101produtos

Preço para Rosuvastatina Calcica 20mg C 30 Comprimidos Nova Nova Quimica Generico você encontra no CliqueFarma

Imagem do produto Rosuvastatina Cálcica 20Mg C 30 Comprimidos Nova - Nova Química Genérico
OFERTA PATROCINADA

R$ 12,59

Ir para a loja
PRINCÍPIO ATIVO:Rosuvastatina Cálcica
FABRICANTE:NOVA QUÍMICA
Pra que serve?

GGenérico

9

ofertas

Melhores preços a partir de R$ 12,59 até R$ 214,93

Oferta patrocinada

drogarianovaesperanca

vendido por Drogaria Nova Esperança

economize

94.14%

R$ 12,59

Ir para a loja

Mais de 47 anos de tradição, loja RA1000 e Ebit Diamante!

Oferta patrocinada

saopaulo

vendido por Drogaria São Paulo

economize

85.77%

R$ 30,58

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

Oferta patrocinada

pacheco

vendido por Drogarias Pacheco

economize

81.92%

R$ 38,87

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

Mais ofertas
aazfarma

vendido por AAZ Farma

economize

90.23%

R$ 21,00

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria!

drogarialecer

vendido por Drogaria Lecer

economize

89.80%

R$ 21,93

Ir para a loja
FRETE GRÁTIS nas compras acima de R$150,00 para todo o Brasil.
drogariaprimus

vendido por Drogaria Primus

economize

88.41%

R$ 24,92

Ir para a loja

Entregas em todo Brasil, parcelamentos até 6x sem juros!

oncolog

vendido por Oncolog Medicamentos Especiais

economize

87.90%

R$ 26,00

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

panvel

vendido por Panvel Farmácias

economize

81.39%

R$ 39,99

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

superdroga10

vendido por Farmácia Super Droga 10

R$ 214,93

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

Informações adicionais de Rosuvastatina Cálcica 20Mg C 30 Comprimidos Nova - Nova Química Genérico

Veja onde comprar, qual o valor e para que serve Rosuvastatina

Rosuvastatina Cálcica deve ser usado como adjuvante à dieta quando a resposta à dieta e aos exercícios é inadequada.

Em pacientes adultos com hipercolesterolemia Rosuvastatina Cálcica é indicado para:

Redução do LDL-colesterol, colesterol total e triglicérides elevados; aumento do HDL-colesterol em pacientes com hipercolesterolemia primária (familiar heterozigótica e não familiar) e dislipidemia mista (Fredrickson tipos IIa e IIb).

Rosuvastatina Cálcica também diminui ApoB, não-HDL-C, VLDL-C, VLDL-TG, e as razões LDL-C/HDL-C, C-total/HDL-C, não-HDL-C/HDL-C, ApoB/ApoA-I e aumenta ApoA-I nestas populações.

Tratamento da hipertrigliceridemia isolada (hiperlipidemia de Fredrickson tipo IV).

Redução do colesterol total e LDL-C em pacientes com hipercolesterolemia familiar homozigótica, tanto isoladamente quanto como um adjuvante à dieta e a outros tratamentos de redução de lipídios (por ex.: aférese de LDL), se tais tratamentos não forem suficientes.

Retardamento ou redução da progressão da aterosclerose.

Crianças e adolescentes de 6 a 17 anos de idade
Rosuvastatina Cálcica é indicado para redução do colesterol total, LDL-C e ApoB em pacientes com hipercolesterolemia familiar heterozigótica (HeFH).

O que é hipercolesterolemia?

A hipercolesterolemia familiar (HF) é uma doença genética que se caracteriza por níveis bastante aumentados do colesterol. Devido a esse nível, existem manifestações precoces de ataques cardíacos, necessidade de cirurgias de pontes de safena ou angioplastia, entre outras.

Qual a causa?

O aumento de concentração de colesterol não-HDL e de colesterol-LDL no sangue pode ser uma consequência da dieta, obesidade, doenças genéticas hereditárias (como mutações do recetor de LDL em hipercolestrolemia familiar) ou a presença de outras doenças como a diabetes ou hipotiroidismo.

Quais os sintomas?

Rosuvastatina

O principal indício é o colesterol alto no sangue, que ao longo do tempo contribui para a aterosclerose (doença inflamatória crônica caracterizada pela formação de placas de gordura nas paredes das artérias), o que leva ao infarto e ao acidente vascular cerebral.

Pessoas acometidas por HF tem, habitualmente, colesterol total acima de 300 mg/dl. Podem surgir algumas lesões provocadas por depósito de colesterol nas pálpebras e em outras partes do corpo (xantelasmas).

Além disso, algumas pessoas podem apresentar dor no peito (angina) devido a obstruções das artérias do coração. Um outro sinal visível consiste em um anel esbranquiçado no contorno da íris, chamado arco senil.


Como evitar?

As alterações nos níveis do colesterol estão relacionadas à nossa alimentação. Algumas medidas simples podem ajudar a controlar o colesterol. Diminuir o uso de óleo, evitar o consumo de alimentos gordurosos, frituras e alimentos ricos em colesterol, principalmente os de origem animal, como por exemplo: leites e derivados integrais, ovo, bacon, frios e embutidos (mortadela, presunto, salame, salsicha, linguiça, etc.), miúdos (fígado, coração, moela) e camarão.

O consumo de fibras, presentes nos cereais integrais vegetais e frutas ajudam a diminuir o nível do colesterol ruim (LDL).

Para ficar mais fácil de entender, veja abaixo o que evitar e o que esta liberado na alimentação para o controle do colesterol.

O que evitar – Alimentos que aumentam o colesterol
  • Alimentos industrializados;
  • Fast food;
  • Carnes gordas e com gordura aparente, pele de aves;
  • Frios e embutidos (mortadela, presunto, salame, salsicha, linguiça, etc.);
  • Leite integral e derivados (iogurte integral, manteiga, creme de leite, queijos cremosos e amarelos);
  • Sorvetes de massa, chocolates, doces com coco, chocolate ou chantilly, milk-shake, cremes para sobremesa;
  • Biscoitos ou pães amanteigados, folhados, croissant, pão de queijo, pão de torresmo e pães doces com recheio;
  • Frituras e alimentos muito gordurosos;
Estão liberados – Alimentos que controlam o colesterol
  • Carnes magras, aves sem pele, frutos do mar e peixe (prefira os de água salgada e fria – salmão, sardinha, atum, cavala e arenque, pois são ricos em ácidos graxos ômega-3);
  • Cereais como: arroz integral, farinha de trigo integral, milho, soja, aveia e pães integrais;
  • Todos os tipos de legumes e verduras;
  • Todas as frutas, com exceção do coco (água de coco a vontade);
  • Óleo de oliva extra virgem (azeite) e canola;
  • Leite e seus derivados desnatados;
Dicas:
  • O uso de gorduras insaturadas encontrada nos óleos de oliva, óleo de canola, azeitonas, abacate, castanha, nozes e amêndoas são indicados, pois reduzem o colesterol total sem diminuir o HDL- colesterol. Nos casos de sobrepeso ou obesidade a ingestão deverá ser controlada, pois estes alimentos são altamente calóricos. Diminuindo a ingestão de gordura saturada existente nas carnes gordurosas, leites e derivados integrais, polpa de coco, por exemplo, teremos redução do colesterol total e LDL- colesterol.
  • Cuidado com o sal! Seu elevado consumo poderá ser prejudicial ao coração, devido ao aumento da pressão arterial.
  • Açúcar em grande quantidade provoca obesidade, aumentando assim o risco de doenças do coração.
  • Os exercícios físicos, desde que feitos sob a orientação especializada trazem benefícios à saúde, além de ser um ótimo lazer.
  • O uso frequente de fibras na alimentação diminui o nível do colesterol no sangue, além de proporcionar um bom funcionamento do intestino.
  • O uso de probióticos encontrados no iogurte é benéfico na redução do colesterol. Porém consuma iogurtes desnatados ou light (com redução de gorduras e açúcares).
  • Os fitoesterois, se usados na quantidade correta, reduzem a absorção do colesterol proveniente da dieta. As principais fontes de fitoesterois são os óleos vegetais de girassol, soja e canola, frutas e vegetais. Hoje já existem alguns alimentos enriquecidos com fitoesterois, como margarinas e fórmulas lácteas, estes produtos podem ser consumidos nas doses recomendadas pelo fabricante.
Não deixe de buscar orientação médica e de outros profissionais especializados (nutricionistas, educadores físicos, etc…) e de fazer exames para verificar as taxas de colesterol. Combinando alimentação + atividade física, você conseguirá manter o equilíbrio do seu corpo para uma vida saudável.

