários outros fatores que influenciam os níveis de pressão arterial, entre eles (1, 2 e 3):
  • Consumo de bebidas alcoólicas
  • Obesidade
  • Idade
  • Consumo excessivo de sal
  • Gênero e etnia (maior em homens, e em indivíduos de cor não branca)
  • Idade
  • Sedentarismo
Fatores de risco cardiovasculares adicionais aos pacientes com Hipertensão:
  • Tabagismo
  • Alteração dos níveis de colesterol total e frações e triglicérides
  • Diabetes melito
  • História familiar prematura de doença cardiovascular: homens<55 anos e mulheres <65 anos.

Quais os sintomas da hipertensão?

Na sua maioria os pacientes hipertensos são assintomáticos, podendo ocorrer:

  • Dores no peito
  • Dor de cabeça
  • Tonturas
  • Zumbido no ouvido
  • Visão turva.

Como evitar?

Pessoas em idade adulta meçam a pressão pelo menos uma vez por ano como forma de acompanhamento (à medida que vamos envelhecendo a pressão vai aumentando). Além disso, outros hábitos de vida saudáveis podem ser adotados para prevenir a hipertensão (1, 2 e 3):

  • Evite ficar parado: caminhe mais, suba escadas em vez de usar o elevador
  • Diminua ou abandone o consumo de bebidas alcoólicas
  • Tente levar os problemas do dia a dia de maneira mais tranquila
  • Mantenha o peso saudável: procure um profissional de saúde e peça orientação quanto à sua alimentação
  • Tenha uma alimentação saudável
  • Diminua o sal da comida.

Como Micardis funciona?

Micardis impede a ação de uma substância presente no organismo que provoca aumento da pressão arterial. Desta forma, a pressão arterial é reduzida. O início da ação gradualmente se torna evidente em 3 horas e o máximo efeito anti-hipertensivo geralmente é atingido após 4-8 semanas do início do tratamento. 


Posologia (Como usar) Micardis

Tomar o comprimido com um pouco de água ou outro líquido, por via oral, com ou sem alimentos, de acordo com a prescrição do médico. 

Micardis é um medicamento de uso contínuo e deve ser tomado diariamente na dose prescrita pelo médico.  

Tratamento da hipertensão arterial: a dose recomendada é de 40 mg uma vez ao dia. Caso seja necessário, a dose pode ser aumentada para 80 mg uma vez ao dia.  

Prevenção de lesão do coração e mortalidade: a dose recomendada é de 80 mg uma vez ao dia; recomenda-se monitoração da pressão arterial e pode ser necessário o ajuste de medicações que reduzem a pressão arterial.  

Pacientes portadores de problemas do fígado de leve a moderado não devem exceder a dose diária de 40 mg. 

Este medicamento não deve ser partido ou mastigado. 

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem conhecimento do seu médico. 

Micardis tem efeitos colaterais?

Reações incomuns (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): infecções das vias urinárias (incluindo cistite), infecções das vias respiratórias superiores, anemia, aumento do potássio no sangue, insônia, depressão, desmaio, tontura com sensação de rotação, diminuição dos batimentos cardíacos, queda da pressão arterial inclusive ao se levantar, dispneia, dor abdominal, diarreia, indigestão, gases, vômitos, aumento da produção de suor, coceira, manchas na pele com coceiras e descamação, dor nas costas, contrações musculares, dor muscular, mau funcionamento dos rins, dor no peito, fraqueza, aumento da creatinina no sangue. 

Reações raras (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): infecção generalizada que pode levar à morte, elevação dos eosinófilos no sangue, diminuição das plaquetas no sangue, alergia incluindo reação alérgica grave, diminuição do açúcar no sangue (em pacientes diabéticos), ansiedade, distúrbios visuais, batimentos cardíacos acelerados, boca seca, desconforto estomacal, alteração do funcionamento do fígado (maioria dos casos observados em pacientes do Japão), manchas avermelhadas com ou sem descamação da pele, bolhas e coceira, inchaço da face, língua e garganta (com risco de morte), elevações na pele com coceira e vermelhidão, dor articular, dor nas extremidades (dor nas pernas), dor nos tendões, mal-estar semelhante à gripe, diminuição da hemoglobina, aumento de enzimas hepáticas, ácido úrico e de creatinina fosfoquinase no sangue. 

Atenção, este produto é um medicamento que possui nova indicação terapêutica no país e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer eventos adversos imprevisíveis ou desconhecidos. Nesse caso, informe seu médico. 

Micardis para hipertensao arterial

Qual o preço de Micardis?

O preço de Micardis - Hct 40Mg 12,5Mg C 30 Comprimidos varia entre R$ 110,95 e R$ 221,91, pesquisamos em 14 farmácias no dia 24/06/2024.

