peeling facial

Peeling – o que é e para que serve?

04/05/2021 1 Por cliquefarma

As pessoas estão sempre preocupadas com a beleza e a saúde, e alguns tratamentos atendem às duas necessidades de forma consecutiva. Usado para fins estéticos e de saúde, o peeling é um procedimento que vem sendo cada vez mais procurado. Mas boa parte das pessoas ainda questionam se é um método seguro e eficaz, é isso que vamos descobrir nessa matéria. 

Ainda nesse artigo vamos abordar os tipos de peeling e responder algumas das maiores dúvidas sobre esse procedimento.

O que é peeling 

A palavra peeling, que se origina do inglês, significa descamação. A descamação feita com o peeling ocorre de maneira controlada e consiste em remover as camadas superficiais da pele, seja por meio químico, físico ou a lazer.  

Acelerando o processo de renovação celular da pele, que de forma natural ocorre a cada 28 dias, o peeling diminui esse tempo de renovação para cerca de 10 dias e além disso trata a pele de acordo com o objetivo desejado. Acontece que o nosso tecido epitelial, sofre constantes agressões por conta dos ambientes onde vivemos, fatores como: luz solar, falta de umidade e poluição podem causar o aparecimento de rugas, marcas de expressão, desidratação da pele, manchas e acne. 

Por exemplo, se o seu objetivo é reduzir as rugas, o peeling usado nesse processo, além de acelerar a renovação celular, vai estimular a produção de colágeno, que é a substância que ajuda a diminuir as marcas de expressão, sem mencionar que o tratamento influencia diretamente o nível de oxigenação da pele, garantindo a saúde deste órgão. 

Existem basicamente 3 níveis de tratamento através de descamação da pele, sendo eles: o nível suave, médio e profundo. O tratamento de peeling suave pode ser realizado com apoio de profissionais especializados, através de clínicas e centros de estética avançada, aprovados pelo conselho de medicina, o mesmo acontece no caso do tratamento de intensidade média. Por outro lado, o tratamento profundo só deve ser realizado sob a supervisão de um médico dermatologista, pois trata-se de uma forma mais invasiva de tratamento, e por ser um tratamento capaz de alcançar a derme, é importante ter o apoio de um profissional especializado.

 Os tratamentos de peeling com intensidade suave e média, dificilmente são capazes de provocar danos à pele, tendo em vista que estes tratamentos apenas alcançam a parte mais superficial da pele.

Benefícios do peeling 

O peeling pode tratar e trazer benefícios para várias disfunções da pele, mas além dos benefícios físicos que vamos ver a seguir, há também os benefícios emocionais, que talvez sejam os principais benefícios.

 Muitas vezes a saúde da nossa pele está também interligada à nossa autoestima. É comprovado por exemplo que adolescentes com acne e cicatrizes de acne são mais introspectivos e têm mais dificuldades de fazer amizades. 

 Já mulheres que sofrem com rugas, manchas e marcas de expressão na pele, se pudessem fariam tratamentos estéticos para amenizar esses problemas, pois o nosso rosto é a primeira coisa que vemos ao olhar no espelho. 

 Então bem mais do que um tratamento superficial da pele, o peeling pode ser um tratamento para melhorar a nossa relação com nós mesmos e mudar a forma que nos enxergamos e quando mudamos a forma que vemos a nós mesmos, isso pode mudar a forma que outros nos veem também.

 vamos ver agora alguns dos benefícios físicos do peeling para a pele que consequentemente podem ajudar a melhorar a autoestima.

Tratamento de rugas

Se você tem pequenas marcas de expressões na pele, o peeling vai melhorar a qualidade da sua pele fazendo com que rugas mais finas desapareçam. 

Diminuição de manchas

Para quem tem melasma, manchas causadas por espinhas e cravos, sardas, manchas mais superficiais causadas pela exposição ao sol e envelhecimento da pele, podem recorrer ao peeling como tratamento para esses problemas. O procedimento pode diminuir e até mesmo eliminar de vez as manchas da pele.