Como Rosuvastatina funciona?

A Rosuvastatina cálcica age inibindo o funcionamento de uma enzima chamada HMG-CoA , que é fundamental para a síntese de colesterol. Os efeitos do medicamento começam a ser observados após 4 semanas da ingestão do remédio, e os níveis de gordura se mantêm baixos se o tratamento for feito de maneira adequada.

Posologia (Como usar) Rosuvastatina

Seu médico deverá avaliar os critérios adequados para indicação do modo de uso.

A faixa de dose recomendada é de 10 mg a 40 mg, administrados por via oral em dose única diária. A dose de Rosuvastatina cálcica deve ser individual de acordo com a meta da terapia e a resposta do paciente. A maioria dos pacientes são controlados na dose inicial. Entretanto, se necessário, o ajuste de dose pode ser feito em intervalos de 2 - 4 semanas. O medicamento pode ser administrado a qualquer hora do dia, com ou sem alimento.

A dose máxima diária é de 40 mg.

Rosuvastatina tem efeitos colaterais?

Rosuvastatina Cálcica é geralmente bem tolerado. Os eventos adversos observados com Rosuvastatina Cálcica são geralmente leves e transitórios. Em estudos clínicos controlados, menos de 4% dos pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica foram retirados dos estudos devido a eventos adversos. Esta taxa de retirada foi comparável à relatada em pacientes recebendo placebo.

Reação comum (>1/100, < 1/10)
Cefaleia, mialgia, astenia, constipação, vertigem, náusea e dor abdominal.

Reação incomum (>1/1000, <1/100)
Prurido, exantema e urticária.

Reação rara (>1/10.000, <1/1000)
Miopatia (incluindo miosite), reações de hipersensibilidade (incluindo angioedema), rabdomiólise e pancreatite.

Como ocorre com outros inibidores da HMG-CoA redutase, a incidência de reações adversas ao fármaco tende a aumentar com a elevação da dose.

Efeitos músculo-esqueléticos
Raros casos de rabdomiólise, os quais foram ocasionalmente associados com dano da função renal, foram relatados com Rosuvastatina Cálcica e com outras estatinas.

Efeitos laboratoriais
Como com outros inibidores da HMG-CoA redutase, foi observado um aumento relacionado à dose das transaminases hepáticas e da CK em um pequeno número de pacientes em tratamento com Rosuvastatina Cálcica. Foi observado aumento da HbA1c em pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica. Foram observados testes de análise de urina anormais (teste de fita reagente positivo para proteinúria) em um pequeno número de pacientes tomando Rosuvastatina Cálcica e outros inibidores da HMG-CoA redutase. A proteína detectada foi principalmente de origem tubular. Na maioria dos casos, a proteinúria diminui ou desaparece espontaneamente com a continuação do tratamento e ela não é um indicativo de doença renal aguda ou progressiva.

Outros efeitos
Em um estudo clínico controlado de longo prazo, Rosuvastatina Cálcica mostrou não ter efeitos nocivos ao cristalino.

Nos pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica, não houve danos na função adrenocortical.

O evento adverso faringite (Rosuvastatina Cálcica 9,0% vs placebo 7,6%) e outros eventos respiratórios como infecções das vias aéreas superiores (Rosuvastatina Cálcica 2,3% vs placebo 1,8%), rinite (Rosuvastatina Cálcica 2,2% vs placebo 2,1%) e sinusite (Rosuvastatina Cálcica 2,0% vs placebo 1,8%), foram relatados em estudos clínicos, independentemente da causalidade.

Experiência pós-comercialização
Em adição às relatadas acima, as seguintes reações adversas têm sido relatadas durante a comercialização de Rosuvastatina Cálcica:

Distúrbios hematológicos
Frequência desconhecida
Trombocitopenia.

Distúrbios hepatobiliares
Muito raras
Icterícia e hepatite.

Rara
Aumento das transaminases hepáticas.

Distúrbios músculo-esqueléticos
Muito raras
Artralgia.

Frequência desconhecida
Miopatia necrotizante imunomediada.

Como com outros inibidores da HMG-CoA redutase, a frequência relatada para rabdomiólise no uso pós-comercialização é maior com as doses mais altas administradas.

Distúrbios do sistema nervoso
Muito raras
Perda de memória.

Frequência desconhecida
Neuropatia periférica.

Distúrbios psiquiátricos
Frequência desconhecida
Depressão e distúrbios do sono (incluindo insônia e pesadelos).

Distúrbios do sistema reprodutivo e mamas
Frequência desconhecida
Ginecomastia.

Crianças e adolescentes de 6 – 17 anos de idade
O perfil de segurança de Rosuvastatina Cálcica é semelhante em crianças ou adolescentes e adultos embora elevações de CK > 10 x LSN e sintomas musculares após exercício ou aumento da atividade física, que se resolveram mesmo com a continuação do tratamento, foram observados com maior frequência nos estudos clínicos com crianças e adolescentes. Entretanto, as mesmas precauções e advertências para os pacientes adultos são também aplicáveis para crianças e adolescentes.

Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA, disponível em http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Qual o preço de Rosuvastatina?

O preço de Rosuvastatina Cálcica 20Mg C 30 Comprimidos Nova - Nova Química Genérico varia entre R$ 12,59 e R$ 214,93, pesquisamos em 9 farmácias no dia 20/06/2024.

Onde comprar?

Aqui no Cliquefarma você encontra o melhor preço e descobre onde comprar Rosuvastatina sem sair de casa, também com as melhores condições de entrega na sua região.

Imagem do produto Rosuvastatina - 10Mg 30 Comprimidos Ems Genérico
OFERTA PATROCINADA

R$ 10,57

Ir para a loja
PRINCÍPIO ATIVO:Rosuvastatina Cálcica
FABRICANTE:EMS
Pra que serve?

GGenérico

14

ofertas

Melhores preços a partir de R$ 9,18 até R$ 41,99

Oferta patrocinada

drogarianovaesperanca

vendido por Drogaria Nova Esperança

economize

74.83%

R$ 10,57

Ir para a loja

Mais de 47 anos de tradição, loja RA1000 e Ebit Diamante!