Onde comprar?

Aqui na Cliquefarma você encontra o melhor preço e descobre onde comprar Micardis sem sair de casa. Seu medicamento delivery e com o menor preço.
Imagem do produto Micardis - Hct 80 25Mg 14 Comprimidos
PRINCÍPIO ATIVO:telmisartana
FABRICANTE:boehringer
Pra que serve?
Para que serve Micardis HCT? Tratamento da hipertensão arterial. MICARDIS HCT, como associação de dose fixa, é indicado em pacientes cuja pressão arterial não é adequadamente controlada com telmisartana ou hidroclorotiazida isoladamente.

RReferência

Informações adicionais de Micardis - Hct 80 25Mg 14 Comprimidos

Veja onde comprar, qual o valor e para que serve Micardis

Micardis é indicado para o tratamento da hipertensão arterial (pressão alta). Pode ser usado isoladamente ou em associação com outros medicamentos com a mesma finalidade. Indicado também para a prevenção de mortalidade e lesão cardiovascular (doenças ou afecções que acometem o coração e/ou vasos sanguíneos) em pacientes com idade igual ou superior a 55 anos. 

O que é hipertensão?

A hipertensão arterial sistêmica (HAS) ou pressão alta é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados da pressão arterial (PA). Considerando-se valores de pressão arterial maiores ou iguais a 140 / 90mmHg.

Qual a causa e os fatores de risco?

A hipertensão normalmente é causada quando há uma resistência e endurecimento maior dos vasos sanguíneos para a passagem do sangue, o que necessita uma força maior do coração para o bombeamento do sangue.
Isso pode ser um processo natural do corpo, mas é aumentado com alguns dos fatores de risco listados abaixo:


Fatores de risco

A hipertensão é herdada dos pais em 90% dos casos. Em uma minoria, a hipertensão pode ser causada por uma doença relacionada, como distúrbios da tireoide ou em glândulas endocrinológicas, como a suprarrenal. Entretanto, há vários outros fatores que influenciam os níveis de pressão arterial, entre eles (1, 2 e 3):
  • Consumo de bebidas alcoólicas
  • Obesidade
  • Idade
  • Consumo excessivo de sal
  • Gênero e etnia (maior em homens, e em indivíduos de cor não branca)
  • Idade
  • Sedentarismo
Fatores de risco cardiovasculares adicionais aos pacientes com Hipertensão:
  • Tabagismo
  • Alteração dos níveis de colesterol total e frações e triglicérides
  • Diabetes melito
  • História familiar prematura de doença cardiovascular: homens<55 anos e mulheres <65 anos.

Quais os sintomas da hipertensão?

Na sua maioria os pacientes hipertensos são assintomáticos, podendo ocorrer:

  • Dores no peito
  • Dor de cabeça
  • Tonturas
  • Zumbido no ouvido
  • Visão turva.

Como evitar?

Pessoas em idade adulta meçam a pressão pelo menos uma vez por ano como forma de acompanhamento (à medida que vamos envelhecendo a pressão vai aumentando). Além disso, outros hábitos de vida saudáveis podem ser adotados para prevenir a hipertensão (1, 2 e 3):

  • Evite ficar parado: caminhe mais, suba escadas em vez de usar o elevador
  • Diminua ou abandone o consumo de bebidas alcoólicas
  • Tente levar os problemas do dia a dia de maneira mais tranquila
  • Mantenha o peso saudável: procure um profissional de saúde e peça orientação quanto à sua alimentação
  • Tenha uma alimentação saudável
  • Diminua o sal da comida.

Como Micardis funciona?

Micardis impede a ação de uma substância presente no organismo que provoca aumento da pressão arterial. Desta forma, a pressão arterial é reduzida. O início da ação gradualmente se torna evidente em 3 horas e o máximo efeito anti-hipertensivo geralmente é atingido após 4-8 semanas do início do tratamento. 


Posologia (Como usar) Micardis

Tomar o comprimido com um pouco de água ou outro líquido, por via oral, com ou sem alimentos, de acordo com a prescrição do médico. 

Micardis é um medicamento de uso contínuo e deve ser tomado diariamente na dose prescrita pelo médico.  

Tratamento da hipertensão arterial: a dose recomendada é de 40 mg uma vez ao dia. Caso seja necessário, a dose pode ser aumentada para 80 mg uma vez ao dia.  

Prevenção de lesão do coração e mortalidade: a dose recomendada é de 80 mg uma vez ao dia; recomenda-se monitoração da pressão arterial e pode ser necessário o ajuste de medicações que reduzem a pressão arterial.  

Pacientes portadores de problemas do fígado de leve a moderado não devem exceder a dose diária de 40 mg. 