Tratamento de flacidez e estrias 

Esse procedimento age em benefício de quem sofre com a flacidez da pele, ajudando a reestruturar e remodelar o colágeno natural, dessa forma também pode ser usado para o tratamento de estrias diminuindo essas cicatrizes. 

Tratamento de acne e cravos

O peeling ajuda a limpar a pele de forma mais profunda do que imaginamos, e isso vai ajudar a diminuir a oleosidade da pele, que além do fator genético é um dos principais causadores da acne.

o que é peeling

Peeling caseiro: o que pode dar errado

A cada dia que passa é mais comum que as pessoas procurem formas de fazer tratamentos estéticos em casa, porém isso pode acarretar em várias consequências que em alguns casos são até irreversíveis para a saúde da pele.

 A maioria dos peelings caseiros são à base de ácido. Para usar produtos à base de ácido é totalmente necessário o acompanhamento de um profissional capacitado, pois há cuidados que precisam ser tomados antes, durante e depois da aplicação do produto. 

 A falta de acompanhamento por um profissional pode acarretar em processos alérgicos, intoxicação e queimaduras de até terceiro grau. 

 Mas não precisa desanimar, apesar de ter alguns riscos, existem algumas receitas caseiras que podem te ajudar se você tomar os cuidados necessários, não se expondo ao sol e passando protetor solar. Mais a frente nesse artigo vamos ver algumas dessas receitinhas.

Peeling ultrassônico

Nesse processo é usado o equipamento de ultrassom de baixa frequência. No interior desse aparelho possui um dispositivo que gera micro vibrações e são essas vibrações que causam o efeito do peeling. 

 A principal função do peeling ultrassônico é a remoção das células mortas, estimulando a renovação celular. Além disso, ele promove uma pequena massagem aumentando a temperatura da pele causando melhora na circulação e oxigenação do tecido epitelial. 

 Há duas formas de utilização do peeling ultrassônico por profissionais da estética e cada forma é direcionada a um objetivo distinto.

Utilização com a ponta da espátula ultrassônica  

O contato vibratório da ponta da espátula com a pele, promove a remoção dos corneócitos, que é a parte mais externa da pele, removendo as células mortas e estimulando a renovação celular.

Utilização com a parte plana da espátula ultrassônica

A parte plana da espátula promove uma micro massagem na pele, aprofundando os ativos usados no processo, estimulando a circulação sanguínea. 

Peeling químico

O peeling químico é o mais tradicional, usado a muito tempo na dermatologia. Esse procedimento consiste na aplicação de ácido sobre a pele com o objetivo de retirar as camadas mortas da pele, promovendo a recuperação celular. 

O peeling químico pode ser feito praticamente em todas as partes do corpo, com diferentes objetivos, como: tratamento de manchas de acne, tratamento de estrias, rejuvenescimento da pele, entre outros.

 Esse tratamento pode ser classificado em superficial, médio e profundo.

Superficial

O objetivo desse tipo de peeling químico é remover a camada mais superficial da pele, levando a baixa ou nenhuma descamação visível, estimulando a produção de colágeno.  

 Esse tratamento vai promover a hidratação da pele, melhorar as rugas superficiais, tratar a acne e aumentar a velocidade no tratamento de manchas.

 Para esses resultados são indicadas de 3 a 4 sessões, podendo já haver diferenças a partir da segunda.

Médio 

O objetivo desse processo consiste em remover e esfoliar a epiderme de forma um pouco mais profunda que a superficial. 

 Ele é indicado para diminuição de rugas finas e médias e alguns tipos de manchas superficiais da pele. Renovando a camada externa da pele, o peeling médio também estimula a produção do colágeno.

Profundo

O peeling químico profundo é indicado que seja feito apenas por médicos dermatologistas, pois há um risco maior de complicações e até mesmo a retirada do curativo exige um nível maior de cuidado. Em alguns casos é necessária a sedação do paciente porque o processo alcança até mesmo uma parte da derme.

 Apesar de ser um procedimento um pouco mais invasivo, o peeling profundo pode rejuvenescer a pele em até 15 anos.