Oferta patrocinada

pacheco

vendido por Drogarias Pacheco

economize

51.20%

R$ 20,49

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

Oferta patrocinada

saopaulo

vendido por Drogaria São Paulo

economize

47.63%

R$ 21,99

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

Oferta patrocinada

Promofarma

vendido por Promofarma

economize

19.36%

R$ 33,86

Ir para a loja
Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.
Mais ofertas
drogariaprimus

vendido por Drogaria Primus

economize

78.14%

R$ 9,18

Ir para a loja

Entregas em todo Brasil, parcelamentos até 6x sem juros!

drogarialecer

vendido por Drogaria Lecer

economize

69.06%

R$ 12,99

Ir para a loja
FRETE GRÁTIS nas compras acima de R$150,00 para todo o Brasil.
agillemed

vendido por Agille Medicamentos

economize

68.09%

R$ 13,40

Ir para a loja

Preço Válido para compra em Boleto

aazfarma

vendido por AAZ Farma

economize

65.71%

R$ 14,40

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria!

drogariahd

vendido por Drogaria HD

economize

57.35%

R$ 17,91

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

araujo

vendido por Drogaria Araújo

economize

50.01%

R$ 20,99

Ir para a loja
Entrega em todo Brasil ou Clique Retire. Sem frete. Sem passar pelo caixa.
farmacia-preco-popular

vendido por Farmácia Preço Popular

economize

27.44%

R$ 30,47

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

farmagora

vendido por Farmácia Online Farmagora

economize

27.44%

R$ 30,47

Ir para a loja

Pagamento em até 6X sem juros. Frete Grátis! Regras no Site.

catarinense

vendido por Drogaria Catarinense

economize

27.44%

R$ 30,47

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

panvel

vendido por Panvel Farmácias

R$ 41,99

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

Informações adicionais de Rosuvastatina - 10Mg 30 Comprimidos Ems Genérico

Veja onde comprar, qual o valor e para que serve Rosuvastatina

Rosuvastatina Cálcica deve ser usado como adjuvante à dieta quando a resposta à dieta e aos exercícios é inadequada.

Em pacientes adultos com hipercolesterolemia Rosuvastatina Cálcica é indicado para:

Redução do LDL-colesterol, colesterol total e triglicérides elevados; aumento do HDL-colesterol em pacientes com hipercolesterolemia primária (familiar heterozigótica e não familiar) e dislipidemia mista (Fredrickson tipos IIa e IIb).

Rosuvastatina Cálcica também diminui ApoB, não-HDL-C, VLDL-C, VLDL-TG, e as razões LDL-C/HDL-C, C-total/HDL-C, não-HDL-C/HDL-C, ApoB/ApoA-I e aumenta ApoA-I nestas populações.

Tratamento da hipertrigliceridemia isolada (hiperlipidemia de Fredrickson tipo IV).

Redução do colesterol total e LDL-C em pacientes com hipercolesterolemia familiar homozigótica, tanto isoladamente quanto como um adjuvante à dieta e a outros tratamentos de redução de lipídios (por ex.: aférese de LDL), se tais tratamentos não forem suficientes.

Retardamento ou redução da progressão da aterosclerose.

Crianças e adolescentes de 6 a 17 anos de idade
Rosuvastatina Cálcica é indicado para redução do colesterol total, LDL-C e ApoB em pacientes com hipercolesterolemia familiar heterozigótica (HeFH).

O que é hipercolesterolemia?

A hipercolesterolemia familiar (HF) é uma doença genética que se caracteriza por níveis bastante aumentados do colesterol. Devido a esse nível, existem manifestações precoces de ataques cardíacos, necessidade de cirurgias de pontes de safena ou angioplastia, entre outras.

Qual a causa?

O aumento de concentração de colesterol não-HDL e de colesterol-LDL no sangue pode ser uma consequência da dieta, obesidade, doenças genéticas hereditárias (como mutações do recetor de LDL em hipercolestrolemia familiar) ou a presença de outras doenças como a diabetes ou hipotiroidismo.

Quais os sintomas?

Rosuvastatina

O principal indício é o colesterol alto no sangue, que ao longo do tempo contribui para a aterosclerose (doença inflamatória crônica caracterizada pela formação de placas de gordura nas paredes das artérias), o que leva ao infarto e ao acidente vascular cerebral.

Pessoas acometidas por HF tem, habitualmente, colesterol total acima de 300 mg/dl. Podem surgir algumas lesões provocadas por depósito de colesterol nas pálpebras e em outras partes do corpo (xantelasmas).

Além disso, algumas pessoas podem apresentar dor no peito (angina) devido a obstruções das artérias do coração. Um outro sinal visível consiste em um anel esbranquiçado no contorno da íris, chamado arco senil.


Como evitar?

As alterações nos níveis do colesterol estão relacionadas à nossa alimentação. Algumas medidas simples podem ajudar a controlar o colesterol. Diminuir o uso de óleo, evitar o consumo de alimentos gordurosos, frituras e alimentos ricos em colesterol, principalmente os de origem animal, como por exemplo: leites e derivados integrais, ovo, bacon, frios e embutidos (mortadela, presunto, salame, salsicha, linguiça, etc.), miúdos (fígado, coração, moela) e camarão.

O consumo de fibras, presentes nos cereais integrais vegetais e frutas ajudam a diminuir o nível do colesterol ruim (LDL).

Para ficar mais fácil de entender, veja abaixo o que evitar e o que esta liberado na alimentação para o controle do colesterol.

O que evitar – Alimentos que aumentam o colesterol
  • Alimentos industrializados;
  • Fast food;
  • Carnes gordas e com gordura aparente, pele de aves;
  • Frios e embutidos (mortadela, presunto, salame, salsicha, linguiça, etc.);
  • Leite integral e derivados (iogurte integral, manteiga, creme de leite, queijos cremosos e amarelos);
  • Sorvetes de massa, chocolates, doces com coco, chocolate ou chantilly, milk-shake, cremes para sobremesa;
  • Biscoitos ou pães amanteigados, folhados, croissant, pão de queijo, pão de torresmo e pães doces com recheio;
  • Frituras e alimentos muito gordurosos;
Estão liberados – Alimentos que controlam o colesterol
  • Carnes magras, aves sem pele, frutos do mar e peixe (prefira os de água salgada e fria – salmão, sardinha, atum, cavala e arenque, pois são ricos em ácidos graxos ômega-3);
  • Cereais como: arroz integral, farinha de trigo integral, milho, soja, aveia e pães integrais;
  • Todos os tipos de legumes e verduras;
  • Todas as frutas, com exceção do coco (água de coco a vontade);
  • Óleo de oliva extra virgem (azeite) e canola;
  • Leite e seus derivados desnatados;
Dicas:
  • O uso de gorduras insaturadas encontrada nos óleos de oliva, óleo de canola, azeitonas, abacate, castanha, nozes e amêndoas são indicados, pois reduzem o colesterol total sem diminuir o HDL- colesterol. Nos casos de sobrepeso ou obesidade a ingestão deverá ser controlada, pois estes alimentos são altamente calóricos. Diminuindo a ingestão de gordura saturada existente nas carnes gordurosas, leites e derivados integrais, polpa de coco, por exemplo, teremos redução do colesterol total e LDL- colesterol.
  • Cuidado com o sal! Seu elevado consumo poderá ser prejudicial ao coração, devido ao aumento da pressão arterial.
  • Açúcar em grande quantidade provoca obesidade, aumentando assim o risco de doenças do coração.
  • Os exercícios físicos, desde que feitos sob a orientação especializada trazem benefícios à saúde, além de ser um ótimo lazer.
  • O uso frequente de fibras na alimentação diminui o nível do colesterol no sangue, além de proporcionar um bom funcionamento do intestino.
  • O uso de probióticos encontrados no iogurte é benéfico na redução do colesterol. Porém consuma iogurtes desnatados ou light (com redução de gorduras e açúcares).
  • Os fitoesterois, se usados na quantidade correta, reduzem a absorção do colesterol proveniente da dieta. As principais fontes de fitoesterois são os óleos vegetais de girassol, soja e canola, frutas e vegetais. Hoje já existem alguns alimentos enriquecidos com fitoesterois, como margarinas e fórmulas lácteas, estes produtos podem ser consumidos nas doses recomendadas pelo fabricante.
Não deixe de buscar orientação médica e de outros profissionais especializados (nutricionistas, educadores físicos, etc…) e de fazer exames para verificar as taxas de colesterol. Combinando alimentação + atividade física, você conseguirá manter o equilíbrio do seu corpo para uma vida saudável.