Este medicamento não deve ser partido ou mastigado. 

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem conhecimento do seu médico. 

Micardis tem efeitos colaterais?

Reações incomuns (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): infecções das vias urinárias (incluindo cistite), infecções das vias respiratórias superiores, anemia, aumento do potássio no sangue, insônia, depressão, desmaio, tontura com sensação de rotação, diminuição dos batimentos cardíacos, queda da pressão arterial inclusive ao se levantar, dispneia, dor abdominal, diarreia, indigestão, gases, vômitos, aumento da produção de suor, coceira, manchas na pele com coceiras e descamação, dor nas costas, contrações musculares, dor muscular, mau funcionamento dos rins, dor no peito, fraqueza, aumento da creatinina no sangue. 

Reações raras (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): infecção generalizada que pode levar à morte, elevação dos eosinófilos no sangue, diminuição das plaquetas no sangue, alergia incluindo reação alérgica grave, diminuição do açúcar no sangue (em pacientes diabéticos), ansiedade, distúrbios visuais, batimentos cardíacos acelerados, boca seca, desconforto estomacal, alteração do funcionamento do fígado (maioria dos casos observados em pacientes do Japão), manchas avermelhadas com ou sem descamação da pele, bolhas e coceira, inchaço da face, língua e garganta (com risco de morte), elevações na pele com coceira e vermelhidão, dor articular, dor nas extremidades (dor nas pernas), dor nos tendões, mal-estar semelhante à gripe, diminuição da hemoglobina, aumento de enzimas hepáticas, ácido úrico e de creatinina fosfoquinase no sangue. 

Atenção, este produto é um medicamento que possui nova indicação terapêutica no país e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer eventos adversos imprevisíveis ou desconhecidos. Nesse caso, informe seu médico. 

Micardis para hipertensao arterial

Qual o preço de Micardis?

O preço de Micardis - Hct 80 25Mg 14 Comprimidos varia entre R$ 0,00 e R$ 0,00, pesquisamos em 0 farmácias no dia 24/06/2024.

Onde comprar?

Aqui na Cliquefarma você encontra o melhor preço e descobre onde comprar Micardis sem sair de casa. Seu medicamento delivery e com o menor preço.
Imagem do produto Micardis - Hct 80 12,5Mg 14 Comprimidos
PRINCÍPIO ATIVO:telmisartana + hidroclorotiazida
FABRICANTE:boehringer
Pra que serve?
Para que serve Micardis HCT é indicado para o tratamento da hipertensão arterial (pressão alta) em pacientes que não tiveram boa resposta com apenas uma das substâncias isoladas.

RReferência

Informações adicionais de Micardis - Hct 80 12,5Mg 14 Comprimidos

Veja onde comprar, qual o valor e para que serve Micardis

Micardis é indicado para o tratamento da hipertensão arterial (pressão alta). Pode ser usado isoladamente ou em associação com outros medicamentos com a mesma finalidade. Indicado também para a prevenção de mortalidade e lesão cardiovascular (doenças ou afecções que acometem o coração e/ou vasos sanguíneos) em pacientes com idade igual ou superior a 55 anos. 

O que é hipertensão?

A hipertensão arterial sistêmica (HAS) ou pressão alta é uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados da pressão arterial (PA). Considerando-se valores de pressão arterial maiores ou iguais a 140 / 90mmHg.

Qual a causa e os fatores de risco?

A hipertensão normalmente é causada quando há uma resistência e endurecimento maior dos vasos sanguíneos para a passagem do sangue, o que necessita uma força maior do coração para o bombeamento do sangue.
Isso pode ser um processo natural do corpo, mas é aumentado com alguns dos fatores de risco listados abaixo:


Fatores de risco

A hipertensão é herdada dos pais em 90% dos casos. Em uma minoria, a hipertensão pode ser causada por uma doença relacionada, como distúrbios da tireoide ou em glândulas endocrinológicas, como a suprarrenal. Entretanto, há vários outros fatores que influenciam os níveis de pressão arterial, entre eles (1, 2 e 3):
  • Consumo de bebidas alcoólicas
  • Obesidade
  • Idade
  • Consumo excessivo de sal
  • Gênero e etnia (maior em homens, e em indivíduos de cor não branca)
  • Idade
  • Sedentarismo
Fatores de risco cardiovasculares adicionais aos pacientes com Hipertensão:
  • Tabagismo
  • Alteração dos níveis de colesterol total e frações e triglicérides
  • Diabetes melito
  • História familiar prematura de doença cardiovascular: homens<55 anos e mulheres <65 anos.

Quais os sintomas da hipertensão?