Peeling do mar morto

Esse peeling é feito com produtos à base de corais e silicatos retirados do mar morto. O procedimento é de origem natural e super seguro, por isso não tem quase nenhuma contraindicação e é recomendado para todo tipo de pele.

 Esse peeling tem propriedades rejuvenescedoras, ajuda na cicatrização de acnes e estimula a produção de colágeno através de doação dos minerais existentes nos corais como o cálcio e outros pequenos nutrientes. 

Peeling rose de mer 

O peeling rose de mer e uma linha de produtos israelense que são feitos a base de uma flor tirada do mar morto, que contêm minerais e vitaminas na sua composição que são benéficas para a saúde da pele. 

 Os benefícios são muitos, tais como: rejuvenescimento da pele, tratamento de melasmas e estrias, por diminuir a oleosidade da pele auxilia no tratamento de espinhas. 

Peeling facial

O tratamento com peeling mais procurado é justamente na região facial, pois é a região que mais sofre com o envelhecimento e com os efeitos nocivos da luz solar, como manchas, acne, rugas, e marcas de expressões faciais.

 Durante o tratamento com o peeling facial é altamente recomendado o uso de protetor solar, e a não exposição ao sol, pois isso pode causar manchas na pele. Tanto que os profissionais preferem realizar esse tipo de procedimento no inverno, quando a incidência da luz solar diminui. 

 Os benefícios do peeling facial são muitos, como por exemplo a redução de pequenas cicatrizes e rugas, tratamento de manchas e acne, diminuição de marcas de expressão, entre outros.

Cuidados diários com a pele 

É um fato que procedimentos estéticos como o peeling ajudam a manter e a recuperar a saúde da nossa pele, mas há algumas coisas que podemos acrescentar à nossa rotina diária que vão trazer benefícios principalmente preventivos a fim de manter o bem-estar da pele.

 A primeira coisa que devemos fazer ao levantar pela manhã é lavar o rosto com um sabonete apropriado para nosso tipo de pele, que pode ser: seca, mista ou oleosa. Em seguida passe o protetor solar também de acordo com seu tipo de pele.

 No decorrer do dia não lave o rosto por mais de duas vezes, pois isso vai retirar a proteção natural da pele. O ideal é lavar o rosto no início e no final do dia.

 No final do dia após lavar o rosto, você pode usar os produtos que costuma usar para nutrir a pele.

 O uso de tônicos e adstringentes, principalmente para os adolescentes, é essencial para diminuir a produção de espinhas na pele. Estes devem ser usados após a lavagem do rosto.

Cuidados com a pele do corpo

Geralmente quando se trata de cuidados com a pele, damos mais importância a pele do rosto, mas e a pele do corpo? Vamos ver alguns cuidados que precisamos dar atenção no que diz respeito à pele do corpo.

Roupas 

Por incrível que pareça as roupas que vestimos influi no bem-estar da pele do corpo. O atrito da roupa com o corpo pode gerar inflamações da pele e até mesmo alergias dependendo do tipo de tecido e da sensibilidade da pele.

 Roupas muito justas podem diminuir a circulação do sangue em determinadas regiões causando as famosas e indesejadas celulites. 

Depilação

Geralmente as depilações agridem o tecido, podendo causar foliculite e flacidez na região depilada. 

 Se você não abre mão da depilação, procure fazê-la de forma mais cuidadosa, com coisas quentes, pois vai abrir mais os poros e evitar machucar aquela região da pele. E após a depilação sempre hidrate o lugar que foi depilado.

Hidratação

É de extrema importância hidratar a pele do corpo todos os dias, mesmo que seja um creme simples e barato não deixe de fazer a hidratação.

Esfoliação

A esfoliação da pele tanto do rosto, como do corpo ajudam na renovação da pele. O ideal é que seja feita uma vez na semana.

 Além desses cuidados diretos na pele, existem outras coisas que podemos fazer de forma indireta, mas que afetam bastante a saúde da pele, tais como: ingerir no mínimo 2 litros de água por dia, evitar o cigarro, praticar atividade física de forma regular, manter uma alimentação saudável e dormir de 7 a 8 horas por dia. 