Como Rosuvastatina funciona?

A Rosuvastatina cálcica age inibindo o funcionamento de uma enzima chamada HMG-CoA , que é fundamental para a síntese de colesterol. Os efeitos do medicamento começam a ser observados após 4 semanas da ingestão do remédio, e os níveis de gordura se mantêm baixos se o tratamento for feito de maneira adequada.

Posologia (Como usar) Rosuvastatina

Seu médico deverá avaliar os critérios adequados para indicação do modo de uso.

A faixa de dose recomendada é de 10 mg a 40 mg, administrados por via oral em dose única diária. A dose de Rosuvastatina cálcica deve ser individual de acordo com a meta da terapia e a resposta do paciente. A maioria dos pacientes são controlados na dose inicial. Entretanto, se necessário, o ajuste de dose pode ser feito em intervalos de 2 - 4 semanas. O medicamento pode ser administrado a qualquer hora do dia, com ou sem alimento.

A dose máxima diária é de 40 mg.

Rosuvastatina tem efeitos colaterais?

Rosuvastatina Cálcica é geralmente bem tolerado. Os eventos adversos observados com Rosuvastatina Cálcica são geralmente leves e transitórios. Em estudos clínicos controlados, menos de 4% dos pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica foram retirados dos estudos devido a eventos adversos. Esta taxa de retirada foi comparável à relatada em pacientes recebendo placebo.

Reação comum (>1/100, < 1/10)
Cefaleia, mialgia, astenia, constipação, vertigem, náusea e dor abdominal.

Reação incomum (>1/1000, <1/100)
Prurido, exantema e urticária.

Reação rara (>1/10.000, <1/1000)
Miopatia (incluindo miosite), reações de hipersensibilidade (incluindo angioedema), rabdomiólise e pancreatite.

Como ocorre com outros inibidores da HMG-CoA redutase, a incidência de reações adversas ao fármaco tende a aumentar com a elevação da dose.

Efeitos músculo-esqueléticos
Raros casos de rabdomiólise, os quais foram ocasionalmente associados com dano da função renal, foram relatados com Rosuvastatina Cálcica e com outras estatinas.

Efeitos laboratoriais
Como com outros inibidores da HMG-CoA redutase, foi observado um aumento relacionado à dose das transaminases hepáticas e da CK em um pequeno número de pacientes em tratamento com Rosuvastatina Cálcica. Foi observado aumento da HbA1c em pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica. Foram observados testes de análise de urina anormais (teste de fita reagente positivo para proteinúria) em um pequeno número de pacientes tomando Rosuvastatina Cálcica e outros inibidores da HMG-CoA redutase. A proteína detectada foi principalmente de origem tubular. Na maioria dos casos, a proteinúria diminui ou desaparece espontaneamente com a continuação do tratamento e ela não é um indicativo de doença renal aguda ou progressiva.

Outros efeitos
Em um estudo clínico controlado de longo prazo, Rosuvastatina Cálcica mostrou não ter efeitos nocivos ao cristalino.

Nos pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica, não houve danos na função adrenocortical.

O evento adverso faringite (Rosuvastatina Cálcica 9,0% vs placebo 7,6%) e outros eventos respiratórios como infecções das vias aéreas superiores (Rosuvastatina Cálcica 2,3% vs placebo 1,8%), rinite (Rosuvastatina Cálcica 2,2% vs placebo 2,1%) e sinusite (Rosuvastatina Cálcica 2,0% vs placebo 1,8%), foram relatados em estudos clínicos, independentemente da causalidade.

Experiência pós-comercialização
Em adição às relatadas acima, as seguintes reações adversas têm sido relatadas durante a comercialização de Rosuvastatina Cálcica:

Distúrbios hematológicos
Frequência desconhecida
Trombocitopenia.

Distúrbios hepatobiliares
Muito raras
Icterícia e hepatite.

Rara
Aumento das transaminases hepáticas.

Distúrbios músculo-esqueléticos
Muito raras
Artralgia.

Frequência desconhecida
Miopatia necrotizante imunomediada.

Como com outros inibidores da HMG-CoA redutase, a frequência relatada para rabdomiólise no uso pós-comercialização é maior com as doses mais altas administradas.

Distúrbios do sistema nervoso
Muito raras
Perda de memória.

Frequência desconhecida
Neuropatia periférica.

Distúrbios psiquiátricos
Frequência desconhecida
Depressão e distúrbios do sono (incluindo insônia e pesadelos).

Distúrbios do sistema reprodutivo e mamas
Frequência desconhecida
Ginecomastia.

Crianças e adolescentes de 6 – 17 anos de idade
O perfil de segurança de Rosuvastatina Cálcica é semelhante em crianças ou adolescentes e adultos embora elevações de CK > 10 x LSN e sintomas musculares após exercício ou aumento da atividade física, que se resolveram mesmo com a continuação do tratamento, foram observados com maior frequência nos estudos clínicos com crianças e adolescentes. Entretanto, as mesmas precauções e advertências para os pacientes adultos são também aplicáveis para crianças e adolescentes.

Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA, disponível em http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Qual o preço de Rosuvastatina?

O preço de Rosuvastatina - 10Mg 30 Comprimidos Ems Genérico varia entre R$ 9,18 e R$ 41,99, pesquisamos em 14 farmácias no dia 20/06/2024.

Onde comprar?

Aqui no Cliquefarma você encontra o melhor preço e descobre onde comprar Rosuvastatina sem sair de casa, também com as melhores condições de entrega na sua região.

Imagem do produto Rosuvastatina Cálcica 5 Mg 30 Comprimidos Revestidos - Ems Genérico
OFERTA PATROCINADA

R$ 21,20

Ir para a loja
PRINCÍPIO ATIVO:Rosuvastatina Cálcica
FABRICANTE:EMS
Pra que serve?
Para que serve A rosuvastatina cálcica deve ser usado como auxiliar à dieta quando a resposta à dieta e aos exercícios é inadequada.