Na sua maioria os pacientes hipertensos são assintomáticos, podendo ocorrer:

  • Dores no peito
  • Dor de cabeça
  • Tonturas
  • Zumbido no ouvido
  • Visão turva.

Como evitar?

Pessoas em idade adulta meçam a pressão pelo menos uma vez por ano como forma de acompanhamento (à medida que vamos envelhecendo a pressão vai aumentando). Além disso, outros hábitos de vida saudáveis podem ser adotados para prevenir a hipertensão (1, 2 e 3):

  • Evite ficar parado: caminhe mais, suba escadas em vez de usar o elevador
  • Diminua ou abandone o consumo de bebidas alcoólicas
  • Tente levar os problemas do dia a dia de maneira mais tranquila
  • Mantenha o peso saudável: procure um profissional de saúde e peça orientação quanto à sua alimentação
  • Tenha uma alimentação saudável
  • Diminua o sal da comida.

Como Micardis funciona?

Micardis impede a ação de uma substância presente no organismo que provoca aumento da pressão arterial. Desta forma, a pressão arterial é reduzida. O início da ação gradualmente se torna evidente em 3 horas e o máximo efeito anti-hipertensivo geralmente é atingido após 4-8 semanas do início do tratamento. 


Posologia (Como usar) Micardis

Tomar o comprimido com um pouco de água ou outro líquido, por via oral, com ou sem alimentos, de acordo com a prescrição do médico. 

Micardis é um medicamento de uso contínuo e deve ser tomado diariamente na dose prescrita pelo médico.  

Tratamento da hipertensão arterial: a dose recomendada é de 40 mg uma vez ao dia. Caso seja necessário, a dose pode ser aumentada para 80 mg uma vez ao dia.  

Prevenção de lesão do coração e mortalidade: a dose recomendada é de 80 mg uma vez ao dia; recomenda-se monitoração da pressão arterial e pode ser necessário o ajuste de medicações que reduzem a pressão arterial.  

Pacientes portadores de problemas do fígado de leve a moderado não devem exceder a dose diária de 40 mg. 

Este medicamento não deve ser partido ou mastigado. 

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem conhecimento do seu médico. 

Micardis tem efeitos colaterais?

Reações incomuns (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): infecções das vias urinárias (incluindo cistite), infecções das vias respiratórias superiores, anemia, aumento do potássio no sangue, insônia, depressão, desmaio, tontura com sensação de rotação, diminuição dos batimentos cardíacos, queda da pressão arterial inclusive ao se levantar, dispneia, dor abdominal, diarreia, indigestão, gases, vômitos, aumento da produção de suor, coceira, manchas na pele com coceiras e descamação, dor nas costas, contrações musculares, dor muscular, mau funcionamento dos rins, dor no peito, fraqueza, aumento da creatinina no sangue. 

Reações raras (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): infecção generalizada que pode levar à morte, elevação dos eosinófilos no sangue, diminuição das plaquetas no sangue, alergia incluindo reação alérgica grave, diminuição do açúcar no sangue (em pacientes diabéticos), ansiedade, distúrbios visuais, batimentos cardíacos acelerados, boca seca, desconforto estomacal, alteração do funcionamento do fígado (maioria dos casos observados em pacientes do Japão), manchas avermelhadas com ou sem descamação da pele, bolhas e coceira, inchaço da face, língua e garganta (com risco de morte), elevações na pele com coceira e vermelhidão, dor articular, dor nas extremidades (dor nas pernas), dor nos tendões, mal-estar semelhante à gripe, diminuição da hemoglobina, aumento de enzimas hepáticas, ácido úrico e de creatinina fosfoquinase no sangue. 

Atenção, este produto é um medicamento que possui nova indicação terapêutica no país e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer eventos adversos imprevisíveis ou desconhecidos. Nesse caso, informe seu médico. 

Micardis para hipertensao arterial

Qual o preço de Micardis?

O preço de Micardis - Hct 80 12,5Mg 14 Comprimidos varia entre R$ 0,00 e R$ 0,00, pesquisamos em 0 farmácias no dia 24/06/2024.

Onde comprar?

Aqui na Cliquefarma você encontra o melhor preço e descobre onde comprar Micardis sem sair de casa. Seu medicamento delivery e com o menor preço.
Imagem do produto Micardis - Hct 80 12,5Mg 28 Comprimidos
PRINCÍPIO ATIVO:telmisartana
FABRICANTE:boehringer
Pra que serve?
Para que serve Micardis HCT? Tratamento da hipertensão arterial. MICARDIS HCT, como associação de dose fixa, é indicado em pacientes cuja pressão arterial não é adequadamente controlada com telmisartana ou hidroclorotiazida isoladamente.

RReferência

precisa deajuda?