 No que diz respeito à alimentação, é importante destacar que o uso excessivo de açúcar contribui diretamente para o envelhecimento precoce da pele.

Peeling

Como identificar meu tipo de pele

Para cuidar diariamente da pele de forma mais eficaz é necessário também saber que tipo de pele você possui, para assim escolher produtos de acordo com o seu tipo de pele.

Pele oleosa 

A pele oleosa é a mais comum no nosso país e talvez a mais fácil de ser identificada, pois sempre vai estar com um aspecto gorduroso e vai gerar bastante acne na maioria dos casos na região das bochechas e do nariz.

Pele mista

Na pele mista a oleosidade se concentra na chamada zona “T” que consiste na região das bochechas e do nariz.

Pele seca

A pele seca é totalmente o oposto da pele oleosa e mista, pois ela sofre justamente com a falta de oleosidade, causando descamação e deixando a pele vermelha e sensível constantemente. 

Pele normal

Esse tipo de pele é mais comum em bebês e crianças, quem tem esse tipo de pele não sofre com a oleosidade ou a falta dela, mas tem uma pele hidratada e macia na medida certa.

Peeling capilar

Assim como a pele do corpo e do rosto sofrem com impurezas e precisam de cuidados para se manterem saudáveis, o couro cabeludo não é diferente.

 O couro cabeludo pode sofrer com oleosidade, resquícios de produtos, e células mortas. Essas coisas podem causar, caspas, quedas do cabelo, e dificuldade no crescimento dos fios.

 O peeling capilar vai ajudar na esfoliação do couro cabeludo, eliminando impurezas danosas ao bem-estar do cabelo e do couro cabeludo.

 Para manter a saúde dos fios, o peeling capilar deve ser feito uma vez a cada mês. 

 Existem vários tipos de peeling capilar, os principais são de argila verde que ajuda na oxigenação e limpeza do couro cabeludo diminuindo a oleosidade, e o peeling químico que podem ser encontrados em farmácias, que são mais práticos e funcionam melhor no controle de oleosidade do couro cabeludo.

Peeling enzimático

O peeling enzimático, que é também conhecido como peeling biológico, possui este nome, pois para realizá-lo se usam ativos, ou produtos de origem natural, extraídos de frutas e vegetais.

 As substâncias biológicas mais comuns usadas nesse processo são a bromelina, que é extraída do abacaxi e a papaína extraída do mamão. Existem também outras fórmulas oriundas da romã, abóbora e também de lactobacilos.

 O peeling enzimático pode ser aplicado tanto no corpo como no rosto, trazendo muito benefícios para a pele, tais como: hidratação, clareamento de manchas, renovação celular, rejuvenescimento, e tudo isso sem agredir ou irritar a pele.

Pelo fato de serem utilizados produtos de origem natural, o peeling enzimático não possui contraindicações.

Peeling elétrico

O Peeling elétrico é um procedimento moderno usado para tratar o envelhecimento da pele que causa as linhas de expressões, rugas, flacidez da pele e das pálpebras, manchas, escurecimento da pele e remoção de tatuagens. 

 Para realizar esse procedimento é necessário o uso de um equipamento chamado eletrocautério. Esse aparelho funciona por meio de correntes elétricas contínuas e alternadas removendo os tecidos por meio de uma descarga elétrica.

 Esse procedimento pode ser realizado tanto no inverno como no verão para revitalizar a pele é indicado para todo fototipo de pele.

 Na maioria das disfunções de pele que são tratadas com o peeling elétrico, é necessária apenas uma sessão para obter-se os resultados desejados, porém dependendo do nível do problema, são indicadas de 3 a 4 sessões.

Peeling de diamante 

Esse tipo de esfoliação ocorre de forma mecânica, e consiste no uso de um instrumento, chamado de caneta diamante, mas que na verdade tem na sua ponta um metal áspero que faz o polimento da pele. Essa caneta diamantada é usada diretamente na pele e funciona em conjunto com um equipamento a vácuo que exerce uma pressão negativa sobre o tecido. 