GGenérico

15

ofertas

Melhores preços a partir de R$ 9,60 até R$ 44,94

Oferta patrocinada

pacheco

vendido por Drogarias Pacheco

economize

52.83%

R$ 21,20

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

Oferta patrocinada

saopaulo

vendido por Drogaria São Paulo

economize

49.69%

R$ 22,61

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

Oferta patrocinada

Promofarma

vendido por Promofarma

economize

41.94%

R$ 26,09

Ir para a loja
Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.
Mais ofertas
agillemed

vendido por Agille Medicamentos

economize

78.64%

R$ 9,60

Ir para a loja

Preço Válido para compra em Boleto

araujo

vendido por Drogaria Araújo

economize

76.28%

R$ 10,66

Ir para a loja
Preço Válido na Compra de 3 Unidades.
farma22

vendido por Farma 22

economize

57.39%

R$ 19,15

Ir para a loja

FRETE REDUZIDO: para a todo o Brasil

aazfarma

vendido por AAZ Farma

economize

53.94%

R$ 20,70

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria!

catarinense

vendido por Drogaria Catarinense

economize

51.65%

R$ 21,73

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

farmagora

vendido por Farmácia Online Farmagora

economize

51.65%

R$ 21,73

Ir para a loja

Pagamento em até 6X sem juros. Frete Grátis! Regras no Site.

farmacia-preco-popular

vendido por Farmácia Preço Popular

economize

51.65%

R$ 21,73

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

drogarialecer

vendido por Drogaria Lecer

economize

49.78%

R$ 22,57

Ir para a loja
FRETE GRÁTIS nas compras acima de R$150,00 para todo o Brasil.
drogariasoares

vendido por Drogaria Soares

economize

48.60%

R$ 23,10

Ir para a loja

Enviamos para todo o Brasil. Clique e confira!

panvel

vendido por Panvel Farmácias

economize

44.39%

R$ 24,99

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

drogariaprimus

vendido por Drogaria Primus

economize

31.15%

R$ 30,94

Ir para a loja

Entregas em todo Brasil, parcelamentos até 6x sem juros!

drogariahd

vendido por Drogaria HD

R$ 44,94

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

Informações adicionais de Rosuvastatina Cálcica 5 Mg 30 Comprimidos Revestidos - Ems Genérico

Veja onde comprar, qual o valor e para que serve Rosuvastatina

Rosuvastatina Cálcica deve ser usado como adjuvante à dieta quando a resposta à dieta e aos exercícios é inadequada.

Em pacientes adultos com hipercolesterolemia Rosuvastatina Cálcica é indicado para:

Redução do LDL-colesterol, colesterol total e triglicérides elevados; aumento do HDL-colesterol em pacientes com hipercolesterolemia primária (familiar heterozigótica e não familiar) e dislipidemia mista (Fredrickson tipos IIa e IIb).

Rosuvastatina Cálcica também diminui ApoB, não-HDL-C, VLDL-C, VLDL-TG, e as razões LDL-C/HDL-C, C-total/HDL-C, não-HDL-C/HDL-C, ApoB/ApoA-I e aumenta ApoA-I nestas populações.

Tratamento da hipertrigliceridemia isolada (hiperlipidemia de Fredrickson tipo IV).

Redução do colesterol total e LDL-C em pacientes com hipercolesterolemia familiar homozigótica, tanto isoladamente quanto como um adjuvante à dieta e a outros tratamentos de redução de lipídios (por ex.: aférese de LDL), se tais tratamentos não forem suficientes.

Retardamento ou redução da progressão da aterosclerose.

Crianças e adolescentes de 6 a 17 anos de idade
Rosuvastatina Cálcica é indicado para redução do colesterol total, LDL-C e ApoB em pacientes com hipercolesterolemia familiar heterozigótica (HeFH).

O que é hipercolesterolemia?

A hipercolesterolemia familiar (HF) é uma doença genética que se caracteriza por níveis bastante aumentados do colesterol. Devido a esse nível, existem manifestações precoces de ataques cardíacos, necessidade de cirurgias de pontes de safena ou angioplastia, entre outras.

Qual a causa?

O aumento de concentração de colesterol não-HDL e de colesterol-LDL no sangue pode ser uma consequência da dieta, obesidade, doenças genéticas hereditárias (como mutações do recetor de LDL em hipercolestrolemia familiar) ou a presença de outras doenças como a diabetes ou hipotiroidismo.

Quais os sintomas?

Rosuvastatina

O principal indício é o colesterol alto no sangue, que ao longo do tempo contribui para a aterosclerose (doença inflamatória crônica caracterizada pela formação de placas de gordura nas paredes das artérias), o que leva ao infarto e ao acidente vascular cerebral.

Pessoas acometidas por HF tem, habitualmente, colesterol total acima de 300 mg/dl. Podem surgir algumas lesões provocadas por depósito de colesterol nas pálpebras e em outras partes do corpo (xantelasmas).

Além disso, algumas pessoas podem apresentar dor no peito (angina) devido a obstruções das artérias do coração. Um outro sinal visível consiste em um anel esbranquiçado no contorno da íris, chamado arco senil.


Como evitar?

As alterações nos níveis do colesterol estão relacionadas à nossa alimentação. Algumas medidas simples podem ajudar a controlar o colesterol. Diminuir o uso de óleo, evitar o consumo de alimentos gordurosos, frituras e alimentos ricos em colesterol, principalmente os de origem animal, como por exemplo: leites e derivados integrais, ovo, bacon, frios e embutidos (mortadela, presunto, salame, salsicha, linguiça, etc.), miúdos (fígado, coração, moela) e camarão.

O consumo de fibras, presentes nos cereais integrais vegetais e frutas ajudam a diminuir o nível do colesterol ruim (LDL).

Para ficar mais fácil de entender, veja abaixo o que evitar e o que esta liberado na alimentação para o controle do colesterol.

O que evitar – Alimentos que aumentam o colesterol
  • Alimentos industrializados;
  • Fast food;
  • Carnes gordas e com gordura aparente, pele de aves;
  • Frios e embutidos (mortadela, presunto, salame, salsicha, linguiça, etc.);
  • Leite integral e derivados (iogurte integral, manteiga, creme de leite, queijos cremosos e amarelos);
  • Sorvetes de massa, chocolates, doces com coco, chocolate ou chantilly, milk-shake, cremes para sobremesa;
  • Biscoitos ou pães amanteigados, folhados, croissant, pão de queijo, pão de torresmo e pães doces com recheio;
  • Frituras e alimentos muito gordurosos;
Estão liberados – Alimentos que controlam o colesterol
  • Carnes magras, aves sem pele, frutos do mar e peixe (prefira os de água salgada e fria – salmão, sardinha, atum, cavala e arenque, pois são ricos em ácidos graxos ômega-3);
  • Cereais como: arroz integral, farinha de trigo integral, milho, soja, aveia e pães integrais;
  • Todos os tipos de legumes e verduras;
  • Todas as frutas, com exceção do coco (água de coco a vontade);
  • Óleo de oliva extra virgem (azeite) e canola;
  • Leite e seus derivados desnatados;
Dicas:
  • O uso de gorduras insaturadas encontrada nos óleos de oliva, óleo de canola, azeitonas, abacate, castanha, nozes e amêndoas são indicados, pois reduzem o colesterol total sem diminuir o HDL- colesterol. Nos casos de sobrepeso ou obesidade a ingestão deverá ser controlada, pois estes alimentos são altamente calóricos. Diminuindo a ingestão de gordura saturada existente nas carnes gordurosas, leites e derivados integrais, polpa de coco, por exemplo, teremos redução do colesterol total e LDL- colesterol.
  • Cuidado com o sal! Seu elevado consumo poderá ser prejudicial ao coração, devido ao aumento da pressão arterial.
  • Açúcar em grande quantidade provoca obesidade, aumentando assim o risco de doenças do coração.
  • Os exercícios físicos, desde que feitos sob a orientação especializada trazem benefícios à saúde, além de ser um ótimo lazer.
  • O uso frequente de fibras na alimentação diminui o nível do colesterol no sangue, além de proporcionar um bom funcionamento do intestino.
  • O uso de probióticos encontrados no iogurte é benéfico na redução do colesterol. Porém consuma iogurtes desnatados ou light (com redução de gorduras e açúcares).
  • Os fitoesterois, se usados na quantidade correta, reduzem a absorção do colesterol proveniente da dieta. As principais fontes de fitoesterois são os óleos vegetais de girassol, soja e canola, frutas e vegetais. Hoje já existem alguns alimentos enriquecidos com fitoesterois, como margarinas e fórmulas lácteas, estes produtos podem ser consumidos nas doses recomendadas pelo fabricante.
Não deixe de buscar orientação médica e de outros profissionais especializados (nutricionistas, educadores físicos, etc…) e de fazer exames para verificar as taxas de colesterol. Combinando alimentação + atividade física, você conseguirá manter o equilíbrio do seu corpo para uma vida saudável.

Como Rosuvastatina funciona?

A Rosuvastatina cálcica age inibindo o funcionamento de uma enzima chamada HMG-CoA , que é fundamental para a síntese de colesterol. Os efeitos do medicamento começam a ser observados após 4 semanas da ingestão do remédio, e os níveis de gordura se mantêm baixos se o tratamento for feito de maneira adequada.

Posologia (Como usar) Rosuvastatina

Seu médico deverá avaliar os critérios adequados para indicação do modo de uso.

A faixa de dose recomendada é de 10 mg a 40 mg, administrados por via oral em dose única diária. A dose de Rosuvastatina cálcica deve ser individual de acordo com a meta da terapia e a resposta do paciente. A maioria dos pacientes são controlados na dose inicial. Entretanto, se necessário, o ajuste de dose pode ser feito em intervalos de 2 - 4 semanas. O medicamento pode ser administrado a qualquer hora do dia, com ou sem alimento.

A dose máxima diária é de 40 mg.

Rosuvastatina tem efeitos colaterais?

Rosuvastatina Cálcica é geralmente bem tolerado. Os eventos adversos observados com Rosuvastatina Cálcica são geralmente leves e transitórios. Em estudos clínicos controlados, menos de 4% dos pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica foram retirados dos estudos devido a eventos adversos. Esta taxa de retirada foi comparável à relatada em pacientes recebendo placebo.

Reação comum (>1/100, < 1/10)
Cefaleia, mialgia, astenia, constipação, vertigem, náusea e dor abdominal.

Reação incomum (>1/1000, <1/100)
Prurido, exantema e urticária.

Reação rara (>1/10.000, <1/1000)
Miopatia (incluindo miosite), reações de hipersensibilidade (incluindo angioedema), rabdomiólise e pancreatite.

Como ocorre com outros inibidores da HMG-CoA redutase, a incidência de reações adversas ao fármaco tende a aumentar com a elevação da dose.

Efeitos músculo-esqueléticos
Raros casos de rabdomiólise, os quais foram ocasionalmente associados com dano da função renal, foram relatados com Rosuvastatina Cálcica e com outras estatinas.

Efeitos laboratoriais
Como com outros inibidores da HMG-CoA redutase, foi observado um aumento relacionado à dose das transaminases hepáticas e da CK em um pequeno número de pacientes em tratamento com Rosuvastatina Cálcica. Foi observado aumento da HbA1c em pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica. Foram observados testes de análise de urina anormais (teste de fita reagente positivo para proteinúria) em um pequeno número de pacientes tomando Rosuvastatina Cálcica e outros inibidores da HMG-CoA redutase. A proteína detectada foi principalmente de origem tubular. Na maioria dos casos, a proteinúria diminui ou desaparece espontaneamente com a continuação do tratamento e ela não é um indicativo de doença renal aguda ou progressiva.

Outros efeitos
Em um estudo clínico controlado de longo prazo, Rosuvastatina Cálcica mostrou não ter efeitos nocivos ao cristalino.

Nos pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica, não houve danos na função adrenocortical.

O evento adverso faringite (Rosuvastatina Cálcica 9,0% vs placebo 7,6%) e outros eventos respiratórios como infecções das vias aéreas superiores (Rosuvastatina Cálcica 2,3% vs placebo 1,8%), rinite (Rosuvastatina Cálcica 2,2% vs placebo 2,1%) e sinusite (Rosuvastatina Cálcica 2,0% vs placebo 1,8%), foram relatados em estudos clínicos, independentemente da causalidade.

Experiência pós-comercialização
Em adição às relatadas acima, as seguintes reações adversas têm sido relatadas durante a comercialização de Rosuvastatina Cálcica:

Distúrbios hematológicos
Frequência desconhecida
Trombocitopenia.

Distúrbios hepatobiliares
Muito raras
Icterícia e hepatite.

Rara
Aumento das transaminases hepáticas.

Distúrbios músculo-esqueléticos
Muito raras
Artralgia.

Frequência desconhecida
Miopatia necrotizante imunomediada.

Como com outros inibidores da HMG-CoA redutase, a frequência relatada para rabdomiólise no uso pós-comercialização é maior com as doses mais altas administradas.

Distúrbios do sistema nervoso
Muito raras
Perda de memória.

Frequência desconhecida
Neuropatia periférica.

Distúrbios psiquiátricos
Frequência desconhecida
Depressão e distúrbios do sono (incluindo insônia e pesadelos).

Distúrbios do sistema reprodutivo e mamas
Frequência desconhecida
Ginecomastia.

Crianças e adolescentes de 6 – 17 anos de idade
O perfil de segurança de Rosuvastatina Cálcica é semelhante em crianças ou adolescentes e adultos embora elevações de CK > 10 x LSN e sintomas musculares após exercício ou aumento da atividade física, que se resolveram mesmo com a continuação do tratamento, foram observados com maior frequência nos estudos clínicos com crianças e adolescentes. Entretanto, as mesmas precauções e advertências para os pacientes adultos são também aplicáveis para crianças e adolescentes.

Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA, disponível em http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Qual o preço de Rosuvastatina?

O preço de Rosuvastatina Cálcica 5 Mg 30 Comprimidos Revestidos - Ems Genérico varia entre R$ 9,60 e R$ 44,94, pesquisamos em 15 farmácias no dia 20/06/2024.

Onde comprar?

Aqui no Cliquefarma você encontra o melhor preço e descobre onde comprar Rosuvastatina sem sair de casa, também com as melhores condições de entrega na sua região.