 Esse procedimento pode ser feito em qualquer tipo de pele e ajuda a promover o clareamento do tecido, amenizar cicatrizes de espinhas, afinamento de rugas, melhora circulação, rejuvenescendo a pele.

 Alguns ativos são usados após o processo para potencializar o efeito do peeling de diamante, visto que a pele estará mais receptiva para aplicação e absorção de nutrientes.

 Alguns resultados já podem ser observados na primeira sessão do tratamento.

Peeling a laser 

O peeling a laser ou peeling térmico consiste em evaporar as células superficiais da pele com o objetivo de esfoliar o tecido, causando o rejuvenescimento. 

 Há dois tipos de lasers: os fracionados e os não fracionados. Os fracionados agem na camada mais superficial da pele, atingindo as camadas córneas e é considerado um procedimento de nível médio de profundidade. Já os não fracionados é um método profundo, atingindo até mesmo a camada da derme. 

 Ao fim desse procedimento nota-se a pele mais lisa, diminuição de lesões vasculares e fechamento dos poros.

 O processo não causa dor, apenas uma leve queimação na pele.

 O tratamento é indicado também para adolescentes, com o objetivo de remover lesões de acne.

 No período de recuperação do procedimento é necessário o uso de protetor solar pelo menos duas vezes ao dia e evitar exposição ao sol.

Receitas de peeling caseiro 

Vimos anteriormente que fazer o peeling em casa, pode causar alguns problemas. Mas há algumas receitas seguras que podem te ajudar a melhorar a pele e são feitas com produtos naturais e de fácil acesso.

Receita de peeling com AAS

Para essa receita você vai precisar de:

 2 comprimidos de AAS (ácido acetilsalicílico ou aspirina)

1 colher de chá de vinagre de maçã

1 colher de chá de óleo de coco 

 Depois de amassar os comprimidos, misture os outros ingredientes no mesmo recipiente e o seu peeling caseiro químico está pronto.

 Você deve utilizar essa mistura sempre à noite após o banho morno. Aplique o peeling caseiro na pele com a ajuda de uma gaze. Não use durante o dia pois pode causar manchas ou agravar as que você já possui por conta da luz do sol.

 O ácido acetilsalicílico ou AAS ajuda a tratar a acne, o excesso de oleosidade, purificando a pele, já o vinagre de maçã tem função anti inflamatória e várias vitaminas, ajudando a recuperar a pele. Já o óleo de coco possui várias vitaminas e minerais para trazer hidratação para a pele. 

Receita de peeling com borra de café 

Essa provavelmente é a receita mais fácil que você já viu na vida, mas nem por isso deixa de ser eficiente e trazer benefícios para a sua pele.

Para esse peeling você vai precisar de: 

  • 2 colheres de sopa de borra de café.

 Sim!  Você só vai precisar disso para fazer seu peeling caseiro.

 Depois de um banho morno aplique com as mãos a borra de café no rosto sempre fazendo movimentos circulares, depois é só retirar com água corrente.

 O café ajuda na ativação da circulação sanguínea e na remoção de manchas.

Receita de peeling com iogurte e aveia

Para essa receita você vai precisar de:

  •  1 colher de aveia em flocos 
  • 2 colheres de iogurte natural

 É só misturar todos os ingredientes em um recipiente.

 Para aplicar o produto lave o rosto com água morna e um sabonete facial, em seguida aplique a mistura por toda a pele fazendo movimentos circulares.

 A combinação de aveia e iogurte ajuda no clareamento da pele e na remoção de mancha.

 Percebeu que em todas as aplicações é preciso lavar o rosto com água morna ou aplicar após o banho morno? Isso é necessário porque a água morna ajuda a abrir os poros da pele, ajudando-a a absorver os nutrientes da esfoliação. 

Mitos e verdades sobre o peeling

Mesmo depois dessa explanação talvez ainda surjam algumas dúvidas sobre o peeling pois as pessoas sempre falam coisas apenas pela dedução e não procuram saber dos fatos a respeito de um assunto e acabam divulgando alguns mitos. 