Imagem do produto Rosuvastatina - 10Mg 30 Comprimidos Sandoz Genérico
OFERTA PATROCINADA

R$ 11,16

Ir para a loja
PRINCÍPIO ATIVO:Rosuvastatina Cálcica
FABRICANTE:SANDOZ
Pra que serve?
A rosuvastatina cálcica é indicado para redução do colesterol total,

GGenérico

14

ofertas

Melhores preços a partir de R$ 11,16 até R$ 44,24

Oferta patrocinada

drogarianovaesperanca

vendido por Drogaria Nova Esperança

economize

74.77%

R$ 11,16

Ir para a loja

Mais de 47 anos de tradição, loja RA1000 e Ebit Diamante!

Oferta patrocinada

saopaulo

vendido por Drogaria São Paulo

economize

51.74%

R$ 21,35

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

Oferta patrocinada

pacheco

vendido por Drogarias Pacheco

economize

47.13%

R$ 23,39

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

Oferta patrocinada

Promofarma

vendido por Promofarma

economize

9.61%

R$ 39,99

Ir para a loja
Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.
Mais ofertas
farma22

vendido por Farma 22

economize

71.95%

R$ 12,41

Ir para a loja

FRETE REDUZIDO: para a todo o Brasil

oncolog

vendido por Oncolog Medicamentos Especiais

economize

68.35%

R$ 14,00

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

farmacia-preco-popular

vendido por Farmácia Preço Popular

economize

54.52%

R$ 20,12

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

araujo

vendido por Drogaria Araújo

economize

52.55%

R$ 20,99

Ir para a loja
Entrega em todo Brasil ou Clique Retire. Sem frete. Sem passar pelo caixa.
drogariahd

vendido por Drogaria HD

economize

32.39%

R$ 29,91

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

drogariasoares

vendido por Drogaria Soares

economize

30.24%

R$ 30,86

Ir para a loja

Enviamos para todo o Brasil. Clique e confira!

farmagora

vendido por Farmácia Online Farmagora

economize

29.39%

R$ 31,24

Ir para a loja

Pagamento em até 6X sem juros. Frete Grátis! Regras no Site.

catarinense

vendido por Drogaria Catarinense

economize

25.25%

R$ 33,07

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Farmácia.

farmanita

vendido por Farmanita Drogaria

R$ 44,24

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

droganita

vendido por Drogaria Droganita

R$ 44,24

Ir para a loja

Dúvidas quanto ao Preço ou Frete? Clique e vá direto ao site da Drogaria.

Informações adicionais de Rosuvastatina - 10Mg 30 Comprimidos Sandoz Genérico

Veja onde comprar, qual o valor e para que serve Rosuvastatina

Rosuvastatina Cálcica deve ser usado como adjuvante à dieta quando a resposta à dieta e aos exercícios é inadequada.

Em pacientes adultos com hipercolesterolemia Rosuvastatina Cálcica é indicado para:

Redução do LDL-colesterol, colesterol total e triglicérides elevados; aumento do HDL-colesterol em pacientes com hipercolesterolemia primária (familiar heterozigótica e não familiar) e dislipidemia mista (Fredrickson tipos IIa e IIb).

Rosuvastatina Cálcica também diminui ApoB, não-HDL-C, VLDL-C, VLDL-TG, e as razões LDL-C/HDL-C, C-total/HDL-C, não-HDL-C/HDL-C, ApoB/ApoA-I e aumenta ApoA-I nestas populações.

Tratamento da hipertrigliceridemia isolada (hiperlipidemia de Fredrickson tipo IV).

Redução do colesterol total e LDL-C em pacientes com hipercolesterolemia familiar homozigótica, tanto isoladamente quanto como um adjuvante à dieta e a outros tratamentos de redução de lipídios (por ex.: aférese de LDL), se tais tratamentos não forem suficientes.

Retardamento ou redução da progressão da aterosclerose.

Crianças e adolescentes de 6 a 17 anos de idade
Rosuvastatina Cálcica é indicado para redução do colesterol total, LDL-C e ApoB em pacientes com hipercolesterolemia familiar heterozigótica (HeFH).

O que é hipercolesterolemia?

A hipercolesterolemia familiar (HF) é uma doença genética que se caracteriza por níveis bastante aumentados do colesterol. Devido a esse nível, existem manifestações precoces de ataques cardíacos, necessidade de cirurgias de pontes de safena ou angioplastia, entre outras.

Qual a causa?

O aumento de concentração de colesterol não-HDL e de colesterol-LDL no sangue pode ser uma consequência da dieta, obesidade, doenças genéticas hereditárias (como mutações do recetor de LDL em hipercolestrolemia familiar) ou a presença de outras doenças como a diabetes ou hipotiroidismo.

Quais os sintomas?

Rosuvastatina

O principal indício é o colesterol alto no sangue, que ao longo do tempo contribui para a aterosclerose (doença inflamatória crônica caracterizada pela formação de placas de gordura nas paredes das artérias), o que leva ao infarto e ao acidente vascular cerebral.

Pessoas acometidas por HF tem, habitualmente, colesterol total acima de 300 mg/dl. Podem surgir algumas lesões provocadas por depósito de colesterol nas pálpebras e em outras partes do corpo (xantelasmas).

Além disso, algumas pessoas podem apresentar dor no peito (angina) devido a obstruções das artérias do coração. Um outro sinal visível consiste em um anel esbranquiçado no contorno da íris, chamado arco senil.


Como evitar?

As alterações nos níveis do colesterol estão relacionadas à nossa alimentação. Algumas medidas simples podem ajudar a controlar o colesterol. Diminuir o uso de óleo, evitar o consumo de alimentos gordurosos, frituras e alimentos ricos em colesterol, principalmente os de origem animal, como por exemplo: leites e derivados integrais, ovo, bacon, frios e embutidos (mortadela, presunto, salame, salsicha, linguiça, etc.), miúdos (fígado, coração, moela) e camarão.

O consumo de fibras, presentes nos cereais integrais vegetais e frutas ajudam a diminuir o nível do colesterol ruim (LDL).

Para ficar mais fácil de entender, veja abaixo o que evitar e o que esta liberado na alimentação para o controle do colesterol.

O que evitar – Alimentos que aumentam o colesterol
  • Alimentos industrializados;
  • Fast food;
  • Carnes gordas e com gordura aparente, pele de aves;
  • Frios e embutidos (mortadela, presunto, salame, salsicha, linguiça, etc.);
  • Leite integral e derivados (iogurte integral, manteiga, creme de leite, queijos cremosos e amarelos);
  • Sorvetes de massa, chocolates, doces com coco, chocolate ou chantilly, milk-shake, cremes para sobremesa;
  • Biscoitos ou pães amanteigados, folhados, croissant, pão de queijo, pão de torresmo e pães doces com recheio;
  • Frituras e alimentos muito gordurosos;
Estão liberados – Alimentos que controlam o colesterol
  • Carnes magras, aves sem pele, frutos do mar e peixe (prefira os de água salgada e fria – salmão, sardinha, atum, cavala e arenque, pois são ricos em ácidos graxos ômega-3);
  • Cereais como: arroz integral, farinha de trigo integral, milho, soja, aveia e pães integrais;
  • Todos os tipos de legumes e verduras;
  • Todas as frutas, com exceção do coco (água de coco a vontade);
  • Óleo de oliva extra virgem (azeite) e canola;
  • Leite e seus derivados desnatados;
Dicas:
  • O uso de gorduras insaturadas encontrada nos óleos de oliva, óleo de canola, azeitonas, abacate, castanha, nozes e amêndoas são indicados, pois reduzem o colesterol total sem diminuir o HDL- colesterol. Nos casos de sobrepeso ou obesidade a ingestão deverá ser controlada, pois estes alimentos são altamente calóricos. Diminuindo a ingestão de gordura saturada existente nas carnes gordurosas, leites e derivados integrais, polpa de coco, por exemplo, teremos redução do colesterol total e LDL- colesterol.
  • Cuidado com o sal! Seu elevado consumo poderá ser prejudicial ao coração, devido ao aumento da pressão arterial.
  • Açúcar em grande quantidade provoca obesidade, aumentando assim o risco de doenças do coração.
  • Os exercícios físicos, desde que feitos sob a orientação especializada trazem benefícios à saúde, além de ser um ótimo lazer.
  • O uso frequente de fibras na alimentação diminui o nível do colesterol no sangue, além de proporcionar um bom funcionamento do intestino.
  • O uso de probióticos encontrados no iogurte é benéfico na redução do colesterol. Porém consuma iogurtes desnatados ou light (com redução de gorduras e açúcares).
  • Os fitoesterois, se usados na quantidade correta, reduzem a absorção do colesterol proveniente da dieta. As principais fontes de fitoesterois são os óleos vegetais de girassol, soja e canola, frutas e vegetais. Hoje já existem alguns alimentos enriquecidos com fitoesterois, como margarinas e fórmulas lácteas, estes produtos podem ser consumidos nas doses recomendadas pelo fabricante.
Não deixe de buscar orientação médica e de outros profissionais especializados (nutricionistas, educadores físicos, etc…) e de fazer exames para verificar as taxas de colesterol. Combinando alimentação + atividade física, você conseguirá manter o equilíbrio do seu corpo para uma vida saudável.

Como Rosuvastatina funciona?

A Rosuvastatina cálcica age inibindo o funcionamento de uma enzima chamada HMG-CoA , que é fundamental para a síntese de colesterol. Os efeitos do medicamento começam a ser observados após 4 semanas da ingestão do remédio, e os níveis de gordura se mantêm baixos se o tratamento for feito de maneira adequada.

Posologia (Como usar) Rosuvastatina

Seu médico deverá avaliar os critérios adequados para indicação do modo de uso.

A faixa de dose recomendada é de 10 mg a 40 mg, administrados por via oral em dose única diária. A dose de Rosuvastatina cálcica deve ser individual de acordo com a meta da terapia e a resposta do paciente. A maioria dos pacientes são controlados na dose inicial. Entretanto, se necessário, o ajuste de dose pode ser feito em intervalos de 2 - 4 semanas. O medicamento pode ser administrado a qualquer hora do dia, com ou sem alimento.

A dose máxima diária é de 40 mg.

Rosuvastatina tem efeitos colaterais?

Rosuvastatina Cálcica é geralmente bem tolerado. Os eventos adversos observados com Rosuvastatina Cálcica são geralmente leves e transitórios. Em estudos clínicos controlados, menos de 4% dos pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica foram retirados dos estudos devido a eventos adversos. Esta taxa de retirada foi comparável à relatada em pacientes recebendo placebo.

Reação comum (>1/100, < 1/10)
Cefaleia, mialgia, astenia, constipação, vertigem, náusea e dor abdominal.

Reação incomum (>1/1000, <1/100)
Prurido, exantema e urticária.

Reação rara (>1/10.000, <1/1000)
Miopatia (incluindo miosite), reações de hipersensibilidade (incluindo angioedema), rabdomiólise e pancreatite.

Como ocorre com outros inibidores da HMG-CoA redutase, a incidência de reações adversas ao fármaco tende a aumentar com a elevação da dose.

Efeitos músculo-esqueléticos
Raros casos de rabdomiólise, os quais foram ocasionalmente associados com dano da função renal, foram relatados com Rosuvastatina Cálcica e com outras estatinas.

Efeitos laboratoriais
Como com outros inibidores da HMG-CoA redutase, foi observado um aumento relacionado à dose das transaminases hepáticas e da CK em um pequeno número de pacientes em tratamento com Rosuvastatina Cálcica. Foi observado aumento da HbA1c em pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica. Foram observados testes de análise de urina anormais (teste de fita reagente positivo para proteinúria) em um pequeno número de pacientes tomando Rosuvastatina Cálcica e outros inibidores da HMG-CoA redutase. A proteína detectada foi principalmente de origem tubular. Na maioria dos casos, a proteinúria diminui ou desaparece espontaneamente com a continuação do tratamento e ela não é um indicativo de doença renal aguda ou progressiva.

Outros efeitos
Em um estudo clínico controlado de longo prazo, Rosuvastatina Cálcica mostrou não ter efeitos nocivos ao cristalino.

Nos pacientes tratados com Rosuvastatina Cálcica, não houve danos na função adrenocortical.

O evento adverso faringite (Rosuvastatina Cálcica 9,0% vs placebo 7,6%) e outros eventos respiratórios como infecções das vias aéreas superiores (Rosuvastatina Cálcica 2,3% vs placebo 1,8%), rinite (Rosuvastatina Cálcica 2,2% vs placebo 2,1%) e sinusite (Rosuvastatina Cálcica 2,0% vs placebo 1,8%), foram relatados em estudos clínicos, independentemente da causalidade.

Experiência pós-comercialização
Em adição às relatadas acima, as seguintes reações adversas têm sido relatadas durante a comercialização de Rosuvastatina Cálcica:

Distúrbios hematológicos
Frequência desconhecida
Trombocitopenia.

Distúrbios hepatobiliares
Muito raras
Icterícia e hepatite.

Rara
Aumento das transaminases hepáticas.

Distúrbios músculo-esqueléticos
Muito raras
Artralgia.

Frequência desconhecida
Miopatia necrotizante imunomediada.

Como com outros inibidores da HMG-CoA redutase, a frequência relatada para rabdomiólise no uso pós-comercialização é maior com as doses mais altas administradas.

Distúrbios do sistema nervoso
Muito raras
Perda de memória.

Frequência desconhecida
Neuropatia periférica.

Distúrbios psiquiátricos
Frequência desconhecida
Depressão e distúrbios do sono (incluindo insônia e pesadelos).

Distúrbios do sistema reprodutivo e mamas
Frequência desconhecida
Ginecomastia.

Crianças e adolescentes de 6 – 17 anos de idade
O perfil de segurança de Rosuvastatina Cálcica é semelhante em crianças ou adolescentes e adultos embora elevações de CK > 10 x LSN e sintomas musculares após exercício ou aumento da atividade física, que se resolveram mesmo com a continuação do tratamento, foram observados com maior frequência nos estudos clínicos com crianças e adolescentes. Entretanto, as mesmas precauções e advertências para os pacientes adultos são também aplicáveis para crianças e adolescentes.

Em caso de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA, disponível em http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Qual o preço de Rosuvastatina?

O preço de Rosuvastatina - 10Mg 30 Comprimidos Sandoz Genérico varia entre R$ 11,16 e R$ 44,24, pesquisamos em 14 farmácias no dia 20/06/2024.

Onde comprar?

Aqui no Cliquefarma você encontra o melhor preço e descobre onde comprar Rosuvastatina sem sair de casa, também com as melhores condições de entrega na sua região.

precisa deajuda?