 Com o peeling não é diferente. Vamos ver alguns mitos e verdades a respeito do peeling.

Não há diferença entre peeling e limpeza de pele

Isso é um mito. A limpeza de pele consiste na retirada de sujidades superficiais como cravos. Já o peeling como vimos é a descamação da pele, com o objetivo de renovar a pele.

O peeling pode causar manchas na pele negra

Verdade! A pele negra é bem sensível, por isso é necessário cuidado em qualquer tratamento estético nesse tipo de pele. Isso não significa que não pode ser feito nenhum tipo de peeling na pele negra, mas ao escolher o tipo de peeling deve-se priorizar os mais suaves, para não agredir a pele e nem causar manchas indesejadas. 

Não se deve fazer peeling e Botox

Isso é mito. Um tratamento pode auxiliar o outro. Nos casos de rugas mais intensas em que o peeling não atingiu o resultado desejado, por exemplo, pode ser feita a aplicação da toxina botulínica.

 Após o peeling deve-se tomar cuidados com a exposição a luz solar

Essa é uma verdade extremamente importante para quem fez e deseja fazer tratamento com peeling.  Após o tratamento a pele fica mais sensível, dessa forma o paciente deve evitar se expor a luz direta do sol por um mês, caso contrário isso pode causar manchas e queimaduras.

Só posso fazer o peeling no rosto

Mito! Com o acompanhamento e indicação de um especialista pode-se realizar o peeling em qualquer parte necessária do corpo, como pernas para tratar estrias e celulite por exemplo, ou em regiões do corpo com manchas como a virilha. 

O peeling pode causar danos para a pele

Verdade! Se aplicado de forma incorreta por um profissional não habilitado, o peeling pode causar danos à pele. Danos podem ser causados também caso o paciente não respeite as recomendações pós tratamento.

O tratamento só pode ser feito no inverno

Isso é um mito! As aplicações podem ser feitas em qualquer época do ano e os cuidados precisam ser os mesmos também. Como passar protetor solar a cada duas horas e evitar a luz solar.

Adolescentes não podem fazer o tratamento.

Isso é mito!  Os adolescentes podem fazer o procedimento desde que seja por indicação médica. Inclusive o tratamento é bastante indicado nessa faixa etária para o tratamento da oleosidade da pele, que causa problemas como cravos e espinhas. 

Peeling melhora as olheiras

Sim, é verdade! Alguns dos tipos de peeling feitos para clareamento, quando direcionados para a região das olheiras, podem ajudar no clareamento das mesmas.

Não posso tomar bebida alcoólica após a aplicação de peeling

Isso é mito, mas vale uma palavra de cautela. Ao consumir bebidas alcoólicas, a quantidade de água no seu corpo é afetada, levando gradativamente ao ressecamento da pele. Então, se optar pela ingestão de bebida alcoólica, aumente o consumo de água para evitar a desidratação da pele.

Todo peeling é igual 

Vimos ao longo do artigo que isso é um mito, há vários tipos de peeling, vários métodos com aparelhos e produtos diferentes, usados para tratar diferentes disfunções da pele.

É um tratamento caro

Isso é um mito. na verdade, o valor do peeling vai variar de acordo com o tipo de tratamento, de acordo com o profissional escolhido e com o objetivo a ser alcançado. Os preços podem variar entre R$300,00 para o peeling de diamante e R$5,000 para o peeling a laser.

peeling facial

Onde fazer peeling

Para fazer o peeling de maneira segura, sem causar danos para a sua pele, você precisa procurar por profissionais capacitados da área de estética e saúde, uma maneira bem prática de fazer essa busca e com o buscador de preços da cliquefarma.

 Na cliquefarma você pode encontrar profissionais habilitados e competentes para realizar todos os procedimentos de peeling listados neste artigo. É só procurar com o buscador de preços do site e você vai encontrar o que procura de maneira segura, rápida e fácil. 

 Esperamos que esse artigo tenha sido útil para você! Se gostou do que leu, curta e compartilhe com outros, se tiver dúvidas ou sugestões deixe seu comentário.